sábado, 20 de julho de 2019

Site quer saber em quem você votaria para prefeito de Juru "se as eleições fosse hoje"?

BLOG JURU EM DESTAQUE REALIZA ENQUETE PARA SABER A INTENÇÃO DE VOTO DO ELEITOR JURUENSE, 'SE AS ELEIÇÕES FOSSEM HOJE'

Foto da capa, A imagem pode conter: céu e atividades ao ar livre
Foto: Reprodução/Internet
Faltando pouco mais de um ano para as eleições municipais, o Blog JURU EM DESTAQUE quer saber "Se as eleições para prefeito de Juru fossem hoje, quem seria o melhor candidato".
As opções são o empresário Milton Miguel e a vereadora Solange, os dois nomes mais cotados de pre-candidatos a prefeito até o momento.  
Embora este seja o método mais difícil para o usuário expressar sua intenção de voto, ele não poderá repeti-lo senão por meio de outros e-mails criados com essa finalidade, cujas planilhas serão divulgadas logo que estes forem identificados. Portanto, para votar e que não haja possibilidade de fraudes que permita que alguém vote mais de uma vez, é necessário estar logado em alguma conta Google (G-mail e etc).
A Enquete terá duração de três dias, tendo iniciado hoje (20) pela rede social Facebook, com previsão de terminar na próxima segunda-feira (22), às 10h30. 
Vale ressaltar, que essa Enquete é apenas em caráter interativo do site, não válido para usar em futuras campanhas.
SE AS ELEIÇÕES PARA PREFEITO DE JURU FOSSEM HOJE, QUEM VOCÊ ACHA QUE SERIA O MELHOR CANDIDATO?

Prefeito de Juru teria escolhido nome para sua sucessão

LUIS GALVÃO TERIA DECIDIDO APOIAR AS VEREADORAS  SOLANGE E JESUS, PARA PREFEITA E VICE, RESPECTIVAMENTE

Foto: Reprodução/Internet
As eleições de 2020 ainda estão longe, mas movimentos de bastidor sinalizam que estão mais perto do que se imagina. No município de Juru, no Sertão da Paraíba, por exemplo, diferentes nomes já se colocaram como pre-candidatos à sucessão do prefeito, inclusive o atual vice, um dos primeiros que entraram no pre-aquecimento para disputa.
No entanto, embora não tenha definido oficialmente o nome do candidato do seu grupo, segundo interlocutores a preferência do prefeito Luis Galvão está concentrada na vereadora Solange Félix, que a algum tempo está em franca campanha e busca desempenho para se tornar competitiva eleitoralmente. A vaga de vice seria da também vereadora Jesus, esposa de Silvino, que por sua vez tentaria retornar à Câmara.
De acordo com comentários, Luis Galvão teria prometido apoiar outros nomes, a exemplo do ex vereador Silvino e do vereador Wanderley, ambos ex arqui inimigos do gestor, apenas como estratégia para neutralizar adversários. Quando dizia, pois, que apoiaria aquele que estivesse melhor nas pesquisas, demonstrava que não iria colocar todos os ovos na mesma cesta, concentrando todas as fichas até tirar o coelho da cartola. 
A imagem pode conter: Milton Miguel, sentado e área internaA imagem pode conter: 1 pessoa, close-up
Pelo andar da carruagem, o duelo de 2020 pela prefeitura de Juru acontecerá entre o empresário Milton Miguel e a vereadora Solange Félix - Fotos: Reprodução/Internet
Concluindo seu segundo mandato, Luis Galvão opta por escolher alguém que o blinde contra possíveis retaliações por conta de medidas tomadas enquanto esteve oficialmente no poder. Comenta-se, inclusive, que o gestor juruense preparava Marquinhos Alves para ser seu sucessor em 2020, mas percebeu que faltava habilidade política e densidade eleitoral ao seu fiel aliado. 
Contudo, embora a gestão não seja um fenômeno de aprovação, o candidato que tiver o apoio de Luis Galvão será favorecido por uma oposição frágil ou quase nula, uma vez que o ex vereador Silvino saiu de cena e não fez nenhuma grande oposição no município após ser derrotado em 2012 e 2016, quando disputou a prefeitura. Daí, o surgimento de Milton Miguel no jogo. 
De acordo com informações, a escolha da chapa Solange e Jesus teria causado estremecimento no vice-prefeito Eduardo Pires, que poderá se aliar ao empresário Milton Miguel, um nome novo no meio político. Sem mácula e politicamente desconhecido até ter decidido entrar na disputa pelo comando do Executivo Municipal, Milton se tornou um forte adversário de qualquer outro pre-candidato, não só pela estrutura que dispõe, mas também por se propor a fazer política com P maiúsculo, pensando na cidade, fato este que o fez superar outros nomes que há muito tempo tinham se lançado, mas que já podem ser considerados fora da disputa nessas alturas do campeonato.

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Cantor Agnaldo Timóteo recebeu alta na tarde de hoje

Após 59 dias internado, Agnaldo Timóteo recebe alta de hospital em São Paulo na tarde desta sexta-feira


Foto: Reprodução/Rede TV
O cantor Agnaldo Timóteo, de 82 anos, recebeu alta do hospital na tarde desta sexta-feira (19) após passar 59 dias internado. A informação foi confirmada pelo sobrinho do músico, que também é seu assessor.
Aguinaldo estava internado desde 21 de maio após sofrer um princípio de AVC (acidente vascular cerebral). Durante a recuperação ele chegou a ficar alguns dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
Era por volta das 14h30 de hoje quando ele voltou pra casa onde dará continuidade ao tratamento. Aguinaldo passará alguns meses por fisioterapia para recuperar movimentos nas pernas. Ele também deve ser submetido a sessões de fonoaudilogia.
Portal T5

Defesa de Lula tem mais um pedido negado pela Justiça

Justiça mantém desembargadores em processo do ex-presidente Lula sobre sítio em Atibaia

Lula foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão na ação penal sobre as reformas realizadas na propriedade


Justiça mantém desembargadores em processo de Lula sobre sítio
Em fevereiro, Lula foi condenado a 12 anos e 11 meses de prisão na ação penal sobre as reformas realizadas na propriedade. Após a sentença, a defesa recorreu da decisão e também disse que os dois magistrados devem ser afastados do julgamento do caso por não serem imparciais. 
De acordo com os advogados, Thompson Flores não pode julgar o caso por ter dado declarações à imprensa, quando ocupou cargo de presidente do TRF4, sobre o caso do triplex do Guarujá (SP), outro processo em que Lula foi condenado. Além disso, a defesa disse que o desembargador interferiu ilegalmente ao anular a decisão do desembargador Rogério Favreto, que mandou soltar o ex-presidente no ano passado. 
Sobre Gebran Neto, a defesa disse que ele tem relação íntima com o ex-juiz Sergio Moro, que atuou no processo antes da sentença proferida pela juíza Gabriela Hardt. 
Por unanimidade, ao analisar o caso, a Quarta Seção entendeu que Thompson Flores se manifestou na condição de ex-presidente para apoiar o cumprimento das decisões do tribunal. No caso de Gebran Neto, o colegiado decidiu arquivar a petição por entender que a defesa protocolou o pedido fora do prazo processual. 
Lula está preso desde 7 de abril do ano passado pela primeira condenação no caso do triplex em Guarujá (SP). 
Notícias ao Minuto com informações da Agência Brasil 

União do útil ao agradável rumo à prefeitura do Recife

De 'olho' na prefeitura do Recife, filho do ex-governador Eduardo Campos engata romance com Tabata Amaral


O rompimento do noivado do deputado João Campos (PSB) com a filha do ex-prefeito de Ipojuca, Carlos Santana, e da deputada Simone Santana, Lara Santana, já tem um motivo.
Trata-se da jovem deputada Tabata Amaral (PDT), que recentemente votou a favor da Reforma da Previdência, irritando o “coronel” cearense Ciro Gomes.
A informação do rompimento do noivado e do casamento que aconteceria no final desse ano foi antecipada pela colunista da Folha de Pernambuco, Roberta Jungmann, e explodiu como uma “bomba” no meio político e empresarial da cidade. Estima-se que a família Santana teve um prejuízo de quase R$ 500 mil com o fim do romance, que já durava 9 anos. Seria uma festa com toda pompa, com cerca de 400 convidados de todo o Brasil.
650x0 1563464343 5d30929774c3a - AMOR POR CONVENIÊNCIA? filho de Eduardo Campos engata romance com Tabata já de 'olho' na Prefeitura do Recife
Foto: Facebook Roberta Jungmann
Em todos os corredores de Brasília já se sabe que o deputado João Campos (PSB) e a deputada Tabata Amaral (PDT) estão muito próximos e devem oficializar o namoro nos próximos meses. O Blog tentou falar com os dois sem sucesso, mas já se sabe que o rompimento se deu por iniciativa de Campos, que é o candidato oficial do PSB á sucessão do prefeito Geraldo Júlio. Nenhum dos dois quer apressar oficialização de nada por enquanto.
A deputada Tabata Amaral tem também um longo relacionamento com um colombiano, que ainda está na chamada “DR”.
Além do “amor”, a nova união também envolve uma boa “dose de marketing” e de “casamento político”, segundo especialistas ouvidos pela reportagem. Os dois jovens são apontados como figuras novas na política, e Tabata Amaral tem se destacado no Congresso depois de ser uma das líderes do grupo “Movimento Acredito”.
“A eleição mudou com a chegada das redes sociais”, analisa Marcello Gusmão, especialista em marketing eleitoral. “Tudo de imagem positiva agrega e viraliza”, completa.
A proximidade ficou maior quando os dois foram escolhidos para fazerem parte da comissão externa de Educação.
Em 2018, ela foi uma das deputadas mais votadas do país com 264 mil votos, e já esteve até mesmo com Barack Obama: “É uma pessoa extremamente humana, doce e que escuta as pessoas”, disse Tabata Amaral sobre o encontro com o ex-presidente americano.
Por sua vez, João Campos ascendeu a estrela de primeira grandeza no PSB pouco depois do falecimento do pai, o ex-governador Eduardo Campos, em um acidente de avião, em 2014. Talentoso, bem articulado, ele é tido como sucessor natural do espólio político do pai, e conta com o apoio da mãe, Renata Campos, e de 99% do apoio do partido.
O único que fez cara feia com o “projeto” foi o deputado Felipe Carreras (PSB), que pensou que no partido se respeitaria a “fila” e os serviços que ele prestou ao ex-governador e ao partido. Ledo engano. O ex secretário já caiu na real e já flerta com o MDB, do líder do governo Bolsonaro no senado, Fernando Bezerra Coelho, para tentar viabilizar seu sonho de comandar a cadeira de Geraldo Júlio. Aliás, Carreras também namora uma famosa: A atriz da Globo, Amanda Richter.

650x0 1563466747 5d309bfb32089 - AMOR POR CONVENIÊNCIA? filho de Eduardo Campos engata romance com Tabata já de 'olho' na Prefeitura do Recife
O deputado Felipe Carreras (PSB) e sua namorada, a atriz Amanda Richter

Mas, voltando sobre Tabata Amaral, fica a pergunta.
Quem não gostaria de uma namorada dessa para tentar a Prefeitura do Recife?
O Deputado Federal Túlio Gadêlha (PDT) fez o mesmo com a apresentadora global, Fátima Bernardes. Candidato a deputado federal em 2014, Gadêlha obteve apenas 3.495 votos e não se elegeu.
Após começar a namorar a apresentadora, nas eleições de 2018 ele teve 75.642 votos.

650x0 1563467294 5d309e1e65fd9 - AMOR POR CONVENIÊNCIA? filho de Eduardo Campos engata romance com Tabata já de 'olho' na Prefeitura do Recife
Candidato à prefeito do Recife, Tulio Gadelha (PDT) está com a jornalista Fátima Bernardes (Globo)

Não é que o sentimento não exista, mas como diria aquele velho ditado: “É sempre bom e aconselhável unir o útil ao agradável.”
E em política, como no amor, ninguém faz nada por “acaso” e nem de “graça”.
Fonte: Ricardo Antunes

Combate à corrupção

Força-tarefa da Operação Lava Jato recupera mais de 1,5 bilhão em recursos desviados


O Ministério Público Federal (MPF) informou nesta quinta-feira (18), que a força-tarefa da Lava Jato em Curitiba conseguiu recuperar mais R$ 67 milhões que estavam no exterior. Somente no primeiro semestre deste ano, o MPF recuperou mais de R$ 1,5 bilhão. A informação é do site O Antagonista.
Segundo a Procuradoria, conforme o site os valores foram “desviados em decorrência de crimes praticados para a celebração de contrato entre Petrobras e Odebrecht” e haviam sido direcionados para Aluísio Teles Ferreira Filho, Ulisses Sobral Calile e Mário Ildeu de Miranda em contas fora do país.
Os valores integram os mais de R$ 13 bilhões recuperados pela Lava Jato ao longo dos cinco anos de operação.
Fonte: Polêmica Paraíba com O Antagonista

200 dias de Bolsonaro no Palácio do Planalto

Presidente Jair Bolsonaro amplia Lei da Ficha Limpa e normatiza queijo artesanal


j.bolsonaro.s.lima .8.abr .2019 1 2 868x644 300x223 - 200 DIAS NO PLANALTO: Bolsonaro amplia Lei da Ficha Lima e normatiza queijo artesanal
Presidente Jair Bolsonaro - (PSL)
Com a atividade econômica patinando, o presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta 5ª feira (18.jul.2018) um pacote de medidas que incluem a revogação de decretos e a liberação do queijo artesanal. O anúncio foi feito em cerimônia alusiva a seus 200 dias de governo, no Palácio do Planalto.
Eis as principais medidas anunciadas pelo governo:
Revogação de leis e decretos 
O governo revoga 907 medidas que considerava sem aplicação prática, “implicitamente revogados” ou “com validade prejudicada”. Serão 324 decretos e 583 leis e decretos-lei, que eram considerados obsoletos pelo Executivo. A ideia é otimizar os serviços oferecidos e simplificar o arcabouço legal do país;
Ficha limpa 
Os pré-requisitos atualmente exigidos para poder exercer postos de confiança, como enquadramento na Lei da Ficha Limpa, idoneidade moral e boa reputação, passarão a ser cobrados para todos os cargos comissionados e de confiança da administração direta, de autarquias e fundações. Anteriormente, critérios eram exigidos apenas para funções do tipo no Executivo, de assessoramento superior e do Grupo de Direção. A ação assinada nesta 5ª feira (18.jul), segundo o governo, atinge 100 mil pessoas, e começa a valer a partir de 1º de agosto deste ano;
Conselho da OCDE 
Criação de 1 conselho para acompanhar a adesão do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico). A responsabilidades desse órgão será de aprovar uma estratégia de preparação do país e da comunicação do processo.
Selo Arte 
Criação de uma certificação que vai avaliar a qualidade dos alimentos de origem animal produzidos no país de forma artesanal.
Estatuto do idoso
Consolidação por meio de decreto de todas as normas sobre pessoas idosas;
Medida Provisória da Defensoria Pública
DPU (Defensoria Pública da União) pode manter funcionários requisitados por outros órgãos como apoio;
Cinema 
Transferência do Conselho Superior do Cinema do ministério da Cidadania para a Casa Civil;
Queijo artesanal 
Será enviado ao Congresso, por iniciativa parlamentar, 1 projeto de lei cria regra específica para caracterizar queijo artesanal, normatizando a produção e comercialização.
Fonte: PODER 360

Número reduzido de doadores de órgãos na Paraíba

Pesquisa mostra que 66% das famílias paraibanas se negam a autorizar doação de órgãos de seus entes


rgos - Pesquisa mostra que 66% das famílias paraibanas se negam a autorizar doação de órgãos de seus entes
Uma entrevista realizada pela Central de Transplante Estadual, mostrou que 66% das famílias paraibanas diz “não” para a doação de órgãos de seus entes. Segundo Gyanna Lys Montenegro, diretora da Central de Transplante Estadual esse é o maior entrave para o crescimento no número de transplantes na Paraíba.
“O principal motivo que faz as listas de espera para transplante serem tão demoradas é o número reduzido de doadores diante da grande demanda de pacientes que esperam pela cirurgia. Muitas pessoas deixam de doar seus órgãos por desconfiar da segurança na confirmação do diagnóstico de morte encefálica; e, nos casos de doação ainda em vida, o medo é relacionado ao restabelecimento do organismo após a doação, bem como aos riscos envolvidos em cirurgias complexas”.
A diretora da Central de Transplantes diz a associação existe para que haja segurança tanto para o doador quanto receptor.
“A Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) existe para assegurar que qualquer procedimento relacionado ao transplante seja realizado somente nos casos onde não se oferece qualquer risco tanto ao doador quanto ao receptor”.
Gyanna Lys acredita na doação de órgãos como sendo um ato espontâneo e solidário.
“Apesar da resistência, o número de doação de órgãos e transplantes realizados no Brasil no primeiro semestre de 2018 subiu 7% em relação ao mesmo período de 2017, segundo dados do Ministério da Saúde. No entanto, mesmo sendo o segundo maior transplantador do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, a demanda no país ainda ultrapassa muito o número de cirurgias realizadas, resultando em angustiantes filas de espera. A Paraíba seguiu a tendência nacional e, apesar dos transplantes de córnea e fígado terem crescido nos últimos quatro anos, ainda está distante do satisfatório”.
Ela destaca ainda que a Paraíba está capacitada para realizar transplantes de rins e coração e conta como se tornar um doador.
“Importante pontuar que a Paraíba tem capacidade de realizar também transplantes de rins, coração e medula óssea, no entanto, o número de doações é muito baixo com a maioria dos órgãos transplantados vindos de outros estados. Para tornar-se um doador, basta comunicar seu desejo aos familiares”.
Fonte: Polêmica Paraíba

Noite de sexo acaba em tragédia

TRAGÉDIA: casal despenca do nono andar de prédio enquanto fazia sexo em varanda de quarto


1 ef 12130710 300x201 - TRAGÉDIA:  casal despenca do nono andar fazer sexo em varanda de quarto 

Tudo começou com uma noite de sexo, mas acabou em tragédia. Na movimentada cidade de São Petersburgo, na Rússia, um casal caiu do nono andar de um prédio enquanto transava. A mulher morreu na hora e o homem acabou sobrevivendo à queda. As informações são do jornal britânico ‘Daily Mail.’
Apesar da altura, o homem teve apenas leves escoriações graças a uma árvore e ao próprio corpo da mulher. Relatos de vizinhos falam em um aparelho de TV que caiu minutos antes do mesmo apartamento.
Depois de acionada, a polícia foi recebida com agressividade e até um esfregão foi jogado contra as autoridades. Ninguém foi preso e a polícia investiga a morte. A suspeita é que o casal estava bêbado no momento da queda.
Fonte: Meia Hora

Alívio no bolso do consumidor

Distribuidoras poderão vender gás de cozinha direto ao consumidor e preços podem cair


gas de cozinha 09042019183912847 - ALÍVIO NO BOLSO: distribuidoras poderão vender gás de cozinha direto ao consumidor e preços podem cair

Foi aprovada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), nesta quinta-feira (18), a revogação de resoluções editadas pelo governo em 2016 e que proibiam a venda direta de botijões de GLP (gás de cozinha) por distribuidores de combustíveis. A informação é do portal Estadão.
“É o fim da obrigatoriedade que o botijão de gás de cozinha de 13 kg tenha que passar pelo revendedor de GLP antes de chegar ao consumidor. Assim estamos eliminando uma restrição regulatória que nunca se confirmou na prática”, disse o diretor-geral da ANP, Décio Oddone.
“A questão do GLP é crucial, hoje ele é vendido R$ 70 em média, mas tem lugares que são R$ 100. O valor do produto corresponde a cerca de R$ 26, os tributos são R$ 12 e o resto são as margens de distribuição e revenda”, explicou o diretor-geral da ANP.
 Segundo o site, para permitir a venda direta, foram revogados os artigos 36 da resolução 49/2016 e 27, da 51/2016, que proibiam os distribuidores de GLP de participar diretamente da atividade de revenda.
“Nós estamos trabalhando no sentido de aumentar a competitividade, que tem como pano de fundo melhorar o preço pro consumidor”, disse o diretor Dirceu Amorelli.
Ele disse ainda que a decisão é importante por se tratar do primeiro passo na direção de uma regulação menos restritiva no setor.
Fonte: Polêmica Paraíba com Estadão - Créditos: Estadão

quinta-feira, 18 de julho de 2019

Polícia confirma que arma encontrada em casa de deputada foi usada em crime

Arma encontrada na casa da deputada Flordelis foi usada para matar pastor, diz Polícia Civil

O marido de Flordelis foi morto no dia 16 de junho depois de chegar em casa, em Pendotiba, Niterói


Arma encontra na casa de Flordelis foi usada para matar pastor, diz PC
Naquele dia, a deputada contou que no trajeto para casa percebeu que o carro do casal estava sendo seguido por duas motos. Ainda segundo Flordelis, depois de entrar em casa, o marido voltou à garagem, onde foi atingido por tiros.
Durante depoimento à titular da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), Bárbara Lomba, responsável pelo inquérito, Flávio, filho biológico da deputada confessou ter dado seis tiros no pastor. Ele e o irmão adotivo Lucas estão presos temporariamente na DHNSG. O período da prisão temporária dos dois termina esta semana e pode ser renovado por mais um mês. 
Nesta terça-feira (16), quando completa um mês da morte do pastor Anderson, a parlamentar postou uma mensagem no seu perfil no Facebook. “Minhas fotos ao lado dele foram sempre felizes e sorrindo... infelizmente, hoje dói! Dói a dor da perda, a dor da saudade, a dor da falta que ele me faz. UM MÊS SEM MEU NIEL! Te amarei eternamente!”
O advogado Ângelo Máximo, que defende a família de Anderson, disse em entrevista à Agência Brasil que os parentes ainda não tiveram acesso às investigações, porque não foi constituída como assistente de acusação, uma vez que isso só ocorre no decorrer da ação penal se for apresentada denúncia pelo Ministério Público com a finalização do inquérito policial.
A família, segundo ele, vem acompanhando o caso pela imprensa e as novas informações como a confirmação pela polícia civil sobre a arma do crime. “Teve o laudo da arma, teve a pulseira que apareceu no o pulso da deputada que disse que tinha sido roubada junto com celulares, parece que tem outro laudo que mostra que os cachorros não foram sedados, se não saiu este laudo está por sair, ou seja, pessoas conhecidas estavam no local e por isso os cachorros não latiram. Tem o laudo da fogueira que está para sair também, de coisas da fogueira no local onde não foi nada queimado”, disse.
A assessoria de imprensa da deputada informou que, por causa do sigilo das investigações, Flordelis não está fazendo declarações aos jornalistas e, por isso, não faria comentários sobre o caso e nem a confirmação da arma usada no crime. O advogado Fabiano Migueis, que presta assessoria jurídica a parlamentar disse à Agência Brasil que, atualmente, ela presta informações à polícia na qualidade de testemunha.
Migueis disse que a conclusão sobre a arma usada no crime ter sido encontrada na casa da deputada é uma prova técnica e, a princípio, Flordelis respeita o trabalho da polícia e aguarda a resolução do caso. “Não tem o que contestar. É uma prova técnica. Se houver alguma contestação cabe à defesa do Flávio, porque a indicação é de que essa arma é do Flávio. A deputada não tem o que falar”, disse.
Ainda conforme o advogado, Flordelis continua com a opinião de que os filhos não estão envolvidos no crime. “Ela não acredita e desconhece qualquer motivo que tenha ocasionado uma discordância na família, porque a família vivia em total harmonia. Agora, se depois das investigações o inquérito apontar que o responsável é um ou mais filhos, ela vai respeitar”.
Migueis também criticou o advogado da família do pastor, que para ele, não tem acesso às investigações e para a deputada “quer holofote”. De acordo com Migueis, a deputada considera que o advogado não tem credibilidade e atrapalha a investigação. 
Também por questão de sigilo, a delegada Bárbara Lomba também não respondeu aos questionamentos da reportagem.
Notícias ao Minuro com informações da Agência Brasil

Boatos sobre facada em Bolsonaro

Inquérito desconstrói fake news de facada desferida em Jair Bolsonaro, diz delegado

O delegado do caso afirmou que Adélio Bispo planejou a facada sozinho


Inquérito desconstrói fake news de facada em Bolsonaro, diz delegado
Até agora, segundo Rodrigo Morais, delegado responsável pelo caso, não há indicativo de que outras pessoas estejam envolvidas.
"Na verdade, a gente tem desconstruído muitas fake news que apontam participação de outras pessoas. Temos demonstrado, através de perícia e outras diligências policiais, que muitas não procedem", afirma.
A polícia considera que já ficou comprovado que Adélio estava sozinho no ato de campanha no centro de Juiz de Fora (MG) quando atacou Bolsonaro, em setembro de 2018. Contudo, ainda apura se alguém o incentivou ou custeou suas despesas. 
Entre os boatos que circulam na internet e que são checados pela investigação está o vídeo "Facada no mito", uma teoria conspiratória que diz que Bolsonaro teria forjado o ataque a si mesmo. O vídeo de quase uma hora tem mais de 1 milhão de visualizações no YouTube.
Outro vídeo que foi apurado chegou a ser compartilhado pelo próprio presidente Bolsonaro em seu perfil no Twitter, no dia 11 de junho.
Nele, o advogado de defesa de Adélio, Zanone Manuel de Oliveira, abordado em Juiz de Fora (MG) por uma mulher, responde à pergunta "a quem interessa esconder quem mandou matar Bolsonaro" dizendo: "a pessoa que me pagou". No mesmo vídeo, o advogado diz que teve despesas bancadas por emissoras de televisão.
Na última segunda-feira (15), Zanone prestou depoimento à Polícia Federal para esclarecer as afirmações. À reportagem ele disse que se referia a jornalistas que insistiram em pagar almoços, jantares ou cafés quando se encontravam para entrevistas sobre o caso.
Ele também afirma que, quando falou sobre despesas pagas por emissoras, referia-se a uma viagem a Campo Grande (MS) - onde Adélio está preso - paga por um canal que queria uma entrevista com seu cliente.
Em depoimento, Zanone manteve a versão que tem contado desde que assumiu o caso. Segundo ele, um dia depois do atentado a Bolsonaro, uma pessoa o procurou e pagou R$ 5.000 adiantados. Com a repercussão, porém, a pessoa, que frequentava a mesma igreja de Adélio, sumiu. O advogado decidiu seguir com a defesa mesmo assim. 
À PF Zanone contou ainda que quem o contratou seria de Montes Claros (MG). Em março, a polícia fez um pedido para que a Advocacia-Geral da União (AGU) entre com recurso contra a decisão do Tribunal Federal da 1ª Região, que suspendeu as investigações sobre o advogado.
"Infelizmente, a pessoa não voltou para acabar de acertar. Eu não teria colocado aquela equipe toda, no início, se eu não estivesse na esperança de celebrar um contrato grande", diz Zanone. 
Segundo o delegado Rodrigo Morais, o inquérito, que corre em sigilo, é acompanhado desde o início pelo advogado de Bolsonaro. Ele teria, inclusive, proposto algumas diligências à investigação.
Passados dez meses do crime, a investigação já ouviu mais de 100 pessoas que conviveram ou encontraram com Adélio nos últimos anos. O prazo de conclusão do inquérito vence no final de agosto, mas ele pode ser prorrogado. A PF ainda deve ouvir mais pessoas e periciar materiais. "A ideia é encerrar todas as possibilidades. Não deixar nenhuma dúvida", afirma o delegado. 
Na terça-feira (18), o processo contra Adélio, que corria na Justiça Federal, foi encerrado. Nem o Ministério Público Federal nem Bolsonaro recorreram à sentença que reconheceu que Adélio é portador de transtornos mentais e o considerou inimputável -incapaz de responder pelos próprios atos.
Na decisão, que o enquadrou na Lei de Segurança Nacional por crime político, Adélio recebeu medida de segurança, que prevê internação em um hospital de custódia, com tratamento psiquiátrico. O juiz decidiu mantê-lo no presídio federal onde ele está desde setembro, para garantir sua integridade física. 
Notícias ao Minuto

Angra 3 é incluída em programa de privatizações

Usina Nuclear de Angra 3 entra no Programa de Parcerias de Investimentos da Presidência da República

O governo quer encontrar um sócio privado para concluir as obras da usina


Angra 3 entra em programa de privatizações
O governo já deixou claro que será preciso encontrar um sócio privado para concluir a usina, que já consumiu R$ 7 bilhões e deve demandar, pelo menos, outros R$ 15 bilhões. Sozinha, a Eletronuclear, subsidiária da Eletrobrás, não tem condições de tocar a obra.
As propostas em análise para Angra 3 são o modelo de sociedade, com participação minoritária da Eletronuclear, e a contratação de uma construtora, que seria paga com recursos oriundo da venda da energia da usina.
No ano passado, o então Ministério da Fazenda (hoje Ministério da Economia) deixou claro que tinha dúvidas sobre os impactos para o consumidor e até mesmo sobre a pertinência de retomar ou não as obras da usina nuclear. Sobre o modelo societário, a área dizia que ela tinha "risco fiscal significativo" e "premissas improváveis".
O decreto publicado ontem diz que o comitê interministerial terá 180 dias para concluir os trabalhos, prorrogáveis por igual período. A proposta final será submetida ao Conselho do PPI, formada por ministros e pelos bancos públicos. Caixa e BNDES financiaram a obra e têm interesse direto em sua conclusão, projetada para 2026. Os bancos só aceitam dar um "waiver" (perdão) para a dívida após a publicação do edital - o que deve ocorrer apenas em 2020.
Projeto do período militar, Angra 3 começou a ser construída em 1984. Suas obras prosseguiram até 1986, quando foram paralisadas devido a dificuldades políticas e econômicas, após a explosão do reator da usina de Chernobyl, na Ucrânia. O projeto foi retomado em 2009, com custo estimado de R$ 8,3 bilhões e inauguração prevista para 2014.
Investigações realizadas pela Polícia Federal descobriram desvios de recursos na obra e resultaram na prisão de executivos da Eletronuclear. Em março, o ex-ministro de Minas e Energia Moreira Franco e o ex-presidente Michel Temer também foram presos, sob suspeita de que teriam recebido propina durante o início da construção da usina. Ambos foram soltos dias depois. 
Notícias ao Minuto com informações do jornal O Estado de S. Paulo