quarta-feira, 16 de abril de 2014

Município de Juru ganha nova secretaria

.


Juru agora passa a ter uma nova secretaria, Secretaria de Cultura, secretaria essa que antes era vinculada a Educação (SECRETARIA DE EDUCAÇÃO , CULTURA E DESPORTOS) Agora passa a ter secretário próprio.

A "nova" secretaria municipal de Cultura do municipio de Juru - PB, foi criada em 06 de março de 2014 e tem como responsavél José Carlos Alves da Silva, mais conhecido com Zé Carlos, que tem o Magistério e é Técnico em Montagem e Manutenção de Computadores pelo o IFPB, e ao longo de sua carreira ficou conhecido por sempre fazer uma boa participação e incentivar a cultura no município de Juru - PB.

Segundo o Jovem secretario... Afirma que sabe que vai encontrar dificuldade na questão de orçamento, onde vai buscar do zero recursos para serem investidos como fomento de cultura, buscará fazer um resgate descentralizado no ramo cultural, onde ver potencial em todos o recantos do município juruense,
 "[...]claro que não vou idealizar um paraíso cultural, mais podemos aos poucos idealizar uma nova visão CULTURAL, resgatando as nossa raízes e tradições adormecidas [...] Disse Zé Carlos
Zé Carlos tem uma longa carreira: desde de      2009 ele é Coreografo do Corpo Coreográfico da Banda Municipal Capitão Dalmo Teixeira, do xaxado e da Junina renascer da cidade de Juru-PB e em 2010 oficineiro de Jazz Projovem Adolescente de Juru PB; e não para por ai, seu trabalho também é conhecido em outras localidades: 
  • ·         2010 - Oficineiro de Jazz Projovem Adolescente de Juru-PB
  • ·         2011 Profissionais Contratado na Prefeitura Municipal de Solidão-PE como instrutor grupo Cultural XAXADO BANDOLEIROS DE SOLIDÃO – Secretaria de Cultura
  • ·         2012 – Facilitador Cultural das cidades de Flores-PE e Quixaba-PE e Princesa Isabel-PB.
  • ·         2011 – Participante de Encontro de Bandas em Princesa Isabel-PB, Tavares-PB, e Flores-PE, como Instrutor do Corpo Coreografo da Banda Capitão Dalmo Teixeira.
  • ·         2012 – Coreografo do Balé Espetáculo de Natal de Princesa Isabel-PB
  • ·         2013- Aluno do Curso de Gestores Culturais da Paraíba Polo Patos-PB – 2013
  • ·         2013 – Coo-proponente e Coreografo do Projeto O resgate as raízes de nossa cultura popular patrocinado pelo FUNDO DE INCENTIVO Á CULTURA AUGUSTOS DOS ANOS (FIC) E PELA SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA. 

TENSÃO: PRESIDENTE E VEREADORES DO DEM EM CAMPINA ABREM DISSIDÊNCIA E SE REBELAM CONTRA EFRAIM MORAIS

Sem medo de sofrer qualquer punição por parte da executiva estadual, o presidente do Democratas em Campina Grande, Tales Albuquerque, e os vereadores Vaninho Aragão e Saulo Noronha, decidiram se rebelar contra o do presidente do DEM/PB, ex-senador Efraim Morais.

Aliados do senador Cássio Cunha Lima, Teles e os dois vereadores garantem que não o vão seguir a orientação de Efraim Morais, para apoiar a reeleição de Ricardo Coutinho (PSB). Integrantes da base governista na Câmara Municipal de Campina Grande, Vaninho Aragão e Saulo Noronha, não só vão apoiar a candidatura de Cássio, como, intensificar o discurso de oposição ao governo do Estado.”A nossa posição é clara. Vamos apoiar o projeto do senador Cássio”, afirmou Teles Albuquerque.

Vale lembrar que o DEM de Efraim Morais foi o responsável pela cassação do mandato por parte do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do deputado federal Walter Brito Neto (PRB-PB). Walter Brito foi cassado por infidelidade partidária. Ele foi o primeiro parlamentar federal a ser punido por trocar de partido após o prazo permitido pela legislação eleitoral. Brito Neto deixou o DEM para ingressar no PRB em setembro de 2007. 

O DEM então recorreu ao TSE pedindo de volta o mandato do deputado. Antes de ser concluído nesta quinta, o julgamento já havia sido interrompido duas vezes. Na eleição de 2006, o então candidato a deputado federal Walter Brito Neto conseguiu a primeira suplência e foi diplomado pelo DEM. Em setembro de 2007 deixou o partido para filiar-se ao PRB e ocupar a vaga decorrente da renúncia do deputado Ronaldo Cunha Lima, eleito pelo PSDB.

PBAgora

Primeiras Atrações do São João 2014 de Juru - PB Vazam na Internet

Segundo Informações que chegam a redação do Wânder Rudney, é que o Tradicional São João de Juru - PB, já tem data e algumas atrações praticamente confirmadas, ou em fase de contratações, como foi dito anteriormente em uma postagem no nosso blog, o São João de Juru contará com grandes nomes.

Segundo fontes seguras, o São João de Juru acontecerá praticamente nas mesmas datas, 19, 20 e 21 de Junho em praça pública, mais terá inicio no dia 12 na comunidade Cachoeira dos Costas, também terá festa na comunidade Dalmópolis, mais está para ser confirmada as atrações e a data.

Uma vasta programação está sendo preparada, em clima de copa do mundo, quadrilhas, comidas tipicas e grandes atrações estarão abrilhantando o evento, entre as atrações que estão sendo fechadas para o São João 2014 de Juru, estão: Tom Oliveira, Fábio & Nando, Forro Eletrizado, Badauê,  Sandrino Ferraz, Luiz Arranca Toco e Brasas do Forró. Mais Vale salientar que essas informações não são OFICIAIS, mais em breve a prefeitura estará se pronunciando e divulgando toda a programação, com as datas e atrações definidas.
Em Breve estaremos divulgando mais novidades.


Autoridades dos EUA afirmam que Telexfree é Piramide e arrecadou US$ 1,2 Bilhões

Massachusetts pede o fim das atividades e compensação aos investidores.
Empresa está bloqueada no Brasil e pediu concordata nos EUA.

Um relatório da Secretaria de Estado de Massachusetts, EUA, divulgado nesta terça-feira (15) afirma que a Telexfree é uma pirâmide financeira que arrecadou cerca de US$ 1,2 bilhão em todo o mundo. No documento, as autoridades pedem o fim das atividades da empresa, a devolução dos lucros e o ressarcimento das perdas causadas aos investidores, chamados de "divulgadores".
"Embora apresentado como uma mudança de paradigma em telecomunicações e publicidade, a Telexfree é meramente uma pirâmide velada e um esquema Ponzi (como também são conhecidas as pirâmides financeiras, em homenagem a Charles Ponzi, o homem que no início do século passado protagonizou uma das maiores fraudes financeiras da história) que tem como alvo a trabalhadora comunidade brasileiro-americana", diz a denúncia assinada pelo secretário William Galvin (Clique aqui para ler a íntegra do documento, em inglês).
No documento de quase 50 páginas, as autoridades de Massachusetts, onde fica a sede da Telexfree, afirmam que a empresa montou um esquema ilegal de venda fraudulenta de títulos e pedem a abertura de uma ação judicial  para que sejam interrompidas as atividades da empresa e que os investidores sejam compensados por suas perdas.
Segundo o relatório da investigação, dos cerca de US$ 1,2 bilhão que o grupo faturou de janeiro de 2012 a fevereiro de 2013, apenas US$ 238 milhões vieram da venda de pacotesde  telefonia VoIP (por meio da internet).
O documento destaca que a empresa prometia retorno de 200% a 250% aos "divulgadores", que compram e revendem pacote de contas e "recrutam" novos revendedores.
"Usando várias contas de bancos e entidades relacionadas, a Telexfree já arrecadou mais de US$ 90 milhões em Massachusetts e cerca de US$ 1 bilhão no mundo", afirma a secretaria Massachusetts.
A denúncia acontece um dia após a empresa anunciar que ingressou um pedido de concordata no Tribunal de Falências do Distrito de Nevada. Com a ação, as autoridades de Massachusetts tentam proteger alguns ativos para eventual ressarcimento das vítimas - um esforço que poderá ser frustrado caso o pedido de recuperação judicial seja aceito pelo Tribunal de Nevada. A corte ainda não apreciou as solicitações. As audiências estão previstas para os próximos dias.
Empresa sempre negou prática de pirâmide
Os representantes da Telexfree no Brasil não foram localizados pelo G1 para comentar o assunto. Desde segunda-feira (15), a reportagem deixou recados no escritório do advogado da empresa, Horst Fuchs, e enviou e-mails para a Telexfree no Brasil e nos Estados Unidos, mas não obteve retorno.

Após a divulgação do resultado das investigações do governo de Massachusetts, o site internacional da empresa saiu do ar. Segundo um comunicado, a página está em manutenção.
A empresa sempre negou a prática de pirâmide ou qualquer irregularidade. Em comunicado divulgado na sua página internacional na segunda-feira (14), o presidente interino da Telexfree, Stuart A. MacMillan, defendeu a recuperação judicial da empresa. "Esperamos que o nosso negócio vai continuar a operar, e tudo faremos para apoiar os nossos associados de vendas e clientes com novos produtos e melhoria dos serviços, incluindo os serviços de VoIP que estão se expandindo para alcançar mais de 70 países", afirmou.
As atividades da empresa no país estão suspensas desde junho de 2013, por determinação da Justiça do Acre, por suspeita de prática de pirâmide financeira. Em fevereiro, a Telexfree teve negado pela segunda vez seu pedido de recuperação judicial no Brasil. Para a Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES), a empresa não poderia fazer o pedido por ter menos de dois anos de atividade.
FONTE: g1

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Vem ai o 2° São João da Gente em Juru - PB


Atenção Juru - PB, as atrações para o São João 2014 da cidade, já estão sendo definidas, e em breve o Portal Juru em Destaque estará divulgando a mesmas para todo o povo forrozeiro de Juru e de toda região.
Nossa redação já está com alguns nomes de atrações que provavelmente estarão presentes nas festividades juninas deste ano, infelizmente não podemos anunciá-las agora, mais garantimos, GRANDES NOMES VIRÃO POR AI.

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Em Ponta Negra - RN.

Mulheres promovem orgia em lancha e mostram partes íntimas a banhistas


 (Clóvis Miranda)
(Clóvis Miranda)
As mulheres que estavam numa lancha chamada “Magnitude” protagonizaram cenas quentes na praia da Ponta Negra, no Rio Grande do Norte, na tarde deste domingo (06), ao tirarem a parte debaixo do biquíni para banhistas do local – dentre eles, crianças e adolescentes.
Ela mostraram as partes íntimas e dançaram ao público de centenas de pessoas por cerca de 30 minutos, sem que nada fosse feito por agentes do Corpo de Bombeiros ou da Polícia Militar (PM), que estavam na praia, no momento.
Segundo o site “A Crítica”, a lancha não foi abordada por uma equipe do Corpo de Bombeiros, apesar de acordo com o supervisor de área da 19ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), tenente Almeida, isso ter acontecido.
Segundo Alberto Simonetti Cabral Neto, advogado criminalista, o fato vê pena de ultraje público ao pudor, que prevê pena de 3 meses a um ano de detenção.
“Em tese, pelo episódio narrado pelo jornal, o ato foi criminoso e cabe pena ou multa, além de que ao presenciar o acontecimento, tanto o Corpo de Bombeiros, quanto a Polícia Militar deveriam ter intervido para cessar a situação”, disse.
VARELA NOTICIAS

Ensaio ousado

Em último ensaio nu, Fani aparece fazendo xixi em pé


Fani Pacheco ousou em seu último ensaio nu. Com liberdade para opinar nos cliques, ela se inspirou em uma personagem de Lindsay Lohan para compor cenas usando drogas e fazendo sexo oral. Outro clique que promete ‘causar’ é um em que ela aparece fazendo xixi em pé. 
BOCÃO NEWS

Demi Lovato

FOTOS ÍNTIMAS DE DEMI LOVATO VAZAM NA INTERNET; VEJA


Demi Lovato foi mais uma vítima de vazamento de fotos íntimas na internet! A cantora virou notícia neste fim de semana ao ter fotos nuas circulando pela rede. Nos cliques, Demi aparece beijando o namorado Wilmer Valderrama e também de topless na cama
Cantora, que não se pronunciou oficialmente sobre o caso, escreveu no Twitter: "Sou forte"
A cantora não se pronunciou oficialmente sobre os cliques, mas postou uma mensagem enigmática no Twitter.— Sou forte. Sou lutadora. Não me subestimem
Demi Lovato foi mais uma vítima de vazamento de fotos íntimas na internet! A cantora virou notícia neste fim de semana ao ter fotos nuas circulando pela rede. 
Segundo o Radar Online, as fotos nuas de Demi Lovato já 'estavam no mercado' há cerca de oito meses. Um pessoa procurou o site e fez uma proposta para vender os cliques, que foram feitos pelo celular da cantora
Nos cliques, Demi aparece beijando o namorado Wilmer Valderrama e também de topless na cama

Fonte: R7

Com a mesma moeda

Acusado de estuprar enteado de um ano e oito meses é violentado na prisão


O professor de jiu-jitsu, identificado como Daryell Dickson Meneses Xavier, foi preso no final do mês de março, em Taguatinga, cidade satélite de Brasília, acusado de espancar e estuprar o enteado de 1 ano e 8 anos.

De acordo com publicação do Blog Combate Policial, fotos divulgadas na internet nesta quarta-feira (9) mostram Daryell sendo medicado após ter sido estuprado dentro da cadeira. Ainda segundo as informações do Blog, o acusado, mesmo com os curativos, foi estuprado novamente, por aproximadamente 20 homens na prisão.

Indignada com o crime, a mãe da criança e ex-mulher do acusado, Gabriela Estrela, desabafou no Facebook. “Agora, nesse momento eu abro minha boca a todos! Não amenizei minha dor, mas comecei a fazer justiça à minha própria paz, ao meu próprio coração. Cara a cara com o assassino do meu neném! Eu o repudio!”, escreveu.

Em outro trecho do depoimento, a mulher conta que acolheu o acusado com amor. “Eu entreguei minha vida e a do meu filho para esse homem cuidar. Eu acreditei no amor e na bondade dele, eu o apoiei, eu o amei e aceitei seus defeitos sem saber que ele era algo muito pior, minha família inteira se encantou por ele, acolhemos ele”, desabafa.

Tarado

Vídeo mostra homem assediando mulheres em shopping filmando partes íntimas


 Do G1 Vale do Paraíba e Região 
Um homem de 31 anos foi detido na tarde desta quarta-feira (9) após ser flagrado fotografando partes íntimas de uma mulher em um shopping de São José dos Campos, no interior de São Paulo. O suspeito estava sendo monitorado há uma semana pela Polícia Civil, por meio do sistema de segurança do local (veja as imagens ao lado). Mesmo com o flagrante, ele negou o assédio.

Segundo a polícia, pelo menos três mulheres foram fotografadas por ele com um celular no Shopping Colinas, na Zona Oeste. O suspeito, que aparentava ter um tipo de paralisia, chegava de muleta nas filas de lojas de alimentação e fotografava por baixo das saias das mulheres. Elas não perceberam a ação. A última vítima foi uma mulher de 33 anos, que está grávida, e sofreu assédio nesta quarta-feira.

O delegado responsável pelo caso, Régis Germano, informou que tomou conhecimento do caso pela direção do shopping no dia 3 de abril e começou a monitorar o suspeito, que vinha agindo há pelo menos um mês. “Realizamos o flagrante no local e ele tentou agredir o policial com a muleta. Ele foi bem resistente e negou o crime”, afirmou ao G1.

Falta de identificação

Sortudo com direito a fortuna de R$ 800 milhões não consegue ser identificado pelo TJ


Um sortudo com direito a uma fortuna de R$ 800 mil simplesmente não consegue ser identificado pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. O valor refere-se ao pagamento de precatórios judiciais (uma espécie de requisição de pagamento de determinada quantia que a Fazenda Pública foi condenada a pagar a uma pessoa física ou jurídica, após batalha judicial) que ele tem direito a receber do estado.
dinheiro-deputado-campanha-gastosPorém, a falta de identificação do beneficiário dificulta o trabalho do Tribunal de Justiça, por ser um caso de mais de 40 anos. Na época, o credor recebeu apenas uma folha amarela, que informava o valor do crédito. Esse é um dos valores mais altos a serem pagos, mas a presidente do TJRJ, desembargadora Leila Mariano, explicou que dos R$ 14,5 bilhões em precatórios depositados judicialmente, 35% não são resgatados no Banco do Brasil, pois os credores são desconhecidos.
Ontem, a presidente do TJRJ fez um balanço da gestão de um ano e três meses e apontou o pagamento de R$ 1,3 bilhão em precatórios atrasados, de janeiro a março deste ano, como uma das marcas de sua administração. Leila explicou que há casos de pessoas que ganharam o direito de receber o benefício, mas não retiraram o dinheiro. Como não há a identificação de quem tem o direito a receber o precatório nessas situações, a Justiça tenta obter mais dados junto ao Banco do Brasil, onde o dinheiro está depositado — a pedido da presidente, numa conta especial.
Quem achar o documento pode procurar o Banco Brasil, na sala 108, corredor C, do 1º andar do Fórum Central do Rio, das 9h às 12h. Os pagamentos começaram a ser efetuados em 15 de janeiro, e obedecem à ordem cronológica dos precatórios: dos mais antigos para os mais recentes. Segundo ela, a medida, autorizada pela Lei Complementar de número 147, de 27 de junho de 2013, já beneficiou 4.485 pessoas e empresas que ganharam ações judiciais contra o estado e, alguns casos, há mais de 13 anos para receber. A dívida total do estado relativa aos precatórios em atraso estava calculada em R$ 3,2 bilhões, a ser paga a 7.509 beneficiários.
O Globo

Sobre a justificativa pedida


Em sua recente passagem por Campina Grande, o governador Ricardo Coutinho voltou a cobrar do senador Cássio Cunha Lima explicações para o afastamento entre ambos. De tão repetida, a cobrança parece uma obsessão que antes revela uma postura de extrema intolerância. Até nos casamentos, celebrados para durarem “até que a morte os separe”, basta que um dos dois diga que não dá mais. Imagine numa aliança partidária.
fabiano2O senador Cássio poderia, talvez, alinhar razões diversas para o fim da aliança, como, por exemplo, a constatação de que o governador não cumpriu diversos compromissos de campanha, da segurança (“vou contratar cinco mil policiais e abrir novos concursos”), à saúde (“vou montar uma maternidade em cada município”), da educação ao respeito aos municípios. Qualquer oposicionista listaria dezenas de outras promessas solenes como essas e solenemente descumpridas. Mas aparentemente o senador preferiu seguir o caminho e a prática do candidato Ricardo Coutinho.
Em 2010, Ricardo e o então governador José Maranhão mantinham uma eficiente aliança de seis anos. Na primeira eleição de Ricardo à prefeitura, Maranhão lhe ofereceu a densidade eleitoral e a estrutura partidária que lhe faltavam e foi responsável direto por sua vitória, que ele jamais agradeceu nem reconheceu. Na reeleição, em 2008, Ricardo tratou Maranhão com a humilhação que só os muito pacientes ou muito sábios costumam suportar. Em 2010, quando Maranhão o esperava como candidato ao Senado em sua chapa, Ricardo lançou-se ao governo sem qualquer explicação. Aliás, tão desnecessária e dispensável que Maranhão jamais a cobrou.
Pra ser mais pragmático, em vez de cobrar explicações para o fim de um casamento que não deu certo, Ricardo Coutinho deveria entender lições que a toda hora lhe são oferecidas. Até agora,nenhum deputado de sua base aceitou a liderança do governo na Assembleia, um cargo que presumivelmente oferece o que todo candidato busca num ano eleitoral: holofotes e benesses. O fato é estranho, mas expressivamente emblemático, desses que dispensam explicações.
Há um ano o governador exibe os mesmos índices de intenção de votos, embora faça propaganda como poucos. E se exponha como ninguém. Nem por isso consegue diminuir suas taxas de rejeição nem aumentar os índices de aprovação do governo, que, aliás, tem sido sempre bem superior ao índice de confiança no governador e maior ainda que intenção de votos. Os números sugerem que o problema não é o governo, é o governador. O que fazer? Cobrar explicações do eleitor?
Ricardo Coutinho pode escolher entre aprender com a realidade ou simplesmente contestá-la, como o fazem os piores cegos. De sua atitude dependerá seu futuro.
O eleitor pode até não ter justificativas para suas opiniões, mas tem sempre razão. E não deve explicações a ninguém. Maranhão que o diga.
Por Fabiano Gomes

Entre a cruz e a espada

Cássio ou Vené: Léo Gadelha pondera definição sobre aceitar vice do PMDB e diz que partido está divido sobre apoio

Cássio ou Vené: Léo Gadelha pondera definição sobre aceitar vice do PMDB e diz que partido está divido sobre apoio

Apesar de ter se sentido honrado com o convite do ex-prefeito de Campina Grande e pré-candidato ao Governo do Estado, Veneziano Vital, para ocupar a vice na chapa encabeçada pelo PMDB, o suplente de deputado federal Léo Gadelha (PSC) disse que vai aguardar a definição dos filiados para anunciar sua decisão.

Léo explicou que o partido está dividido, com parte dos aliados favoráveis a uma aliança com o PSDB de Cássio Cunha Lima e outra parte pró Veneziano Vital.

“Nós temos que ponderar, ouvir as bases, nossos aliados para só então anunciar uma definição. Me sinto honrado com o convite do PMDB para postular a vice, mas não posso anunciar uma decisão pessoal, tudo vai depender do entendimento da maioria do partido”, disse.

A expectativa é que até a próxima semana a executiva do PSC se reúna e defina com quem marchará nas eleições deste ano. A possibilidade de apoiar o projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho está descartada.


PB Agora

Essa alma quer reza!

Lindolfo Pires afirma que seguirá decisão da maioria do partido

Deputado nega que o DEM esteja rachado e ainda acredita na união


As declarações do presidente estadual do DEM, Efraim Morais, anunciando que marchará junto ao projeto de reeleição do governador Ricardo Coutinho, do PSB, está gerando um impasse nas hostes da legenda no estado. O fato é que a reunião para decidir a postura oficial da sigla nas eleições deste ano: se apoia Ricardo ou o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), acabou sendo cancelada pelo próprio Efraim, que não agendou uma nova data para o encontro.

Em meio a esse impasse, o deputado Lindolfo Pires, contrariando alguns colegas na Assembleia, foi categórico ao afirmar que independentemente do que for decidido seguirá a decisão majoritária do partido.

Lindolfo negou, no entanto, que o DEM esteja rachado e acredita que as tendências existentes no partido convirjam na mesma posição, após o diálogo entre as partes.

“Não tenho bola de cristal para adivinhar o que vai acontecer, mas seguirei a decisão do partido”, concluiu.

Apesar das declarações de Lindolfo,o partido parece está mesmo divido, pois antes de Efraim confirmar apoio a Ricardo, os deputados Domiciano Cabral e Assis Quintas já declararam que ficarão com Cássio. 

MaisPB  

Momento inusitado

Treinador chama bandeirinha de gostosa após ser expulso

Momento inusitado aconteceu em partida válida pelo Campeonato Catarinense


Técnico Celso Teixeira e a bandeirinha
Durante partida válida pelo hexagonal do Campeonato Catarinense, o técnico da equipe do Juventus-SC, Celso Teixeira, protagonizou um momento inusitado após pequena confusão.

Depois de reclamar com a assistente Maira Americano Labes, o comandante do Moleque Travesso foi expulso pelo árbitro Paulo Henrique Godoy Bezerra, aos 16 minutos da segunda etapa. Revoltado com a punição, o treinador precisou ser retirado pela polícia militar, mas sem antes deixar um recado nada educada para a bandeirinha: 'Vou sair, sua gostosa'.

A fala foi relatada pelo juiz na súmula de jogo. O documento ainda cita outros problemas que Celso causou, como quebrar os vidros do seu vestiário após a expulsão. A partida terminou empatada em 1 a 1 e a Juventus é a lanterna no Estadual.

Yahoo

Caminhos diferentes

Ex-assessor nega apoio a Rômulo para o Senado: “a nossa linha é outra”

Vereador Dinho recebeu grande apoio do vice-governador quando começou a vida pública

O vereador de João Pessoa, Valdir José Dowsley, Dinho (PR), declarou nesta quinta-feira (10) que não votará no vice-governador Rômulo Gouveia (PSD) para o Senado Federal. Dinho foi assessor de Rômulo Gouveia e teve uma grande colaboração do presidente estadual do PSD quando decidiu disputar mandatos eletivos para a Câmara da Capital.


Dinho disse que tem muito carinho por Rômulo Gouveia e defendeu que o campinense merecer disputar o mandato de senador, mas afirmou que não ficará com ele.

”A linha da gente é outra. Rômulo merece ser candidato e tem todo perfil. Porém, estamos em caminhos diferentes", argumentou.

Em contato com o MaisPB, o presidente municipal do PR contou que seguirá os entendimentos do presidente estadual do PR, deputado federal Wellington Roberto, e do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), que poderão fechar coligação em torno da pré-candidatura do ex-prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB).

"O que eles seguirem eu vou seguir. Sou um soldado do partido", disse

Sobre o possível apoio a Veneziano, o legislador disse que também espera o cumprimento de um compromisso firmado nas eleições 2010 entre o PMDB e o PR, que garante o seu partido na chapa majoritária.

Roberto Targino - MaisPB

Reforço financeiro de Dilma



A segunda parcela do Apoio Financeiro aos Municípios (AFM) foi depositada na conta das prefeituras na última terça-feira (8). O auxílio foi conquistado pelo movimento municipalista na XVI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. No ano passado, após ouvir as reivindicações dos prefeitos, a presidente da República, Dilma Rousseff, liberou um AFM de R$ 3 bilhões.
A primeira parcela foi paga em 12 de setembro de 2013. O valor depositado é R$ 1,5 bilhão, dividido pelos mesmos critérios do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).
A Confederação Nacional de Municípios (CNM) explicou que este recurso extra não precisa ser aplicado obrigatoriamente em Saúde e Educação, como o FPM. A escolha é do gestor municipal.
Na região de Princesa Isabel, a ajuda injeta nos cofres dos municípios  recursos no valor de R$ 1.039.251,00, assim distribuídos:

ÁGUA BRANCA R$ 129.906,38
JURU R$ 129.906,38
SÃO JOSÉ DE PRINCESA R$ 129.906,38
MANAÍRA R$ 173.208,50
TAVARES R$ 216.510,63
PRINCESA ISABEL R$ 259.812,75

Blog do José Duarte Lima

Agravo é rejeitado



Ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo, foi inocentado da acusação de  uso de dinheiro público na campanha de 2008.

O Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não acatou, na noite de terça-feira, o agravo regimental impetrado pelo ex-candidato a prefeito de Campina Grande, Rômulo Gouveia (PSD), à época no PSDB, contra a decisão monocrática da ministra Laurita Vaz que negou provimento ao recurso que pedia a cassação do ex-prefeito Veneziano Vital do Rêgo, alegando uso de dinheiro público na campanha de 2008.
No dia 12 de abril de 2010, o juiz Francisco Antunes, então titular 16ª Zona Eleitoral, cassou os mandatos de Veneziano e de José Luiz Júnior, ao julgar procedente a Ação de Investigação Judicial Eleitoral – a Aije do Cheque da Saúde – segundo a qual R$ 50 mil da Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Saúde, teriam sido pagos à empresa Maranata, foram depositados na conta de campanha à reeleição do peemedebista, por meio de 12 auxiliares do prefeito. Veneziano recorreu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB).
A Corte estadual anulou, no dia 13 de dezembro de 2011, a decisão do juiz e manteve o então prefeito no cargo. Por sua vez, Rômulo Gouveia interpôs um recurso junto ao TSE, em Brasília, contra a sentença do TRE-PB e pedindo a cassação de Veneziano.
Em sua decisão, a ministra Laurita Vaz assinalou que o TRE da Paraíba, ao dar provimento a recurso eleitoral interposto por Veneziano, “afastou a incidência do artigo 30-A da Lei nº 9.504/97 por concluir não haver sido configurado, no caso, a captação ilícita de recursos”. A magistrada também considerou que o feito versa sobre as eleições ocorridas em 2008, logo “o recurso especial está prejudicado por perda de objeto, diante do término do mandato”.
O advogado Raoni Vita, que fez parte da equipe que fez a defesa do ex-prefeito de Campina Grande, comemorou a decisão do TSE. “Restou comprovado, portanto, que não houve doação de dinheiro público para a campanha de Veneziano”, afirmou Raoni Vita.
O advogado José Mariz, que defendeu Rômulo, disse que a decisão do TSE não entra no mérito, logo não se pode dizer que Veneziano foi inocente. Ele adiantou que, em Brasília, a defesa de Rômulo passará a ser feita pela advogada Gabriela Rollemberg, que ainda não decidiu se entrará com embargos em relação à decisão do TSE.
CAMPANHA DE 2008 TEVE CINCO AIJES
Durante a campanha de 2008, o então juiz da 16ª Zona, Francisco Antunes, julgou cinco Aijes. Quanto às Aijes, ele determinou o arquivamento de quatro, sendo duas impetradas pelo Ministério Público: Aijes da Maranata e Bolsa Família.
Duas foram movidas pela coligação ‘Por Amor a Campina’, liderada por Rômulo: Trevo dos V e do Votinho de Ouro.
Apenas a Aije do Cheque foi julgada procedente, embora o TRE tenha derrubado em seguida a decisão e esta mantida pelo TSE. O juiz Francisco Antunes, na sentença, afirmou que “os depósitos em questão foram realizados na conta 53.927-9, agência Banco do Brasil nº 3331-6, da campanha do candidato Veneziano, após ter percorrido o seguinte caminho: o numerário saiu dos cofres da edilidade municipal, através do cheque nº 850730, conta 11.743-9 titularidade ‘PMCG Recursos Próprios’ nominal à Construtora Maranata Ltda.; no Banco do Brasil o cheque endossado pelo representante da Maranata, Paulo Roberto e em seguida sacado no atendimento (caixa) e depositado na conta do candidato já referido, sendo utilizado nos depósitos o CPF de 12 pessoas ligadas ao prefeito municipal”.
Jornal da Paraíba

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Novos números da pesquisa

Pesquisa 6Sigma: Cássio venceria Ricardo Coutinho com quase 30% de vantagem no 2° turno


Segundo os números da pesquisa 6Sigma para governador, o senador Cássio Cunha Lima venceria a disputa em um eventual 2° turno contra todos os atuais pré-candidatos. No confronto com Ricardo Coutinho, o tucano venceria o atual governador com quase 30 pontos percentuais de vantagem; Cássio aparece com 57,3% e Ricardo com 28,2% dos eleitores.
9,4% disseram que anularia  ou votaria em branco, e 5,0% ainda não sabe em quem votar nesse cenário entre Cássio e Ricardo chegarem ao segundo turno.
No confronto entre Ricardo e Veneziano, os dois empatam tecnicamente. RC aparece com 40,7% e o cabeludo 40,3% das intenções de votos. 12,4% disseram que votaria nulo ou branco e 6,7% ainda não sabe em quem vai votar.
No cenário contra Veneziano, o senador Cássio amplia ainda mais a sua vantagem, chegando a 38 pontos de diferença. Cássio aparece com 61,3% e Vené com 25,8%.
O levantamento foi feito entre os dias 24 e 28 de março, ouviu 2.400 eleitores em 60 cidades da Paraíba. A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número PB-00003/2014.


Em João Pessoa - PB.

Luciano Cartaxo autoriza início da maior intervenção na Lagoa em quase 100 anos



O prefeito Luciano Cartaxo assina, nesta quinta-feira (10), às 8h, durante café da manhã para a imprensa, a ordem de serviço das obras de revitalização da Lagoa do Parque Solon de Lucena. Devido à complexidade da obra, o projeto vem sendo trabalhado desde março de 2013 pela Secretaria de Planejamento (Seplan). O último projeto desse porte elaborado para o local foi em 1924, feito pelo engenheiro Saturnino de Brito, que só foi executado na década de 30.
“Ao longo dos últimos 100 anos a Lagoa teve apenas intervenções pontuais, mas nosso Governo vai trazer uma solução definitiva para a Lagoa, com investimento superior a R$ 30 milhões”, destacou Luciano Cartaxo. “Este é um projeto verdadeiramente estruturante, que vai resolver problemas históricos, como é o caso das enchentes, e também ofertar um projeto paisagístico belíssimo para as famílias. Estamos cuidando com muito carinho deste que é o maior cartão postal de nossa cidade”, afirmou.
Para o secretário municipal do Planejamento, Rômulo Pollari, a Lagoa é uma das maiores referências da cidade de João Pessoa e tem um valor inestimável para os pessoenses. “Com este investimento, que é fruto de muito planejamento, poderemos transformá-la num parque pronto para receber a população. A elaboração e execução de um projeto estruturante para a Lagoa foi uma determinação do prefeito Luciano Cartaxo ainda no início da gestão”, comentou.
O projeto de revitalização será dividido em várias etapas. Na primeira serão realizadas obras que visam solucionar o problema das enchentes, comuns nos períodos chuvosos. Entre as intervenções previstas estão à remoção do excesso de areia para aumento da profundidade e a melhoria das condições da água, que passará a ser cristalina. Além disso, um túnel será construído para dar mais eficiência ao escoamento das águas excedentes em direção ao rio Sanhauá.
Primeira etapa – Com a assinatura da ordem de serviço, serão iniciadas as obras de desassoreamento da Lagoa, processo que consiste na retirada de resíduos sólidos alojados no fundo. Este trabalho deverá durar cerca de 90 dias. O material removido neste processo será reaproveitado na revitalização do antigo lixão do Roger.
No entorno da Lagoa será construída uma nova parede de contenção para aumentar a resistência contra as águas das chuvas. Também será construído um cinturão de proteção sanitária, que incide em instalar uma tubulação para interceptar possíveis lançamentos de esgotos clandestinos. Com isso, a Lagoa passará a receber apenas água das chuvas.
Para a construção do túnel de escoamento das águas da Lagoa para o Rio Sanhauá, a Prefeitura de João Pessoa vai usar um “método não destrutivo”. A obra será executada no subsolo, processo semelhante ao utilizado na construção de linhas de metrôs subterrâneos. Vale destacar que esta será a primeira obra construída em João Pessoa através desse método, que reduz os transtornos das obras na rotina da população.
Segunda etapa – Após a conclusão da primeira etapa do projeto,será desenvolvido o plano de urbanização da Lagoa.Nesta segunda etapa, a Lagoa será transformada em um parque com opções de esporte, lazer, cultura e artes. O objetivo é transformar o espaço em uma opção de entretenimento para melhorar a qualidade de vida da população. Tudo isso com iluminação e segurança de alto padrão.
Custos – A primeira fase da obra, que já foi licitada, contará com investimentos de mais de R$ 20 milhões. As obras da primeira etapa serão concluídas em aproximadamente doze meses. Já a segunda etapa será licitada entre os meses de maio e junho, para serem iniciadas em agosto.
Monitoramento – A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai construir uma central de monitoramento no Parque Sólon de Lucena, dotada de câmeras, posto de polícia, base para a Guarda Municipal e banheiros públicos para os cidadãos.
O projeto conta a participação das secretarias de Planejamento (Seplan), Meio Ambiente (Semam), Infraestrutura (Seinfra) e Desenvolvimento Urbano (Sedurb) estão diretamente envolvidas nesse projeto.
Secom

Debandada continua

Bancada de Ricardo Coutinho na ALPB sofre nova baixa

Bancada de RC na ALPB sofre nova baixa; agora já são cinco que deixam o ‘barco’ do PSB 

O deputado estadual Domiciano Cabral (DEM) anunciou nesta quarta-feira (09), seu desligamento da bancada que dá sustentação ao governador Ricardo Coutinho na Assembleia Legislativa, engrossando assim o número de parlamentares que deixaram o barco do PSB nas eleições deste ano.

Com ele, já são cinco os deputados que engrossam as fileiras da oposição.

O primeiro foi o deputado estadual Carlos Dunga (PTB), seguido de Iraê Lucena (PSDB), Léa Toscano (PSB) e Branco Mendes (PEN).

Em entrevista, Cabral justificou a saída por se considerar ignorado pelo chefe do executivo. Ele disse que por várias vezes tentou conversar com o govenador, tendo inclusive ido até a granja Santana e posteriormente apelado para que o ex-líder Hervázio Bezerra (PSB) mediasse um encontro, mas todas as tentativas foram frustradas.

“Está faltando dialogo por parte de Ricardo Coutinho”, desabafou.

Sobre o apoio na chapa majoritária, Domiciano disse que fica com Cássio e enfatizou que a tendência dos filiados é o apoio ao PSDB.

Esta semana, o deputado federal Efraim Filho anunciou que o DEM vai liberar seus filiados para apoiarem outros projetos políticos caso o partido marche com o PSB nas eleições deste ano.

O imbróglio envolvendo o apoio do DEM nas eleições deste ano culminou, até mesmo, no adiamento da reunião da executiva, que seria realizada hoje para bater o martelo sobre apoio à chapa majoritária. Diante do impasse, o apoio do DEM segue indefinido.  


PB Agora

Vítima de bullyng

SP: estudante apanha por ser bonita


SP: estudante apanha por ser bonita
Uma estudante de 15 anos foi espancada por pelo menos outras três jovens dentro da sala de aula na Escola Estadual Castelo Branco, no bairro Vila Cláudia, em Limeira (SP), na manhã desta quarta-feira (9). O motivo da agressão, segundo o pai dela, é porque a jovem é nova na escola e bonita. A adolescente sofreu ferimentos no rosto e pescoço causados por tapas, socos e arranhões.

O pai da garota, o jornalista e ex-policial militar José Carlos Roque Junior, de 39 anos, afirmou que a menina estuda na escola desde o início do ano e que é vítima de bullying por chamar atenção. "A diretoria da escola já sabia que isso ia acontecer. Eu já fui chamado lá para falar sobre isso e as alunas já haviam ameaçado minha filha", afirmou ele.

"Não esperava que isso fosse acontecer com ela, é um absurdo", disse Roque Junior. O jornalista informou que a polícia tem vídeos de toda a ação e que ele irá processar o estado pelo que aconteceu. "A escola tem responsabilidade pelo que fizeram com a minha filha", relatou. De acordo com o tenente Cabana, da PM, a Ronda Escolar foi acionada e outra equipe de policiais prestou apoio durante a manhã. A briga foi registrada por outros alunos com câmeras de celular.

Após a agressão, os policiais levaram a adolescente machucada para um pronto-socorro, onde ela foi medicada e liberada em seguida. Os policiais, a estudante, os pais dela e as outras pessoas envolvidas foram à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) registrar o caso.

Diretoria de Ensino A diretoria de ensino informou, por meio de assessoria de imprensa, que acompanha o caso e que só poderá se posicionar sobre o que aconteceu quando apurar as versões. A diretora da escola estadual também acompanhou o registro da briga na Polícia Civil.

G1

O "capetinha" em liberdade!

Detido por não pagar pensão, Edílson fala após deixar a prisão


Detido por não pagar pensão, Edílson fala após deixar a prisão
Edílson viveu dias diferentes na semana passada. Detido pela falta de pagamento de pensão alimentícia, o ex-jogador passou dois dias preso em Salvador. Solto graças ao depósito da dívida de R$ 102 mil, o pentacampeão mundial relatou o sofrimento que viveu em uma cela, dividida com outras duas pessoas.

- Não dormi. A gente cochila, dorme, acorda. Eu estava ali dentro sofrendo. Estava preocupado muito mais com as pessoas do lado de fora. Essa prisão fez muita gente sofrer. Minha mãe, que todo mundo conhece, uma pessoa maravilhosa – disse em entrevista à TV Bahia.

O ex-jogador, que possui passagens por Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Bahia e Vitória, além da seleção brasileira, tinha um mandado de prisão expedido pela 9ª Vara Familiar desde dezembro do ano passado pelo não pagamento de pensão alimentícia. Edílson garantiu não saber da existência deste mandado.

- Não é muito difícil de me encontrar. Ando por Salvador, as pessoas me veem. Tenho residência fixa – comentou.

O pagamento da dívida só foi feito após a família realizar uma vaquinha para arrecadar o valor total. Como os bens do ex-atleta estão bloqueados em função de outro processo, restou aos familiares e a antigos companheiros colaborarem para a liberdade do Capetinha. Segundo ele, Vampeta, Edmundo, Amaral e Ronaldinho estão entre as pessoas que contribuíram.

O depósito dos R$ 102 mil foi feito em juízo porque Edílson não reconhece a dívida. De acordo com o advogado do ex-jogador, há um acordo verbal para dividir o aluguel de diversos imóveis, que serviria para abater o valor total devido pelo ex-atacante. Entretanto, a advogada Alessandra Rosa, da ex-mulher de Edilson, afirmou que são questões diferentes e que já há um acordo entre as partes para o pagamento de seis salários mínimos de pensão. Este acordo teria sido descumprido diversas vezes pelo Capetinha, que nega a informação.

- Não sou essa pessoa que todo mundo está pensando. Que não gosta de pagar pensão, que não gosta do filho. Sou um bom pai. Sou um bom filho. Se eu me encontrei naquela situação, garanto que vou provar que foi por erros – finalizou.

globoesporte.com

Herança polêmica!

Antônia Fontenelle é reconhecida como herdeira de Marcos Paulo

Polêmica em relação à herança começou pouco depois da morte do diretor


Depois de muita polêmica - e até um princípio de incêndio no dia da audiência -, Antônia Fontenelle foi declarada herdeira de Marcos Paulo na manhã de quarta-feira (9). "Agora vão me prestar conta. Vitória moral! Choro de alegria. Tudo que eu busquei saí vitoriosa, estou lavando a alma", disse ela ao deixar o fórum no Rio de Janeiro.

"Busquei, acreditei e hoje eu consegui. Se amanhã eu não tiver um real, não tem problema, porque hoje fui reconhecida como a mulher do Marcos, como ele queria", desabafou a atriz. "Bruta vitória. Ela estava totalmente fora do processo e agora foi reconhecida como herdeira", completou o advogado de Antônia, Adailton Rodrigues.

A polêmica em relação à herança de Marcos Paulo começou pouco depois da morte do diretor, quando Antônia apresentou uma carta escrita por ele, dizendo que teria direito a 60% de seus bens. Na época, o texto foi contestado pelas filhas mais velhas de Marcos Paulo e por Flávia Alessandra.

A juíza que cuidava do caso havia declarado o documento nulo e Fontenelle foi descartada como herdeira de Marcos Paulo. Agora, após briga na Justiça, ela conseguiu ser reconhecida por decisão unânime e passa a ser incluída no inventário. Uma nova audiência para a divisão da herança entre todas as herdeiras ainda não tem data prevista.

G1

"Armação" é negada!

Gervásio nega trama contra Ricardo na ALPB; “Prefiro que ele dispute eleição”

Deputado recomenda que governador deixe de atacar deputados e explique falhas em Contas

O deputado estadual Gervásio Maia (PMDB) disse, nesta quarta-feira (8), que prefere que o governador Ricardo Coutinho (PSB) dispute à eleição do que ficar inelegível em caso de reprovação de suas contas na Assembleia Legislativa da Paraíb (ALPB).


“Eu prefiro que ele dispute. Acho muito mais interessante que ele possa disputar essa eleição. Eu entendo dessa forma”, declarou Gervásio Maia em entrevista ao Correio Debate, da 98 FM, ao ser questionado se existiria uma ‘armação’ para tornar o chefe do Executivo inelegível.

Gervásio recomendou que o governador e seus auxiliares, ao invés de atacar os deputados na Assembleia Legislativa, deveriam tentar convencer os parlamentares de que o Ministério Público da Paraíba teria errado ao apontar vários problemas nas contas do gestor referente a despesas no ano de 2011.

“Eu penso que o governador e sua equipe comete um grande erro, um erro clássico. Ao invés de tentar atacar os deputados que vão votar, eles deveriam justificar os pontos que foram apontados como irregulares nas contas das despesas do Governo. É muito simples”, argumentou o parlamentar.

“Negando ‘trama’ para prejudicar o socialista, o peemedebista considerou que após o Ministério Público apontar irregularidades nas contas do governador existe na Casa uma ‘indefinição muito grande” em torno da apreciação da matéria.

“De minha parte a indefinição é muito grande e por um motivo muito simples. Nós tivemos as contas do governador aprovadas, do exercício 2011, e tivemos um parecer contrário, no Tribunal de Contas, mas elas foram aprovadas. No entanto, nós temos um parecer contraio do Ministério Público e também do conselheiro relator. Me parece algo em torno de 14 irregularidades que foram apontadas no relatório quando foram aprovadas”, explicou.

Roberto Targino - MaisPB

Conversa de 'pé-de-orelha'

Prefeito do PSDB anuncia apoio a Ricardo Coutinho

Zé Simão se encontrou com o governador no último domingo em Princesa Isabel

Conversa de pé-de-orelha do governador com Zé Simão é observada por Ricardo Pereira
O prefeito da cidade de Manaíra, Zé Simão (PSDB), anunciou apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB), neste final de semana, durante entrevista do socialista a uma emissora de rádio de Princesa Isabel. O vice de Simão, Zé Sousa também apoiará Ricardo.

Simão era aliado do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e defendia a manutenção da aliança do PSDB com o PSB, mas como a composição foi quebrada, o prefeito optou por apoiar o projeto de reeleição do governador.

O prefeito fez questão ir à emissora no momento em que Ricardo concedia entrevista e na saída conversou ao pé do ouvido com o governador.

MaisPB com Blog Júnior Duarte (Foto: Star Foto/Fábio Arruda)

'Galinho de Campina' bom de briga

VÍDEO: Cássio Cunha Lima chama governo de ditador e cobra CPI

Oposição espera decisão do Supremo favorável à CPI exclusiva da Petrobras


Após decisão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), favorável a entendimento da Mesa do Senado pela criação de uma CPI ampla para investigar a Petrobras e outras empresas e negócios, a oposição agora aposta em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que garanta uma investigação exclusiva da estatal. A tese foi defendida pelo senador paraibano Cássio Cunha Lima (PSDB) que classificou como “ditadura” a manobra que o governo está fazendo no Congresso para evitar investigação sobre a estatal.

“O que se discute aqui é se o Senado da República vai cumprir seu papel ou se nós estaremos inaugurando uma nova fase de arbítrio e de ditadura no país”, disse Cássio Cunha Lima defendendo a instalação da CPI.


Senadores de oposição impetraram mandado de segurança, na terça, argumentando que a CPI exclusiva já deveria ter sido criada e que a ampliação da investigação viola o direito da minoria.
“Vamos aguardar a posição do Supremo Tribunal Federal. Confiamos que o Supremo determine a criação da CPI da Petrobras. Se querem fazer outras investigações, sobre quaisquer temas, que o façam. Apenas não criem uma CPI que não investigará a Petrobras” disse o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG).
A CPI pretendida pela oposição deve investigar a compra da refinaria de Pasadena (EUA) pela Petrobras, denúncias de propina para obtenção de contratos, procedimentos que podem ter comprometido a segurança de trabalhadores e de plataformas e o custo de refinarias.
Os senadores Alvaro Dias (PSDB-PR), Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Pedro Simon (PMDB-RS) e Roberto Requião (PMDB-PR) também consideraram inconstitucional a posição da base do governo, por impedir o direito da minoria de pedir a criação de comissões de inquérito.
"O que se discute aqui é se o Senado da República vai cumprir seu papel ou se nós estaremos inaugurando uma nova fase de arbítrio e de ditadura no país "disse Cássio Cunha Lima.
Em voto lido na comissão, o senador Francisco Dornelles (PP-RJ) também ressaltou a inconstitucionalidade da inclusão de temas como denúncias sobre contratos nos metrôs de São Paulo e no Distrito Federal.
"São fatos determinados que não possuem nenhuma conexão com o conjunto de fatos relativos à Petrobras, que deveriam dar ensejo a pedidos diferentes de CPI"  opinou Dornelles, ao afirmar que todas as investigações propostas teriam mais eficácia se conduzidas pelo Ministério Público e pela Polícia Federal.
Desdobramentos -  Com a decisão da CCJ, a questão volta para o Plenário do Senado, que decidirá sobre a abrangência da CPI. Mantido o entendimento da Mesa, será instalada uma CPI ampla para investigar, ao mesmo tempo, as denúncias envolvendo a Petrobras, contratos dos metrôs de São Paulo e do Distrito Federal e supostas irregularidades do Porto de Suape, em Pernambuco.
Caso o Supremo determine a CPI restrita, poderá ser criada uma segunda comissão parlamentar de inquérito, com foco específico na Petrobras, conforme explicou o relator na CCJ, Romero Jucá (PMDB-RR).
"CPI ampla da Petrobras já existe. Se o Supremo tomar a decisão de instalar a CPI menor, o Congresso irá cumprir a decisão do Supremo e vai se verificar como se instalará a segunda CPI. Portanto, CPI aqui não vai faltar", disse Jucá.
Para o senador, a disputa em torno da questão “é um jogo de ano eleitoral”.
MaisPB com Agência Senado