sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

Possibilidade de reeleição do presidente da Câmara e do Senado

Supremo Tribunal Federal já tem 4 votos favoráveis a reeleição de Maia e Alcolumbre nas presidências da Câmara e do Senado

maia e alcolumbre 2 - STF já tem 4 votos favoráveis a reeleição de Maia e Alcolumbre nas presidências da Câmara e do Senado

Quatro ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votaram a favor da possibilidade de que os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e Davi Alcolumbre (DEM-AP), concorram à reeleição para o comando das casas.

Votaram a favor da possibilidade de reeleição de Maia e Alcolumbre os ministros: Gilmar Mendes (relator), Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Alexandre de Moraes.

O ministro Nunes Marques entendeu que é possível a reeleição uma única vez, independentemente se dentro da mesma legislatura ou na mudança de uma legislatura para outra. Na prática, o voto do ministro impediria a reeleição de Maia (já reeleito, em 2019), mas autorizaria a de Alcolumbre.

Votos iniciais

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), votou a favor de uma tese jurídica que, na prática, viabiliza a reeleição dos atuais presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Relator de uma ação do PTB que busca impedir a reeleição, Mendes entendeu, em julgamento no plenário virtual do Supremo, iniciado à 0h desta sexta-feira (4), que a Constituição permite uma reeleição para os comandos da Câmara e do Senado.

De acordo com o voto do ministro, esse entendimento deve orientar a eleição para as mesas das duas Casas do Congresso a partir de 2023.

Para o ano que vem, quando haverá eleição para escolha dos presidentes do Legislativo no biênio 2021-2022, Mendes considerou possível a reeleição ou recondução para o mesmo cargo dos atuais presidentes de Câmara e Senado.

O julgamento no plenário virtual é um formato pelo qual os ministros apresentam os votos pela internet, sem a necessidade de uma sessão presencial ou por videoconferência. Se não houver pedidos de destaque, que interrompem a atuação do plenário virtual, a análise termina no dia 14.

Votos de ministros

No voto, Gilmar Mendes afirmou que o Supremo não vai decidir o resultado para as eleições da Câmara e do Senado. “É a maioria parlamentar que define quem ‘fala pela Casa’”, segundo o ministro.

“Esclarece-se, portanto, que o STF não está a decidir o resultado das próximas eleições às Presidências das Casas Legislativas, matéria que, por óbvio, insere-se na mais absoluta soberania deliberativa dos atores congressuais”, escreveu.

Mendes afirmou que o Supremo está decidindo apenas sobre a constitucionalidade de dispositivos regimentais que tratam da composição da Mesa das Casas do Congresso Nacional.

O ministro disse que o Congresso deve ter autonomia para analisar seus assuntos internos.

“O Parlamento deve gozar de espaço de conformação organizacional à altura dos desafios postos pela complexidade da dinâmica política. Em verdade, determinadas conjunturas e situações de fato podem não apenas reputar desejável, como também exigir que a vedação à recondução para o mesmo cargo da Mesa possa ser objeto de exceção: desde que assim a Casa do Congresso Nacional repute necessário para fins de preservação de sua autonomia constitucional”, disse Gilmar Mendes.

O relator afirmou que não cabe uma interferência do Judiciário na autonomia do Legislativo.

“Ao mesmo tempo, considerando que a proibição de reeleição não constitui preceito constitucional estruturante, não cabe ao Poder Judiciário interferir no alcance da referida norma”.

O ministro ressaltou que “é republicana a preocupação que se pode levantar contra a perpetuação de agentes políticos em posições centrais de poder de forma indeterminada” e votou pelo estabelecimento do limite de uma única reeleição ou recondução.

Votos de Dias Toffoli e Nunes Marques

O ministro Dias Toffoli também votou nesta sexta-feira, acompanhando o relator.

O ministro Nunes Marques entendeu que é possível a reeleição uma única vez, independentemente se dentro da mesma legislatura ou na mudança de uma legislatura para outra. Na prática, o voto do ministro impediria a reeleição de Maia (já reeleito, em 2019), mas autorizaria a de Alcolumbre.

“Se o presidente da República pode ser reeleito uma única vez, corolário do princípio democrático e republicano, por simetria e dever de integridade, este mesmo limite deve ser aplicado aos Presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal”, afirmou.

“É por isso que admito a inovação interpretativa adotada pelo Relator, como parte de um romance em cadeia, segundo o qual é possível nova eleição subsequente para o mesmo cargo na Mesa Diretora, independentemente se na mesma ou em outra legislatura. Contudo, desacolho a possibilidade de reeleição para quem já está na situação de reeleito consecutivamente , sob pena de ser quebrada a coerência que dá integridade ao Direito e ser aceita, na verdade, reeleição ilimitada, que não tem paralelo na Constituição Federal”, completou.

A ação

A ação do PTB foi apresentada pelo partido ao Supremo em agosto. Presidida pelo ex-deputado Roberto Jefferson, aliado do presidente Jair Bolsonaro, a legenda quer impedir a reeleição para os comandos do Senado Federal e da Câmara dos Deputados.

Segundo a sigla, a Constituição veda a reeleição para qualquer cargo nas mesas diretoras, responsáveis por comandar as duas casas legislativas.

Para o PTB, essa proibição deve valer tanto para a mesma legislatura como para legislaturas diferentes, os presidentes ocupam o posto por períodos de dois anos.

Apesar de envolver normas internas das duas Casas e a Constituição, a discussão pode impactar casos concretos, a sucessão de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidentes da Câmara e Senado, respectivamente.

Novas eleições para os postos de presidente estão previstas para fevereiro do ano que vem. Maia, que comanda a Câmara desde julho de 2016, diz que não é candidato à reeleição. Alcolumbre pretende obter uma decisão favorável do Supremo.

Ao longo da tramitação do processo, tanto a Procuradoria-Geral da República quanto a Advocacia-Geral da União, em pareceres à Corte, defenderam a autonomia do Congresso para tratar da questão, ou seja, entenderam que cabe ao Poder Legislativo resolver internamente a discussão.

“Não cabe ao Judiciário, ainda que pela via do controle abstrato de normas, substituir-se ao Legislativo a fim de definir qual o real significado da previsão regimental. Tal conduta representa inequívoca afronta ao princípio da divisão funcional de Poder”, afirmou o procurador-geral Augusto Aras.

“A AGU é absolutamente respeitosa à autonomia de cada uma das Casas”, escreveu Aras.

Advogados do Senado, também em manifestação ao STF, defenderam a possibilidade de reeleição.

Eles pediram à Corte que reconheça a possibilidade de aplicar, para a sucessão nas presidências da Câmara e do Senado, a regra de reeleição a cargos do Poder Executivo.

No entendimento dos advogados, é cabível equiparar as funções executivas exercidas em poderes diferentes.

No caso do Executivo, essa tarefa é de governadores, prefeitos e do presidente, que têm a previsão constitucional de se reeleger. No Legislativo, função semelhante é exercida pelos presidentes da Câmara e do Senado.

G1

Deputado e ex-prefeito de Picuí é condenado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba

Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba condena deputado Buba Germano a 9 anos de reclusão, inelegibilidade e perda do mandato

buba germano - Pleno do TJPB condena deputado Buba Germano a 9 anos de reclusão, inelegibilidade e perda do mandato

Na sessão da última quarta-feira (02), o Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba decidiu condenar o deputado estadual e ex-prefeito de Picuí, Rubens Germano Costa, mais conhecido por Buba Germano, a uma pena de nove anos de reclusão, no regime inicial fechado, bem como a inabilitação para o exercício de qualquer cargo ou função, eletiva ou de nomeação, pelo prazo de cinco anos, e, por consequência, a perda de qualquer cargo ou função pública, atualmente exercida, a exemplo da de deputado estadual, por incompatibilidade com o regime de cumprimento de pena e a inabilitação aplicada, sem prejuízo da reparação civil do dano causado ao patrimônio público ou particular. A decisão, por unanimidade, acompanhou o voto do relator do processo nº 0101127-41.2010.815.0000, desembargador Ricardo Vital de Almeida.

A denúncia do Ministério Público estadual dá conta de que, na época dos fatos, o réu, que era prefeito do Município de Picuí, “fez gestão verbal com a Paróquia de São Sebastião (Comissão Organizadora da Festa) de Picuí, culminando com a terceirização/contratação da parte social (pavilhão/dancing) da Festa do Padroeiro de São Sebastião (Festa de Janeiro), pela quantia de R$ 6.000,00, oportunidade em que prometera que “se a festa fosse boa, ele repassaria um pouco mais do que foi combinado para a igreja”, ou seja, se rentável a festa, pagaria acima do pactuado”.

Relata, ainda, que, “no dia 16 de janeiro de 2005, o prefeito participou do leilão da festa no pavilhão, tendo arrematado itens do leilão para si, no valor aproximado de R$ 700,00, porém somou tal despesa da arrematação que fez no leilão com o valor de R$ 6.000,00 pactuado em face da terceirização da festa e, ainda incluiu o acréscimo que prometera à paróquia. Dessa feita atingiu o montante de R$ 7.125,00, cujo valor fora pago pelo Prefeito à Paróquia, pessoalmente, consoante cheque nº 851742, datado de 01/03/2005, conta nº 40.376-8, Agência nº 2441-4/Banco do Brasil, estrategicamente “nominal” para Vital Gonçalves Cavalcanti – ME”.

Conclui o Ministério Público, portanto, haver o acusado, então prefeito do Município de Picuí, desviado rendas públicas em proveito próprio, em face da arrematação de itens do leilão da festa para si, no valor aproximado de R$ 700,00, bem como desviado o valor de R$ 6.000,00, pactuado a título de terceirização da festa do padroeiro e, ainda, o acréscimo prometido à paróquia, perfazendo o montante de R$ 7.125,00. Segundo o MPPB, tudo teria sido pago com o dinheiro da Prefeitura de Picuí, valendo-se o acusado da empresa misteriosa e “laranja”, denominada Vital Gonçalves Cavalcanti/ME (Viproart-Show e eventos), sendo estes fatos comprovados através de cópia do cheque e cópia do depósito.

O Ministério Público assevera, também, constar nos autos provas de haver a festa ocorrido dentro da programação social (14/01 a 19/01/2005), consoante convite/folder, com valores do “ingresso” individual oscilando em torno de R$ 10,00 a R$ 15,00 e que grande parte fora vendido por intermédio de funcionários públicos municipais, no prédio público denominado “ferro de engomar”, pertencente ao Município de Picuí, sendo tais condutas delitivas comprovadas por meio da cópia do cheque e dos depoimentos.

Nas alegações finais, a defesa pugnou pela absolvição, ao asseverar não ter o Ministério Público comprovado as afirmações contidas na denúncia, não se desincumbindo do ônus da prova das acusações.

Em um voto com cerca de 45 páginas, o relator do processo disse que restaram devidamente comprovadas nos autos a autoria e a materialidade delitivas. “As provas constantes dos autos demonstram que o acusado firmou contrato verbal com o padre da igreja local, no sentido de financiar os custos da festa do padroeiro da cidade de Picuí, comprometendo-se com um investimento inicial de R$ 6.000,00, a fim de, com os lucros obtidos com o evento, obter um retorno financeiro para si próprio e, caso a festa “desse bons resultados”, o acusado daria um valor a mais à entidade religiosa”, destacou.

Ainda segundo o relator, também restou comprovado nos autos ter sido de R$ 36.000,00  o custo total da festa, valor este proveniente do Fundo Municipal de Assistência Social e que o acusado pagou, por meio de um cheque, nominal a Vital Gonçalves Cavalcante – ME, no valor de R$ 7.125,00, sendo uma fração deste montante utilizado para saldar a terceirização da parte social da festa, no importe de R$ 6.000,00.

Em um trecho do seu voto, o desembargador Ricardo Vital diz não haver dúvida quanto à autoria imputada ao réu Rubens Germano Costa, em relação ao delito de desvio de rendas públicas em proveito próprio ou alheio (inciso I do artigo 1º do Decreto-Lei nº 201/67), posto haver sido demonstrado que não ocorreu a alocação devida das finanças públicas dentro das atividades da administração municipal. “No contexto probatório, ficou evidenciado que o acusado promoveu a destinação ‘privada’ de recursos públicos”, observou.

Segundo o relator, na medida em que o acusado arrematou itens do leilão, agindo na qualidade de cidadão comum, e os pagou com verba pública, dúvidas não há quanto ao dolo de se utilizar do erário em proveito próprio. “Nos termos do depoimento prestado em juízo pela testemunha indicada pelo Parquet, Francisco Germano Barros da Silva, o padre Anchieta teria confirmado que o acusado teria entregue um cheque no valor de R$ 7.125,00, sendo que “o valor de R$ 6.000,00 era da festa” e “a outra parte do valor era de itens arrematados no leilão de São Sebastião”, pontuou.

Ricardo Vital disse, ainda, que apesar de a defesa afirmar inexistir provas neste sentido, o próprio acusado confessou ter participado e estado presente em todos os dias da festa do padroeiro do Município de Picuí, em janeiro de 2005. Além do mais, os documentos colacionados aos autos comprovam que além dos R$ 6.000,00 acordados pelo então prefeito com o padre Anchieta, como sendo a contrapartida da Prefeitura na terceirização da festa, foram pagos valores a mais que cobririam os R$ 700,00 em bens particulares adquiridos pelo acusado no referido leilão.

O relator também destacou que não cabe absolvição da prática do crime previsto no artigo 1º, inciso I, do Decreto Lei 201/67, se o acusado, na condição de prefeito municipal, voluntária e conscientemente, desvia renda pública, fazendo-o em proveito próprio, como ocorreu no caso dos autos. Por fim, ele julgou procedente a denúncia para condenar Rubens Germano Costa nas sanções do artigo 1º, I e II, do Decreto-Lei nº 201/67, c/c artigo 69 do Código Penal.

Da decisão cabe recurso.

Confira aqui o voto.

Fonte: Assessoria TJPB

Vacina contra Covid-19 será direito de todos e gratuita

Lei que determina vacina contra Covid-19 gratuita e para todos é aprovada no Senado Federal

vacina covid 19 coronavirus 1597066329868 v2 900x506 - SENADO: lei que determina vacina contra covid-19 gratuita e para todos é aprovada

O Senado Federal aprovou nesta quinta-feira (03) o projeto de lei que determina que a vacina contra Covid-19 seja direito de todos e gratuita priorizando os grupos de risco. O texto diz ainda que o SUS (Sistema Único de Saúde) terá prioridade na compra das vacinas até que as metas de imunização sejam cumpridas. A proposta vai à Câmara dos Deputados.

Conforme apuração do Poder360, os critérios de distribuições e os parâmetros para definir quem será do grupo de risco ou não virá em uma regulamentação depois da aprovação da lei. O relatório do senador Nelsinho Trad (PSD-MS) disse que será preciso dar publicidade e transparência para todas as compras e repasses relacionados à vacinação.

Os senadores também aprovaram nesta 5ª feira (3.dez) a liberação de cerca de R$ 2 bilhões para a vacina da Universidade de Oxford. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ainda não liberou nenhuma vacina para o uso no Brasil.

Fonte: Poder360 - Publicado por: Felipe Nunes

"Quando Deus quer, tudo é possível", diz cantor que venceu o câncer

Cantor Beto Barbosa fala sobre câncer de bexiga e próstata: ‘Só tinha 5 a 10% de chance de cura’

beto - Beto Barbosa fala sobre câncer: 'Só tinha 5 a 10% de chance de cura'

Dois anos após começar seu tratamento contra um câncer de bexiga e próstata, o cantor Beto Barbosa, 65, relembrou os momentos pelos quais passou. Ele disse, por meio de uma conversa com seu médico, que na ocasião a doença só tinha de 5% a 10% de chance de cura.

Em relato pelas redes sociais, aconselhou as pessoas a nunca perderem as esperanças. Hoje, ele está totalmente curado. “Eu só tinha 5% a 10% de chances de cura, mas quando Deus quer, tudo é possível. Fiquei muito emocionado com o relato do Dr. Fernando Maluf. Ele também se emociona com meu caso. Então, gente, nunca devemos perder a fé em Deus”, disse.

Maluf. Ele também se emociona com meu caso. Então, gente, nunca devemos perder a fé em Deus”, disse.

Na sequência, agradeceu por nunca ter desistido de lutar. Ele ainda tem três anos de tratamento, porém, são só cuidados para manter a doença longe de seu corpo.

“Nunca devemos desistir de lutar, acreditar, viver e ser feliz. Deus existe e o câncer tem cura. Desta vez, deu certo. Os exames acusaram 100% de cura”, comemorou.

O cantor Beto Barbosa se recuperou, mas durante o tratamento, porém, ele conta que não aguentava mais tanto sofrimento e que, em muitas oportunidades, pediu para morrer.

“O único medo que eu tinha era de sofrer. Eu estava tomando morfina direto. Alguns momentos, naquela UTI, pedia para Deus me levar, pois não aguentava mais sofrer tanto”, disse em entrevista ao The Noite, no SBT.

De acordo com Barbosa, durante um ano o médico dizia para ele que o problema era uma infecção urinária. “Se tivesse descoberto um ano antes não tinha tirado próstata, bexiga, uma parte da uretra, uma parte do intestino”, revelou.

Polêmica Paraíba - Publicado por: Gerlane Neto

Desembargadora esposa de Zé Maranhão também contraiu Covid-19

Desembargadora Fátima Bezerra, esposa do senador José Maranhão também testou positivo para a Covid-19

transferir - Desembargadora Fátima Bezerra, esposa do senador José Maranhão também testou positivo para o covid-19

A desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti, esposa do senador José Maranhão, também testou positivo para o Covid-19. Ela está em casa, com sintomas leves. De acordo com o Jornalista Abelardo Jurema, além dela, o seu sobrinho, Júnior Madruga Bezerra Cavalcanti, chefe de gabinete do senador, também foi infectado, e está internado em estado grave na UTI do hospital da UniMed.

O senador José Maranhão (MDB), de 87 anos, foi transferido na noite desta quinta-feira à noite para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Maranhão estava internado no hospital da Unimed, desde domingo (29), diagnosticado com Covid-19.

Polêmica Paraíba - Publicado por: Suedna Lira

Morre, de Covid-19, pai de vereador de João Pessoa

Pai do vereador Tibério Limeira morre em decorrência do novo Coronavírus, na noite desta quinta-feira

nilson fernandes - Pai do vereador, Tibério Limeira, morre vítima de Coronavírus

Morreu na noite desta quinta-feira (03), Nilson Fernandes, pai do vereador licenciado Tibério Limeira. Nilson estava internado no Hospital da Unimed, em João Pessoa, em decorrência do coronavírus.

Nilson era assessor jurídico da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac).

Devido a causa da morte, o enterro deverá ser restrito apenas para familiares.

ClickPB - Publicado por: Fabricia Oliveira

Morre, de Covid-19, influencer paraibano que fez propaganda da 'Pimenta-19'

Influencer digital paraibano de 34 que ironizou a Covid-19, morre em João Pessoa, nesta quinta-feira

O empresário e influencer digital Daniel Maganagi, de 34 anos, faleceu na manhã desta quinta-feira (03) no Hospital Metropolitano, na Grande João Pessoa, vítima da Covid-19.

Daniel era muito conhecido em Patos, e sua morte repercutiu nas redes sociais. Ele deixou esposa e um filho.

O deputado estadual Érico Djan (Cidadania) fez o seguinte comentário nas redes sociais: “É com grande pesar que nosso Gabinete Legislativo se solidariza com os familiares do empresário Daniel Maganagi, que faleceu na manhã desta quinta-feira, 03/12, vítima de COVID-19. Empresário e influenciador digital, Daniel deixou uma marca de talento e competência indeléveis“.

Já o prefeito eleito de Patos, Nabor Wanderley (Republicanos), escreveu: “Que Deus conforte toda família e amigos nesse momento de perca e dor. Agora você estará levando sua alegria e irreverência ao Céu. Descanse em paz, guerreiro”.

Em agosto o influenciador havia postado uma foto falando sobre a produção de uma geleia de pimenta e usou a Covid-19 para fazer a propaganda: “No mais to muito feliz em vencer a Pimenta-19”.  Um dos seguidores comentou “Certas coisas não podemos brincar. Deus console sua família.”

Veja publicação: 

Polêmica Paraíba  

Senador paraibano é entubado durante remoção aeromédica

Diagnosticado com Covid-19, senador José Maranhão tem piora e é entubado durante mudança de hospital

WhatsApp Image 2020 11 29 at 10.53.39 - COVID-19: Senador José Maranhão tem piora e é entubado durante mudança de hospital

O senador José Maranhão (MDB), de 87 anos, foi transferido na noite desta quinta-feira à noite e encaminhado para o Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Maranhão estava internado no hospital da Unimed, desde domingo (29), diagnosticado com Covid-19.

Segundo o boletim do Hospital Alberto Urquiza Wanderley (Unimed), na transferência foi seguido o protocolo de segurança para remoção aeromédica, e o paciente precisou ser sedado e entubado.

O político participou ativamente da campanha eleitoral, apoiando o candidato Nilvan Ferreira à Prefeitura de João Pessoa, do mesmo partido.

Ele passou mal pouco depois de votar no segundo turno e foi levado ao Hospital da Unimed, onde, pouco tempo depois, recebeu a confirmação de que estava com covid-19.

Polêmica Paraíba - Publicado por: Larissa Freitas

Com Covid-19, senador paraibano piora e é transferido para São Paulo

Senador José Maranhão piora e é transferido para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo

maranhão - Com covid-19, senador José Maranhão piora e é transferido para São Paulo

O senador José Maranhão (MDB), de 87 anos,  foi transferido para o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, na noite desta quinta-feira (03), após apresentar piora em decorrência da Covid-19. Ele foi acompanhado da filha, Alice Maranhão, que é médica.

Maranhão, que já estava internado em João Pessoa, desde o último domingo (29), quando sentiu desconforto em casa, quando testou positivo para a doença, já havia sido transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva), no início da tarde desta quinta-feira, em razão do agravamento da infecção pelo novo coronavírus.

Segundo o boletim do Hospital Alberto Urquiza Wanderley (Unimed), ele foi levado à UTI após apresentar sintomas de febre e dispneia (dificuldade para respirar), mas não precisou ser entubado. “O paciente segue consciente, em uso de oxigênio sob máscara. Novos exames estão sendo realizados”.

Polêmica Paraíba - Publicado por: Gerlane Neto

Inácio de Lacerda, o 'Maradona Juruense'

SEM QUERER 'COMPARAR NOSSO SENHOR COM ZÉ BUCHUDO', COMO SE DIZIA ANTIGAMENTE, MUITAS SÃO AS SEMELHANÇAS DE INÁCIO COM MARADONA

Ler a respeito do craque Diego Armando Maradona e rever suas impressionantes jogadas, principalmente agora quando o mundo da bola se rende a sua habilidade e o reverencia após sua morte, é difícil não comparar o polêmico ex-jogador argentino com Inácio Delmiro, um dos melhores jogadores de todos os tempos do futebol juruense.

Embora não falte quem diga que se queira "comparar Nosso Senhor com Zé Buchudo", como ainda se diz aqui em nós, não há nenhum exagero na semelhança dos dois. Em tudo, são parecidíssimos: baixinhos, marrentos, abusados e muito habilidosos dentro das quatro linhas.

Inácio de Lacerda, como é conhecido o baixinho juruense de pernas tortas, chamava a atenção de todos dentro do campo da mesma forma que o baixinho argentino impressionava com seus dribles desconcertantes. Mesmo debaixo de pancadaria, não havia zagueiro que o segurasse. Assim, pois, como Maradona, Inácio deitava e rolava com a bola em jogadas que terminavam sempre dentro do gol. 

Apesar de ser conhecido como Inácio de Lacerda, numa referência ao seu padrasto, Cabo Lacerda, ele era filho de outro policial militar que foi transferido para trabalhar em Juru e se apaixonou pela bela Zelita Bento, o monteirense Sargento Heleno.

Fominha igual Maradona, Inácio grudava na bola como quem a queria só para si e não dava um só passe pra ninguém - uma irritação dos seus companheiros de equipe que se transformava em alegria quando o goleiro adversário era vencido.

Já um cinquentão e obeso para sua pequena estatura, Inácio abandonou os campos de futebol. Hoje, limita-se a assistir os jogadores atuais maltratarem a redonda, sem nenhuma afinidade com ela.

Depois de morar durante um bom tempo em São Paulo, para onde a matriarca da família levou a sua prole, Inácio retornou para sua terra. É em Juru que ele se sente no paraíso. Apaixonado declarado por Juru e pelo Flamengo, ele se esconde em sua pequena e aconchegante chácara, localizada no sítio Barra dos Costas, onde se reúne com os amigos em torno de uma mesa rústica para degustar uma boa bebida e saborear comidas típicas da terrinha.   

Há, no entanto, uma única diferença entre Inácio e Maradona: enquanto o baixinho juruense tem medo de altar e não quer saber de casamento, o craque argentino perdeu a conta de quantas vezes se casou e é pai de 11 filhos, todos reconhecidos pelo ex-jogador.

Veja fotos do 'exilo voluntário' de Inácio no seu paraíso:

quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Lances chocantes a respeito da última relação amorosa de Maradona

Ex-jogador Diego Armando Maradona apanhava de namorada e era roubado, diz TV argentina

casal01 - Maradona apanhava de namorada e era roubado, diz TV argentina

Os relacionamentos de Diego Maradona foram marcados por dramas, ciúmes, traições, brigas, declarações de amor, rompimentos. Renderia também um novelão cheio de paixões, tensões e reviravoltas – e, infelizmente, sem final feliz.

O programa ‘Los Angeles de la Mañana’, do canal El Trece, tem relatado lances chocantes a respeito da última relação amorosa do ex-jogador, morto aos 60 anos, em 25 de novembro, por parada cardiorrespiratória. De 2012 a 2018, ele namorou a então jogadora de futebol Rocío Oliva, três décadas mais jovem.

A jornalista Yanina Latorre leu informações passadas por uma fonte anônima da família Maradona. Rocío teria sido agressiva em algumas ocasiões. Numa delas, empurrou o ex-jogador de uma escada. Tal incidente o deixou com um ombro deslocado. Foi acusada por uma das filhas dele de dopá-lo colocando remédio em copos de cerveja.

A colunista de TV narrou um desentendimento de Rocío com uma das irmãs de Maradona, Elsa, mais conhecida como Lili: “No dia em que ela o jogou escada abaixo, discutindo, as duas se agarraram com golpes”. Mesmo depois da separação e à distância, a última namorada do ‘Diez’ mantinha influência sobre ele. De acordo com o ‘Los Angeles de la Mañana, um primo de Rocío Oliva fazia visitas frequentes a Maradona supostamente para monitorá-lo.
Enquanto ainda namoravam, o astro da bola a denunciou por roubo de joias e outros pertences de alto valor. O crime teria ocorrido na casa dele em Dubai. A Justiça emitiu um mandado de captura contra a jovem. Em julho de 2014, ao desembarcar no aeroporto de Buenos Aires, após assistir a jogos da Copa do Mundo no Brasil, ela foi presa. Logo depois, os dois se reconciliaram, mas continuaram a polemizar até o fim.

Rocío foi impedida pela ex-mulher de Maradona, Claudia Villafañe, de participar do velório íntimo reservado à família na Casa Rosada. A imprensa argentina informou o motivo: a ex-jogadora ignorou vários apelos de Maradona para ir visitá-lo quando já estava doente. O homem que fez tanto sucesso com o público feminino morreu deprimido por ter sido desprezado por quem amava.

Fonte: Terra - Créditos: Polêmica Paraíba

Com Covid-19, piora quadro de saúde de senador paraibano

Senador José Maranhão é transferido para Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) após agravamento de quadro clínico

josé maranhão - COVID-19: senador José Maranhão é transferido para UTI após agravamento de quadro clínico

O senador José Maranhão foi transferido para Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Alberto Urquiza Vanderley após agravamento do seu quadro clínico. Ele está internado com Covid-19 desde o último domingo (29).

Conforme boletim divulgado no fim da tarde desta quinta-feira (03), o senador apresentou um quadro de febre e dispneia.

Ele segue consciente, em uso de oxigênio sob máscara. Novos exames estão sendo realizados. 

Polêmica Paraíba - Publicado por: Felipe Nunes

Funcionário ganha carro de presente do patrão

Dono de vidraçaria dá carro de presente para funcionário que caminhava 1 hora até o trabalho

1b772tinpatkjzbc1wnfw5bed - Chefe dá carro de presente para funcionário que caminhava 1 hora até o trabalho

O dono de uma vidraçaria na cidade de Centenário, na Argentina, presenteou um dos seus funcionários com um carro para evitar que o homem tivesse que andar 17 quarteirões a pé para chegar ao local de trabalho. Ao todo, o funcionária gastava cerca de 1 hora a pé todos os dias para chegar ao local.

O  vidraceiro Franco Nuñez ia andando ao serviço pois a região não conta com um sistema de transporte público. Nuñez até tentou comprar um carro por conta própria, mas teve uma grande despesa em casa e precisou desistir da ideia. O chefe Eduardo Fonseca ficou comovido com a situação e resolveu ajudá-lo com o veículo.

Na última sexta-feira (25), o dono da vidraçaria convidou Franco para jantar depois do trabalho e deu de presente para ele o veículo. Em entrevista a um jornal local, o chefe comentou que deu o presente pela amizade e lealdade do funcionário, que já trabalha no local há 5 anos.

“Quero que todos os funcionários sejam tratados com o seu valor. Se eu progredir, eles têm que progredir comigo. Com oportunidades iguais”, disse.

Fonte: IG - Publicado por: Larissa Freitas

Filha mata o pai a facadas após se apaixonar pela madrasta

Garota de 13 anos de idade se apaixona pela madrasta de 20 e mata pai a facadas

faca - Garota de 13 anos se apaixona pela madrasta de 20 e mata pai a facadas

Uma garota de 13 anos foi presa por ser acusada de esfaquear o próprio pai até a morte, em Jataí, Goiás, na madrugada do último dia 29 de novembro. Segundo a Polícia Militar, o motivo do crime seria uma paixão da adolescente pela madrasta, que tem 20 anos.

A adolescente foi detida em flagrante, pouco depois do crime, na casa onde morava com a avó. A vítima chegou a ser socorrida para uma unidade de saúde, mas morreu no local pouco tempo depois.

“Levantamos com a PM, que atendeu a ocorrência, e familiares, que ela havia nutrido uma certa paixão pela madrasta. O pai teve acesso a algumas mensagens e até a uma carta que a menor teria escrito para a madrasta. Ele conversou com ela e a repreendeu, mas a menor não teria gostado” disse o delegado Marlon Luz, em entrevista ao portal G1.

Segundo o boletim de ocorrência, a adolescente havia ingerido bebida alcoólica pouco antes de esfaquear o pai para criar “coragem” de cometer o crime.

O documento informa que a menina foi até a casa onde o pai vivia com a madrasta na madrugada da noite do crime e disse a ela que gostaria de conversar com ele. Quando se encontraram, porém, ela o matou.

A adolescente foi encaminhada à delegacia e será levada a um centro provisório de internação.

Fonte: Meia Hora - Créditos: Polêmica Paraíba

Adiamento dos agendamentos do Detran-PB

Em razão do ponto facultativo, agendamentos do Detran-PB para o dia 8 de dezembro serão remanejados

Detran ES divulga os selecionados da 1ª etapa de inscrições do CNH Social 2019 1 - Ponto facultativo: Agendamentos do Detran-PB para o dia 8 de dezembro serão remanejados

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) informou nesta quinta-feira (03), que em razão do ponto facultativo decretado pelo Governo do Estado, no dia 8 de dezembro, dedicado à Nossa Senhora da Conceição, os usuários do com agendamento para essa data, poderão comparecer às unidades do órgão a partir do dia 9 até o fim do mês.

Por meio de comunicado, o órgão informou que para ser atendido, basta que eles apresentem o protocolo de agendamento do dia 8.

A Direção do Detran-PB ainda fez um apelo para que os usuários evitem aglomerações. “Essas pessoas serão atendidas normalmente, durante todo o restante do mês de dezembro, ou seja, até o fim do ano, com agendamento do dia 8, sem nenhum problema. Não precisam ter pressa”, enfatizou João Holanda, coordenador da Assessoria Técnica em Processamento de Dados do Detran-PB.

Polêmica Paraíba - Publicado por: Felipe Nunes

Juruense morre, em Sorocaba - SP, aos 62 anos de idade

MORREU NA MANHÃ DESTA QUARTA-FEIRA (02), EM SOROCABA - SP, A JURUENSE ZELITA HENRIQUE DE ALMEIDA

Faleceu por volta das 07h30 de ontem, 02 de novembro, em Sorocaba - SP, a senhora Zelita Henrique de Almeida, de 62 anos de idade. Ela era natural de Juru, no Sertão da Paraíba, e filha de Anália e Cícero Henrique, também falecidos.

O corpo de Zelita Henrique foi velado na Central de Velórios Ofebas, na Rua Aparecida, e o seu sepultamento aconteceu às 10h00 de hoje, 03, no Cemitério Santo Antônio, em Sorocaba, onde ela residia há muitos anos.  

STJ adia julgamentos por videoconferência

Superior Tribunal de Justiça prorroga até fevereiro os julgamentos por videoconferência em todos os colegiados 

STJ capa 1601 - STJ prorroga até fevereiro os julgamentos por videoconferência

Em razão da pandemia do novo coronavírus, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, prorrogou até 26 de fevereiro a realização por videoconferência dos julgamentos em todos os colegiados – Corte Especial, as três Seções e as seis Turmas.

Desde abril, além das sessões por videoconferência, o STJ implementou diversas medidas de afastamento social, determinando o teletrabalho para todos os servidores, por exemplo. Desde então, todos os serviços prestados pelo tribunal passaram a ser feitos pela internet.

No mês passado, o STJ foi alvo de um ataque hacker que paralisou os trabalhos da Corte, interrompendo julgamentos por videoconferência que eram transmitidos ao vivo pela internet. Foram necessárias cerca de duas semanas para restabelecer todos os sistemas a partir de backups. A Polícia Federal apura a invasão em um inquérito sigiloso.

O STJ julga recursos especiais, nas esferas penal e cível, provenientes de todo o Brasil. O tribunal é responsável por dirimir controvérsias e uniformizar a aplicação das leis em território nacional e também julga autoridades com foro privilegiado, como governadores e desembargadores.

Fonte: Paraíba.com - Publicado por: Larissa Freitas

Aniversariante do Dia

OS PARABÉNS ESPECIAIS DE JURU EM DESTAQUE DESTA QUINTA-FEIRA SÃO PARA MARIA ROSA

Parabéns, Maria!
Que hoje seja um dia inesquecível e o início de um novo ano em sua vida, cheio de felicidade e muitas realizações.
Feliz aniversário!

Pedido da quebra dos sigilos do dono da Havan, aliado de Bolsonaro

Procuradoria-Geral Eleitoral pede ao TSE quebra de sigilos de Luciano Hang em ação contra o presidente Jair Bolsonaro

bolsonaro havan - 'DONO DA HAVAN': PGE pede ao TSE quebra de sigilos de Luciano hang em ação contra Bolsonaro

A Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a quebra dos sigilos bancário e fiscal do empresário Luciano Hang, dono da Havan e aliado do presidente  Jair Bolsonaro (sem partido).

A investigação apura se houve disparo em massa de mensagens falsas por meio do WhatsApp para favorecer a campanha de Bolsonaro em 2018.

Segundo as investigações, há indícios de que Luciano Hang teria financiado  o serviço de quatro empresas que teriam disparado mensagens contra rivais de Bolsonaro durante a campanha.

Diante disso, Brill de Góes pediu ao TSE que quatro ações que pedem a cassação da chapa formada por Bolsonaro e Hamilton Mourão tenham andamento conjunto na Corte.

O TSE analisa se houve impacto na eleição que possa configurar abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação social.

“É incontroverso que o surgimento dessa relevante informação superveniente – que converge harmonicamente com os fatos narrados na representação inaugural – consiste em indícios suficientes para a revisitação da decisão de indeferimento das medidas cautelares”, argumentou Brill de Góes .

Segundo o vice-procurador-geral eleitoral, “o modus operandi narrado nas peças portais dessas representações […] guarda notória semelhança com o adotado pelo representado Luciano Hang em relação ao Facebook para impulsionamento de conteúdo, como ficou bem demonstrado em julgamento realizado por esse Tribunal Superior.”

Segundo informações do G1, a defesa do empresário disse que Hang “nada tem a esconder”e que ele “jamais financiou disparo ou impulsionou mensagens pelo WhatsApp durante a campanha eleitoral”.

IG - Publicado por: Larissa Freitas

Disputas judiciais e brigas midiáticas pela herança de Maradona

Turbulências afetivas do ex-jogador argentino Diego Maradona antecipam problemas com herança

Maradona reconheceu cinco filhos, entre estes, dois de relacionamentos com italianas: Jana, em 1996, e Diego Sinagra (foto), em 2016. Os casos na justiça em busca de reconhecimento são: os cubanos Javielito, Johana e Harold, e os argentinos Santiago Lara e Magalí Gil. 

As turbulências afetivas do lendário Diego Maradona, incluindo disputas judiciais e brigas midiáticas, anunciam um caminho difícil na divisão da herança do astro do futebol que morreu no dia 25 de novembro aos 60 anos.

"Há uma grande briga por vir. Ele não deixou testamento", disse uma fonte próxima à família à AFP, que pediu anonimato. Após a morte do campeão mundial no México em 1986, não se sabe qual é o patrimônio em jogo ou se fez alguma divisão em vida.

Em 2019, em um revés com sua filha Gianinna que responsabilizava seu 'entorno' por não cuidar bem dele, Maradona ameaçou doar todos os seus bens, que incluem investimentos, imóveis, carros de luxo, contratos de publicidade, entre outros.

"Eu sei que agora, à medida que envelhecemos, eles se preocupam mais com o que você vai deixar do que com o que você está fazendo. Eu digo a todas que não vou deixar nada, que vou doar. Tudo o que conquistei em minha vida vou doar", lançou em mensagem gravada.

Mas a lei argentina estabelece que dois terços do legado devem ser recebidos pelos filhos e pelo cônjuge e que eles não podem ser privados da herança. Só é possível doar um quinto de seus bens em testamento.

Em todo caso, desde a ameaça houve reconciliação, como demonstram as mensagens amorosas postadas nas redes tanto por Gianinna como por sua irmã Dalma, no aniversário de 60 anos de Maradona, em 30 de outubro.

"Aproveitei (Maradona) em todas as fases da minha vida, ora mais perto que hoje mas menos que amanhã. O meu grande exemplo de tudo o que é e de tudo o que não é. A quem admiro, ontem, hoje e sempre. Ele me ensinou a perdoar, a me perdoar ", escreveu Gianinna.

Dalma e Gianinna, que Pelusa teve com sua ex-mulher Claudia Villafañe, foram durante anos as únicas filhas reconhecidas por Diego e presenciaram a conturbada vida emocional de seu pai.

- Bastão na mão -

Após a morte do campeão mundial, as duas 'meninas' - agora mães de 31 e 33 anos - atuaram em conjunto com Villafañe, com quem Maradona teve uma disputa judicial ao acusá-la de ter mantido 458 objetos que fazem parte de suas conquistas como jogador de futebol.

Elas deixaram claro quem estava no comando e impuseram os horários do velório e do enterro. Resolveram também limitar o velório na Casa Rosada a 10 horas, tempo insuficiente para a paixão despertada por seu pai. A despedida terminou em caos.

Na madrugada do dia seguinte houve um pequeno velório privado para amigos e atletas convidados. Rocío Oliva, 30 anos, que viveu com Maradona por seis anos até 2018, denunciou que sua entrada foi impedida e precisou esperar na fila com o público em geral.

Os rumores atribuem essa recusa ao fato de Oliva não o visitar há muito tempo, embora ele quisesse vê-la.

As desavenças entre ex-companheiros e filhos de Maradona têm sido recorrentes e muitas vezes veiculadas em redes sociais e canais de televisão.

- Família reunida -

Maradona venerava seus pais, 'Don Diego' e 'La Tota', com quem foi sepultado. Mas a devoção do casal que teve 8 filhos não se refletiu em sua própria vida afetiva.

Claudia Villafañe, que conheceu aos 15 anos, foi sua primeira namorada e única esposa. Eles se casaram com uma festa fabulosa no final de 1989, quando Dalma tinha dois anos e Gianinna sete meses e se divorciaram em 2003.

Apesar de estarem separados há quase tanto tempo quanto o período que estiveram juntos, Claudia ocupou o lugar da viúva e ninguém parecia questionar.

Meses antes de Dalma chegar ao mundo, Diego Junior nasceu. O 'camisa 10' demorou 29 anos para reconhecer o fruto da sua relação com a italiana Cristina Sinagra e a admiti-lo entre os seus. Infectado com Covid-19, Diego Junior não pôde viajar da Itália para o funeral.

Jana, nascida em 1996, sua filha com Valeria Sabalain e que Maradona reconheceu 12 anos depois esteve no funeral. Nos últimos tempos, foi a mais presente, junto com Diego Fernando, de 7 anos, filho de Verónica Ojeda, ex-namorada de Maradona, com que conviveu por uma década.

Um dos últimos desejos de Maradona foi reunir seus filhos no aniversário de 60 anos, mas ele não conseguiu. Amigos próximos especulam que a frustração lhe causou uma depressão profunda.

Segundo Matías Morla, o advogado de Maradona detestado por Dalma e Gianinna por ter litigado contra sua mãe, o 'camisa 10' tem pelo menos mais três filhos em Cuba, não reconhecidos.

AFP

Briga judicial pelos bens de Maradona

Herança de Maradona deve acabar em briga judicial e pode ser dividida com até 11 filhos

Seis pessoas tentam reconhecimento de paternidade do ex-jogador; Valor total da herança é desconhecido

Lance

As consequências da morte do ídolo Diego Maradona prometem não acabar tão cedo. Não só pela dor causada em sua enorme legião de fãs, mas também por tudo que construiu e deixou para trás. Agora, o inventário de seus bens chama atenção e o assunto deve parar nos tribunais.

De acordo com o "Clarín", os bens materiais de Diego Maradona incluem inúmeras fazendas, veículos e joias caras. Entretanto, não se tem uma disposição oficial da totalidade ou do valor de todo o patrimônio que "Pipo" deixou antes de partir. Tudo isso, em tese, ficará para seus cinco filhos: Dalma, Giannina, Diego Fernando, Jana e Diego Sinagra. Mas a lista pode aumentar - e muito.

Seis pessoas alegam há algum tempo serem filhos de Diego Maradona e os processos correm na justiça até hoje. Ao todo, os argentinos Santiago Lara e Magalí Gil e os cubanos Harold, Johanna, Lu e Javielito, todos com a mesma faixa de idade entre 18 e 24 anos, buscam o direito de reconhecimento e de receberem o sobrenome do lendário ex-jogador.

Lance

Fortuna de Maradona giraria em torno de 500 milhões de dólares

Segundo Fortuna do ex-jogador argentino Diego Armando Maradona pode estar avaliada em R$ 2,5 bilhões

Em vida, o ídolo argentino Diego Armando Maradona afirmou que não deixaria nada para a família

Com a morte de Diego Armando Maradona, vítima de uma parada cardíaca no dia 25 de novembro, agora tem início uma briga judicial pela herança do maior ídolo do futebol da Argentina. De acordo com o jornal Clarín, o advogado Matias Morla será o responsável por fazer a divisão entre os familiares do ex-jogador, que, ainda em vida, chegou a declarar que não deixaria nada para seus parentes.

Segundo uma projeção feita pelo site especializado em economia Celebrity Net Worth, a fortuna de Maradona giraria em torno de 500 milhões de dólares (cerca de R$ 2,5 bilhões). “Durante sua carreira como jogador e treinador, Maradona ganhou dezenas de milhões de dólares em salários e patrocínios. Nos anos 1980, ele era um dos atletas mais bem pagos do planeta, faturando milhões por ano com salários e patrocínios”.

No entanto, também ventila-se que tal valor seja consideravelmente menor: US$ 100 milhões (R$ 533 milhões na cotação atual). Os bens estão divididos entre casas na Argentina e outros lugares do mundo, como Dubai, carros de luxo e itens curiosos, como um anel da Bielorrúsia usado como amuleto enquanto técnico do Gimnásia y Esgrima, de La Plata, no valor de 300 mil euros, e um carro anfíbio.

AM News