quarta-feira, 25 de abril de 2018

Alvo de críticas

Assembleia Legislativa da Paraíba recua e revoga guarda militar para ex-governadores


A Assembleia Legislativa da Paraíba revogou, nesta quarta-feira (25) por unanimidade, o projeto de Lei que criava a guarda militar para ex-governadores. A lei havia sido sancionada no início do mês pelo governador Ricardo Coutinho (PSB) e foi alvo de críticas.
O autor do projeto, deputado Hervázio Bezerra (PSB), informou que reconheceu o erro ao apresentar o texto, por isso propôs a revogação, mas disse que não aceitaria que este ato fosse usado como “palanque da oposição”. Mesmo assim, o socialista continuou na defesa do projeto, que segundo o parlamentar iria garantir proteção de Ricardo.
Já o deputado Tovar Correa Lima (PSDB) questionou o porquê do próprio governador não ter revogado a criação da guarda. Já o emedebista Raniery Paulino atacou Hervázio durante o discurso e disse que o socialista “fez uma grande besteira no passado”.
A guarda seria formada por três policiais militares, escolhidos pelo próprio ex-governador. Coutinho seria o primeiro beneficiado com a criação, que foi contestada inclusive pelo Ministério Público de Contas, que apontou uso “imoral” do serviço público como se fosse particular.
MaisPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário