terça-feira, 15 de outubro de 2019

Suspeito não aceita fim do relacionamento e mata jovem no interior da Paraíba

ADOLESCENTE DE 16 ANOS FOI ASSASSINADA COM FACADA NO PEITO, NA CIDADE DE TEIXEIRA

Jovem de 16 anos foi morta com facada no peito, em Teixeira. Suspeito não aceitava o fim do relacionamento
Após ser esfaqueada na tarde desta segunda-feira,  14, na Rua Manoel Gabão, a adolescente Vanessa Batista dos Santos, de 16 anos, não resistiu e morreu no hospital de Teixeira, no Sertão da Paraíba, conforme confirmou a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).
De acordo com as informações, o principal suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima que não aceitava o fim do relacionamento. A Polícia está em diligências no intuito de localizá-lo.
A vítima estava em frente à sua residência, no setor Três Postes, quando o acusado chegou a pé e desferiu um golpe no lado direito do peito da adolescente, evadindo- se do local.
O SAMU ainda foi acionado mas Vanessa não resistiu. Ela não deixa filhos e morava na casa dos pais.
Vitinho Galdino/Teixeira em Foco

Eita, cachorro ruim de faro!

ATAQUE SILENCIOSO: Cão de guarda é vítima de onça na porta da casa dos donos - VEJA VÍDEO


Fonte: Mídia News - Publicado por: Ivyna Souto

Nova identidade visual de telejornal da Record chama a atenção

Excesso de verde e amarelo: novo cenário de jornal da Record é comparado ao terno do dono da Havan


Capturar 27 - Excesso de verde e amarelo: novo cenário de jornal da Record é comparado ao terno do dono da Havan
A Rede Record exibiu nesta segunda-feira (14) o telejornal ‘Fala Brasil’ com uma nova identidade visual e chamou a atenção dos espectadores. Nas redes sociais, o cenário excessivamente verde e amarelo foi comparado com os ternos usados por Luciano Hang, dono das Lojas Havan.
A âncora Roberta Piza que divide o cenário com a estreante Salcy Lima, disse que o cenário reflete uma “nova postura”. “O Fala Brasil precisa de um pouco disso, de uma mudança de postura que também acaba se refletindo na maneira com que a gente transmite a notícia para o telespectador”, disse a jornalista segundo o Notícias da TV.
A mudança visual foi bastante criticada nas redes sociais. Usuários ironizaram o excesso de verde
“Esse cenário do fala Brasil homenageando o ‘véio da Havan’ ficou ridículo”, disse Raphael Pontes. A bancada ainda foi comparada com pontos de ônibus e barracas de feira.
Polêmica Paraíba - Publicado por: Gerlane Neto

Moradora de rua passa por transformação

Após desfilar para câmera e viralizar na internet, moradora de rua ganha ‘dia de princesa’


Após desfilar para câmera e viralizar na internet, moradora de rua ganha ‘dia de princesa’

No último sábado, a protagonista de um vídeo que viralizou na internet recebeu um convite especial. Após desfilar em uma calçada de Porto Velho, antes da gravação de uma reportagem da TV Allamanda, afiliada do SBT em Rondônia, a moradora de rua Úrsula ficou famosa nas redes e passou por uma transformação.
Sua identidade foi revelada por Alisson Motta, o maquiador que resolveu presentear a moradora com um dia no salão de beleza. O passo a passo foi todo divulgado pelo profissional em suas redes sociais, “Hoje foi um dia muito especial para mim e para Úrsula, a maravilhosa. Após ficar tão popular nas redes sociais, fui atrás da maravilhosa, pois queria dar a ela a mesma sensação que sinto quando estou maquiado e montado, que é de uma super autoestima e um empoderamento que qualquer pessoa sente quando está se sentindo bem. E ela super topou e ficou muito feliz com a ideia”, publicou Alisson.
Ainda, o maquiador resolveu fazer um desabafo sobre preconceito e contar como ele estava feliz em ter feito a boa ação para Úrsula, já que ela enfrenta muitas dificuldades por ser moradora de rua e por fazer parte da comunidade LGBTQ+. “A vida se torna muito mais difícil por causa de toda homofobia. Espero que um dia as pessoas tenham a mente mais aberta ou pelo menos aprendam a respeitar o próximo”, contou em sua redes. 
Fonte: Diário de pernambuco - Publicado por: Suedna Lima

Flamengo rumo ao hepta

Na crista da onda com Jorge Jesus, Flamengo alcança feito similar a de 2009, ano do hexacampeonato


Flamengo alcança feito similar a de 2009, ano do hexa
Tabu nasceu para ser quebrado. Quantas vezes você, leitor, já ouviu esta expressão? Pois bem, no último domingo, o Flamengo foi à Arena da Baixada e alcançou a primeira vitória do clube por lá na história do Campeonato Brasileiro. Jorge Jesus até tentou controlar a euforia, mas o fato é que o feito é significativo, sim. Tanto que um similar, em 2009, também marcou.
O flamenguista se recorda bem. Ainda com Andrade como interino e em duelo válido 14ª rodada, o Flamengo foi à Vila Belmiro realizar o seu milésimo jogo pela competição nacional. Em relação à classificação, o cenário era diferente quanto ao atual: a posição era apenas a oitava, com nove pontos atrás do líder (Atlético-MG). A vitória na casa santista foi a primeira em jogos oficiais – e responsável pelo embalo rumo ao caneco.
– (O feito) Mostra a dificuldade de ganhar aqui (Arena da Baixada). Mas são só três pontos importantes para a caminhada. Mas nem tudo foi perfeito neste jogo. Ficamos sem três para o próximo, Bruno Henrique, Everton Ribeiro e Rafinha. Vamos ter que agregarmos uns aos outros como temos feito – falou Jesus, em entrevista coletiva.
Em 2009, o Flamengo teve em Adriano Imperador, que inclusive marcara um dos dois gols na citada vitória sobre o Peixe, o maior combustível para o hexacampeonato. Agora, na crista da onda com Jesus, viu um bom sinal com a obra deste domingo.
E a menção vale por dois motivos: para os supersticiosos de plantão e para ratificar a postura corajosa da equipe rubro-negra, que não “escolhe” terreno e atua em busca dos três pontos incondicionalmente – o que tem sido a receita do sucesso do Mister.
Para manter a toada em prol do hepta, o Flamengo terá a próxima missão nesta quarta-feira, contra o Fortaleza, na Arena Castelão.
Fonte: Terra Esportes - Créditos: Polêmica Paraíba - Publicado por: Adriany Santos

Desastre ambiental

Governo da Bahia decreta estado de emergência por manchas de óleo no litoral


a2bc20119fd9543795d0b0e45a59b020 1 300x200 - Bahia decreta estado de emergência por manchas de óleo no litoral

O governador em exercício do estado da Bahia, João Leão, assinou hoje (14) três documentos que visam ajudar o estado a conter a mancha de óleo que se espalha rapidamente pelo litoral da Região Nordeste. Entre eles, a declaração de emergência nos municípios afetados pelo desastre ambiental. O decreto permite que verbas contingenciais sejam usadas na contenção do óleo. João Leão assinou também um termo de recebimento de ajuda da sociedade civil e uma carta pedindo apoio ao governo federal.
“O decreto tem o intuito de nos ajudar a resolver o problema. Ele trata da participação do Estado e dos municípios neste processo para nos habilitar a receber recursos federais. O segundo documento é sobre a cooperação dos capelães do Brasil, que nos ofereceram 5 mil pessoas [voluntários]. Já o terceiro solicita o apoio da Petrobras, que é quem entende do assunto”, explicou o governador.
De acordo com a secretaria de Meio Ambiente do Estado da Bahia, 35 toneladas de óleo já foram retiradas do litoral. A coleta do material contaminado é feita por uma força-tarefa composta por bombeiros, Defesa Civil e funcionários municipais.
“Estamos intensificando o trabalho principalmente nas regiões onde há dificuldade de acesso, porque nas zonas mais urbanas as prefeituras têm atuado junto com o Governo do Estado. Nós temos colocado para as cidades a possibilidade não somente do decreto de emergência ambiental, como também equipamentos e materiais que permitem a retirada”, declarou o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Francisco Telles.
O governo da Bahia emitiu, ainda, um alerta para a população para que não entre em contato direto com o óleo e não toque ou remova resíduos contaminados.
Manchas de óleo 
 A presença da manchas de óleo no litoral nordestino foi notada no fim de agosto. A primeira localidade onde, segundo o relatório do Ibama, a contaminação foi comunicada, fica na Praia Bela, em Pitimbu (PB), onde os fragmentos de óleo foram avistados no dia 30 de agosto. A partir daí, a substância escura e pegajosa se espalhou pelos nove estados do Nordeste (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe).
A Polícia Federal (PF), a Marinha e os órgãos ambientais do Brasil tentam agora esclarecer como o material chegou às águas territoriais brasileiras e poluiu trechos do litoral nordestino. De acordo com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, entre as hipóteses estão um possível vazamento acidental em alguma embarcação ainda não identificada; um derramamento criminoso do material por motivos desconhecidos ou a eventual limpeza do porão de um navio.
Ao participar de uma audiência pública na Câmara dos Deputados, na semana passada, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse que análises laboratoriais confirmaram que a substância não provém da produção da estatal petrolífera.
Fonte: Agência Brasil - Publicado por: Suedna Lima

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Discos Voadores e Vida Extraterrestre

UFO Summit Brazil 2019: Maior evento do país sobre UFO acontece em Recife no dia 16 de novembro



Os Estados Unidos sempre negaram veementemente que os discos voadores existam e que venham de algum outro planeta do universo. Esta política de refutação, que os ufólogos chamam de “acobertamento ufológico”, vem ocorrendo sistematicamente desde 1947, quando houve a queda de uma nave extraterrestre em Roswell, no Novo México. Foi apenas o Governo Americano descobrir que havia no veículo acidentado uma elevadíssima tecnologia — que poderia usar em seu proveito para fins bélicos —, que começou a negação da existência de discos voadores e sua origem exógena à Terra.
Esta política também foi implementada na época por outros governos, como a Rússia, China e Inglaterra, pelos mesmos interesses, mas não teve eco no América do Sul, apesar de vários países do continente sofrerem forte pressão americana para que também refutassem a existência dos discos voadores. No Brasil, ao contrário, em vez de negar sua existência, os militares da Aeronáutica os investigavam por meio de programas, como o Sistema de Investigação de Objetos Aéreos Não Identificados (Sioani), implantado em São Paulo em 1969 e que durou até 1972, ou seja, em pleno regime militar.
Formas de vida inteligente no universo
A tradição do Brasil de aceitar a existência de outras formas de vida inteligente no universo, que vêm até aqui em naves que chamamos de discos voadores, fez com que o país estivesse sempre na dianteira das discussões mundiais sobre Ufologia. E isso se confirmará mais uma vez em novembro, quando a Revista UFO realizará em Recife, Porto Alegre, São Paulo e Curitiba o maior evento na área que já se fez no país. Será o UFO Summit Brazil 2019, que trará ao Brasil celebridades do cenário ufológico internacional que denunciam abertamente que o governo americano ainda esconde a verdade sobre os discos voadores.
Um deles é Nick Pope, que foi diretor do organismo confidencial do governo inglês que pesquisava discos voadores, o chamado “UFO Desk”, que funcionou no Ministério de Defesa daquele país. O órgão investigava secretamente ocorrências ufológicas com interesse científico e militar — muitas vezes em conjunto com os Estados Unidos — para descobrir se seriam possíveis ameaças à segurança nacional britânica. Pope trabalhou para o Governo Inglês por nada menos do que 21 anos nesta função. “Minha tarefa era analisar casos de avistamentos de discos voadores e contatos com seus tripulantes para determinar se poderiam ser perigosos à Inglaterra. E foram milhares”, afirma.
7Ptqrg== - DISCOS VOADORES E VIDA EXTRATERRESTRE: Maior evento do país sobre UFO acontece em Recife
Stephen Bassett (À esquerda)e Nick Pope: ativistas pela liberaçãode informações sobre discos voadores  - (Crédito: Revista UFO)
O outro conferencista que também participa do UFO Summit Brazil 2019 é o americano Stephen Bassett, físico e maior ativista ufológico dos Estados Unidos. Ele é diretor do Paradigm Research Group (PRG), que tem como objetivo lutar contra a política de acobertamento ufológico. Segundo Bassett, existem evidências contundentes da presença e ação de outras formas de vida inteligente na Terra. “Se esses fatos forem expostos como devem, muitos governos terão de criar um plano emergencial para lidarem com um novo futuro da humanidade, a começar pelos Estados Unidos”, diz Bassett.
Orçamento milionário para pesquisa dos discos voadores
Nick Pope e Stephen Bassett virão ao Brasil para apresentar, entre outros fatos, a revelação que o Pentágono mantinha até 2017 um órgão secreto de pesquisa ufológica com verba milionária. Era o Programa Avançado de Identificação de Ameaças Aeroespaciais (AATIP), que só em 2016 teve um orçamento de 22 milhões de dólares para investigação de ocorrências ufológicas, tudo evidentemente em segredo — a suspeita de Pope e Bassett é de que, após a revelação de sua existência, o órgão tenha mudado de nome e formato, mas continue investigando avistamentos de discos voadores, especialmente de militares americanos.
Quando houve a revelação da existência do AATIP no Pentágono, que se deu por meio do jornal “New York Times”, causando enorme polêmica em todo o mundo, seu próprio ex-diretor veio a público confirmar os fatos. Luis Elizondo, analista sênior de Inteligência que atuou em guerras no Irã e Iraque, com ampla experiência no meio militar americano, declarou com todas as letras: “O Governo Americano sabe muito bem da existência de outras formas de vida extraterrestre visitando a Terra. Negar isso se tornou insustentável. É hora de o mundo saber a verdade”. Quando fez a revelação, Elizondo apresentou três vídeos de UFOs feitos pela Marinha americana e se demitiu do Pentágono.
ViewImage - DISCOS VOADORES E VIDA EXTRATERRESTRE: Maior evento do país sobre UFO acontece em Recife
Luis Elizondo (à esquerda) e Tom Delonge: Juntos criaram a To the Stars Academy e runiram notáveis para pesquisar os discos voadores - (Crédito: TTSA)
Elizondo se juntou ao roqueiro da banda Blink 182 Tom DeLonge, um aficionado por UFOs desde criança, tendo tido várias experiências ufológicas, e juntos fundaram uma entidade para pesquisar ocorrências de discos voadores e contatos com tripulantes. É a To the Stars Academy (TTSA), que hoje conta com Nick Pope e Stephen Bassett em seus quadros, além de várias celebridades do mundo político e científico dos Estados Unidos, que também divergem do governo quanto à refutação dos discos voadores — um deles é Jim Semivan, que foi chefe de operações da Agência Central de Inteligência (CIA) por 25 anos, e outro é o doutor Hal Puthoff, um dos mais reconhecidos cientistas americanos.
Confrontar o governo e demandar abertura de informações 
“A To the Stars Academy é a mais importante iniciativa que já se fez nos Estados Unidos e no mundo para confrontar o governo e demandar que se faça uma ampla e completa abertura de documentos secretos sobre a manifestação na Terra de outras formas de vida inteligente provenientes de outros planetas”, declara Bassett, que pretende mostrar no UFO Summit Brazil 2019 tudo o que já se descobriu a respeito. Ele é acompanhado nesta declaração por dezenas de ufólogos dos Estados Unidos e de outros países.
Nick Pope também sustenta que a revelação da verdade é de máxima importância para a população não apenas americana, mas mundial. “O que pode ser mais importante para todos do que saber que existem inúmeras outras formas de vida extraterrestre inteligente espalhadas por incontáveis planetas do universo — e que muitas delas chegam até aqui em veículos que chamamos de discos voadores?”. E completa: “Nenhum governo tem o direito de esconder essa informação sob qualquer pretexto”.
4b++j4jQ6eD0tg== - DISCOS VOADORES E VIDA EXTRATERRESTRE: Maior evento do país sobre UFO acontece em Recife
Cena de um vídeo da Mariunha americana revelando um UFO que surgiu no radar de um caça F15 e disparou a 38 mil quilômetros por hora.
A realidade da abertura ufológica brasileira
A dupla estará ladeada no evento pelo ufólogo brasileiro A. J. Gevaerd, referência nacional e internacional em Ufologia. Gevaerd é criador e editor da Revista UFO, a mais antiga publicação sobre Ufologia do mundo, com 36 anos de existência. Foi ele quem, em 2004, elaborou a campanha “UFOs: Liberdade de Informação Já”, para pedir ao Governo Brasileiro que abrisse seus arquivos secretos sobre discos voadores. Gevaerd então formou a Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU) com mais importantes pesquisadores do país e, por meio da UFO, recolheu 70 mil assinaturas de simpatizantes da causa.
Deu certo. A partir de 2007, após uma reunião que os membros da CBU tiveram do militares da Aeronáutica no Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta) e Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Comdabra) — a convite deles —, o Governo passou a liberar seus documentos antes secretos sobre suas pesquisas de discos voadores no país. Em 2013 o grupo foi recebido novamente por militares, desta vez no Ministério da Defesa, em Brasília, para demandar que mais arquivos fossem abertos — hoje são cerca de 20 mil páginas de documentos já entregues à sociedade, alojadas para escrutínio público no Arquivo Nacional.
kSHsuokxqJFJjtKNfFSEA== - DISCOS VOADORES E VIDA EXTRATERRESTRE: Maior evento do país sobre UFO acontece em Recife
A. J. Gevaerd (À direita) entrevista o coronel Uyrangê Hollanda, que comandou a Operação Prato secretamente na ilha de Colares, no Pará
Gevaerd, Nick Pope e Stephen Bassett pretendem no UFO Summit Brazil 2019 voltar a pedir ao Governo Brasileiro que continue seu processo de abertura ufológica, agora revelando novos e importantes ocorrências ufológicas. Ao mesmo tempo, desde seu tour pelas quatro cidades brasileiras, Gevaerd, Pope e Bassett reforçarão a participação brasileira no movimento global que pede a revelação imediata e completa da verdade sobre a existência de discos voadores e sua ação na Terra. “O Brasil é parte fundamental em um processo que vise a abertura oficial e definitiva sobre realidade ufológica”, diz o editor. O próximo passo é alinhar estão ação com movimentos semelhantes hoje ocorrendo na Argentina, Chile, Inglaterra, Itália, Rússia e China, entre outras nações, e levar o pleito à Organização das Nações Unidas (ONU) em 2020.
Serviço: 
O UFO Summit Brazil 2019 em sua fase Recife ocorrerá no dia 16 de novembro, às 20h00, no auditório do MV Empresarial e Convention, na Avenida Presidente Dutra 298, Imbiribeira. Os ingressos custam R$ 140,00 e pode ser pagos em até 12 vezes no site oficial do evento: www.ufosummit.com.br. As inscrições são limitadas a 600 pessoas e mais da metade das vagas já foi vendida.
Biografia de Nick Pope: 
Nick Pope foi responsável pelo departamento de estudos oficiais de UFOs do Ministério da Defesa britânico. Trabalhou para o Governo Inglês por 21 anos e, antes de se retirar, em 2006, desenvolveu várias atividades dentro da estrutura governamental de seu país e até trabalhou como procurador substituto do departamento responsável pela política de segurança da Inglaterra. No início dos anos 90, Pope dirigiu o chamado “UFO Desk” do Ministério da Defesa. Seu trabalho era estudar e investigar o Fenômeno UFO, visando determinar se havia nele alguma ameaça ao seu país ou algo de interesse científico.
Os incontáveis casos ufológicos que pesquisou foram testemunhados por pilotos, policiais e militares, entre outros. São ocorrências em que UFOs foram rastreados por radar e se aproximado perigosamente de aeronaves civis e militares. Pope tem a mente aberta sobre a presença alienígena na Terra e assume uma posição definitiva quanto a verdadeira natureza do Fenômeno UFO, seguindo a mesma linha de outros pesquisadores modernos, que veem o assunto como muito mais complexo do que apenas visitantes de outros planetas. Paralelamente à investigação de UFOs, o pesquisador recebia relatos de outros enigmas, incluindo raptos por alienígenas, agroglifos e manifestações paranormais em bases militares. Por esta razão, a mídia comparou seu trabalho com o astro da série televisiva “Arquivo X” e apelidou Pope de “o verdadeiro Fox Mulder”.
Ele é frequentemente convidado para trabalhar como consultor em filmes e programas de TV sobre alienígenas, incluindo “Guerra dos Mundos”, “O Dia a Terra Parou”, “Invasão do Mundo: A Batalha de Los Angeles”, e muitos outros. Atualmente o conferencista trabalha como jornalista e radialista, aparecendo regularmente em noticiários de televisão e documentários, incluindo a série “Alienígenas do Passado”, veiculada pelo canal History, e para diversos jornais ingleses e americanos. Pope se mudou para os Estados Unidos em 2012 e desenvolve ações de mídia, sendo constantemente consultado por jornalistas e emissoras que sobre o Fenômeno UFO.
Biografia de Stephen Bassett:
Stephen Bassett é físico e diretor do Paradigm Research Group (PRG), fundado em 1996 para combater o embargo à verdade sobre os UFOs e sua origem extraterrestre, imposto pelo Governo dos Estados Unidos há quase 70 anos. Ele realiza palestras em todo o mundo sobre as consequências de uma abertura ufológica oficial e definitiva, que seria a confirmação formal, por parte de chefes de estado, da ação e presença alienígena na Terra. Bassett já concedeu mais de 1.200 entrevistas de rádio e televisão e seu trabalho defendendo a causa ufológica vem sendo amplamente coberto pela mídia nacional e internacional, incluindo redes CNN, Fox News, MSN, além de jornais como “The Washington Post” e “The New York Times”.
Em 2013, o Paradigm Research Group organizou o evento Audiências Públicas sobre a Abertura Ufológica, no National Press Club, em Washington, com a presença de dezenas de proeminentes ufólogos de inúmeros países, inclusive o Brasil (A. J. Gevaerd e Wilson Picler). Em novembro de 2014, o órgão lançou uma forte iniciativa política de dois anos, também em Washington, que conseguiu incluir a questão dos discos voadores na campanha presidencial americana de 2016. Bassett está em muitos documentários e suas palestras e entrevistas estão bem representadas no YouTube. Em janeiro de 2015, o PRG enviou uma nova petição à Casa Branca, agora demandando a realização de audiências sobre a questão ufológica no Congresso.
Em março seguinte, Bassett começou a se reunir com membros do Senado e da Câmara dos Estados Unidos, além de um grande número de potenciais testemunhas de UFOs, entre militares, políticos, agentes de serviços de Inteligência etc, tratando das evidências que confirmam a manifestação ufológica no planeta. Concomitante a essas ações, ele desenvolve um trabalho contínuo de conscientização pública por meio do site de sua entidade e de apresentações e vastos segmentos da mídia. Com seu país e o mundo entrando em território novo, o da abertura para uma visão cósmica da realidade, Bassett garante que continuará trabalhando para criar uma ampla coalizão dentro da comunidade ufológica americana e mundial, que ele espera alcançar 20 milhões de cidadãos apenas entre americanos, que estão seguindo as iniciativa de abertura ufológica com interesse e consciência. E muitos outros milhões ao redor do mundo.
Biografia de A. J. Gevaerd: 
A. J. Gevaerd foi professor de química até 1986, quando desistiu da área para se dedicar à Ufologia. Em 1983, fundou e até hoje é dirigente do Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV), a maior entidade do gênero no Hemisfério Sul. Entre os consultores do centro estão os mais destacados ufólogos brasileiros e estrangeiros. Nos anos 80 fundou a Revista UFO, da qual é editor desde então. A publicação é a única sobre Ufologia existente no país, com 36 anos de duração, e a mais antiga em circulação em todo o mundo.
A UFO conta com um conselho editorial com mais de 400 integrantes. Entre as atividades da publicação estão os eventos Fórum Mundial de Ufologia, Fórum Mundial de Contatados e os Congressos Brasileiros de Ufologia. O pesquisador já realizou centenas de conferências em todo o Brasil e em mais de 50 países. É diretor no país da Mutual UFO Network (MUFON), uma das mais antigas entidades do gênero em todo o mundo. Em 2004, Gevaerd foi o idealizador da campanha” UFOs: Liberdade de Informação Já”, encampada pela Comissão Brasileira de Ufólogos (CBU), da qual foi criador. A CBU foi fundada em 1996 para demandar ineditamente junto ao Governo Brasileiro que abra seus arquivos secretos sobre UFOs e admita a participação civil no processo de investigação do tema. O movimento foi bem-sucedido e os membros da CBU foram recebidos ineditamente pela Aeronáutica, em 20 de maio de 2005. e pelo Ministério da Defesa, em 18 de abril de 2013.
Mais de 20 mil páginas de documentos ufológicos antes secretos foram desclassificadas graças ao movimento. Para tornar os segredos ufológicos militares conhecidos por toda a população, Gevaerd localizou e convenceu militares de alta patente a revelar suas experiências, até então secretas. O editor se especializou em casos ufológicos da Amazônia e foi o pesquisador que revelou a Operação Prato, em 1982, e entrevistou exclusivamente seu comandante, em 1997, o coronel Uyrangê Hollanda. Ele é constantemente requisitado em círculos mundiais onde UFOs são tratados, participando de eventos, programas etc. Já foi entrevistado em incontáveis talk shows nacionais e estrangeiros, e também entrevistado de inúmeros documentários, tais como “Chasing UFOs” do canal Discovery, “UFO Connection”, do NetGeo, “Contacto Extraterrestre” e ‘Ancient Aliens”, do canal History, entre muitos outros.
Sobre a Revista UFO: 
A Revista UFO é a mais antiga publicação dedicada à pesquisa dos discos voadores do mundo em circulação atualmente. Criada nos anos 80 por A. J. Gevaerd, até hoje seu editor, a UFO está em todo o Brasil e países de língua portuguesa todos os meses, há mais de 36 anos. Os principais pesquisadores dos UFOs do país e de mais de 50 nações fazem parte de seu Conselho Editorial e mantém seus leitores informados regularmente.
A UFO é também promotora dos maiores eventos na área da pesquisa ufológica no país, mantendo há quase 10 anos as séries Fórum Mundial de Ufologia, Fórum Mundial de Contatados e Congresso Brasileiro de Ufologia, nos quais já se apresentaram mais de 200 ufólogos brasileiros e 100 convidados estrangeiros de cerca de 40 países. A publicação está ligada ao Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores (CBPDV) e ao Instituto Brasileiro de Exopolítica (IBEXO), no país, e à Mutual UFO Network (MUFON), a maior entidade de pesquisas ufológicas do mundo. O site da UFO é www.ufo.com.br.
Mais informações e contatos para entrevista por meio dos e-mails abaixo: 
Para cadastramento de imprensa, acesse este link: 
Fonte: Assessoria - Publicado por: Amara Alcântara

“Dick pic”

Quem são, o que motiva e o que sentem os homens que enviam fotos do próprio pênis?

Segundo um estudo do Pew Research Center sobre o assédio online, 53% das mulheres de 18 a 29 anos já receberam uma “dick pic” em algum momento de sua vida


Se você é uma mulher, é altamente provável que em algum momento de sua vida tenha recebido a foto de um pênis no seu celular. Na melhor das hipóteses, a fotografia terá sido pedida, apreciada e desfrutada por ambas as partes. Na pior, você provavelmente recebeu uma foto de um pênis qualquer, sem esperar por isso. De acordo com um estudo do Pew Research Center sobre assédio online, 53% das mulheres entre 18 e 29 anos receberam uma dick pic em algum momento da vida. A mesma tecnologia que nos permitiu fazer sexo com alguém que esteja a mais de 3.000 quilômetros de distância também conseguiu mudar a imagem do tarado mostrando seu pênis perto da porta das escolas, pois agora ele nem se esconde mais em algum canto. Às vezes, eles têm rosto, nome e sobrenome e podem até divulgar seu número de telefone —via WhatsApp— e seu local e cargo no trabalho.
A reação a uma fotografia não pedida de um pênis geralmente é de surpresa, incredulidade, medo ou irritação. Algumas mulheres chegam até a rir disso por causa do grotesco da situação. Mas a grande maioria não pode evitar olhar para a tela do seu celular com desgosto e se perguntar o que diabos leva um homem aparentemente normal a tirar uma foto de seu membro e enviá-la com tanto descaramento.
Recentemente, The Journal Of Sex Research chegou às respostas. Em um estudo intitulado I’ll show you mine and you’ll show me yours (mostro o meu e você mostra o seu, na tradução livre em português), são exploradas as motivações por trás do envio não solicitado de imagens das genitálias, bem como a personalidade e características sexuais de homens que enviam essas fotos em comparação com os que não fazem isso.
No total, 48% dos homens admitiram ter enviado uma foto de seu pênis em alguma ocasião, sem o consentimento da outra pessoa. Em relação à motivação, a maioria dos sujeitos deste estudo reconheceu que envia essas fotografias na esperança de receber em troca outras do mesmo tipo. No entanto, outros participantes admitiram, dando amostras de misoginia, que o que os estimulava era a resposta negativa das destinatárias. O sentimento de poder e controle sobre a reação da outra pessoa se tornavam fatores condicionantes para essa troca: “O envio de uma foto do pau me dá uma sensação de controle sobre a pessoa para quem envio”, admitiu um dos entrevistados.
De acordo com o estudo, 82% dos entrevistados revelaram que sua intenção final era fazer a mulher que recebeu a foto se sentir excitada. No entanto, falhavam ao reconhecer a importância do consentimento na hora de trocar fotos. A máxima “não há mal nenhum em tentar”, que tanto favorece o assédio às mulheres na cultura machista, parece encontrar neste estudo bases científicas,
Para surpresa de poucas, o perfil do homem que envia esse tipo de foto mostra altos níveis de narcisismo, além de respaldar exemplos de machismo ambivalente e hostil em comparação com os homens que não enviam fotos de seus órgãos genitais a desconhecidas. A prova desse narcisismo é que muitos homens disseram sentir-se tão orgulhosos de seu membro que não puderam evitar compartilhá-lo com desconhecidas.
Quais são as soluções possíveis?
Recentemente, como relatou o jornal The Guardian, a webdesigner Kelsey Bressler solicitou fotos de pênis a seus seguidores no Twitter. Não era uma brincadeira. Ela está desenvolvendo uma versão beta de um filtro que permitiria interceptar 95% das fotos de conteúdo sexual —mais especificamente, do pênis— que chegam por mensagem privada e eliminar e bloquear quem as envia, o que evitaria para muitas mulheres surpresas desagradáveis na hora do café. O filtro, ainda em desenvolvimento, foi criado com imagens de filmes pornográficos e nesta nova fase deve ser testado com fotografias reais.
Bressler está buscando uma solução para um problema sofrido por muitas mulheres, ao qual os setores de tecnologia não dão importância suficiente: que o fato de não ser cara a cara não significa que não seja assédio e que a existência de ferramentas que permitam silenciar e bloquear quem envia esse tipo de conteúdo não impede que muitas mulheres tenham que ver antes o conteúdo.
Aplicativos como Twitter, Instagram e WhatsApp já mostram borradas as fotografias enviadas por destinatários desconhecidos: excluí-las diretamente para que nenhuma mulher tenha de vê-las e até mesmo bloquear esses usuários que só recorrem às redes para enviar esses conteúdos, novamente como a versão digital do tarado na porta da escola, faria da Internet um lugar muito mais amigável para pelo menos 53% das mulheres.
penis - Quem são, o que motiva e o que sentem os homens que enviam fotos do próprio pênis?
Fonte: El país - Publicado por: Alana Yaponirah

Boa notícia para quem quer trabalhar

Oferta de vagas no comércio para o Natal será a maior em seis anos, de acordo com a CNC




compras natal dsc 0295 300x200 - Oferta de vagas no comércio para o Natal será a maior em seis anos
Shopping no centro de Brasília tem movimento intenso no último fim de semana antes do Natal

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou hoje (14) uma estimativa sobre os postos de trabalho temporários para o Natal deste ano. De acordo com a CNC, espera-se a contratação de 91 mil trabalhadores temporários para atender ao aumento da demanda do varejo no período natalino, ou seja, 4% maior do que em 2018 e a maior oferta dos últimos seis anos.
Estima-se que o Natal movimente R$ 35,9 bilhões no comércio varejista de todo o país, neste ano, segundo a CNC.
Para o presidente da confederação, José Roberto Tadros, essa “retomada parcial do nível de atividade do setor” está sendo influenciada pela inflação baixa, pelos juros básicos no piso histórico, por prazos mais amplos para a quitação de financiamentos e, principalmente, pela liberação de recursos extraordinários para o consumo, como os saques no FGTS e no PIS/Pasep.
Os estados que devem mais gerar vagas são São Paulo (22,6 mil), Minas Gerais (10 mil), Rio de Janeiro (9,4 mil) e Rio Grande do Sul (7,6 mil), que concentrarão mais da metade da oferta de vagas.
Já entre os setores do comércio, os maiores volumes de contratações deverão ocorrer nos ramos de vestuário (62,5 mil vagas) e de hiper e supermercados (12,8 mil). Oito em cada dez vagas ofertadas deverão ser preenchidas por vendedores (57 mil), operadores de caixa (13 mil) e pessoal de almoxarifado (4,6 mil).
Os maiores salários médios deverão ser pagos aos contratados para os cargos de gerente de marketing e vendas (R$ 2.724) e gerentes de operações comerciais (R$ 2.020).
A taxa de efetivação dos trabalhadores temporários deverá ser maior do que nos últimos cinco anos, com expectativa de absorção definitiva de 26,1%.
Fonte: Agência Brasil

Mais uma tentativa da defesa de Lula

Defesa de Lula pede ao TRF-4 que analise mensagens divulgadas pela Vaza Jato


LULA ENTREVISTA PRISÃO - Defesa de Lula pede ao TRF-4 que analise mensagens divulgadas pela Vaza Jato
A defesa de Lula ingressou com embargos de declaração no Tribunal Regional Federal da Quarta Região (TRF-4), solicitando que a Corte inclua, nos processos contra o ex-presidente, perícia e análise das mensagens divulgadas pelo The Intercept Brasil, que apontam irregularidades cometidas pelos promotores da Lava Jato e pelo juiz Sérgio Moro.
A petição traz as mensagens reveladas nesta segunda-feira (14) pelo site The Intercept, que apontaram que os procuradores calcularam a data da divulgação da denúncia contra Lula no sítio de Atibaia para terem o máximo de exposição de mídia e tirarem atenção dos questionamentos ao procurador Rodrigo Janot, pelo acordo da Procuradoria-Geral da República (PGR) com a empresa JBS.
O objetivo era distrair a população e a imprensa das críticas que atingiam a PGR. À época, a equipe de Janot estava sob bombardeio, por causa de um áudio vazado da colaboração premiada dos executivos do conglomerado JBS, que atingia em cheio Michel Temer.
Suspeitas
Havia suspeitas de que o material tinha sido editado. Meses depois, problemas mais graves – como o jogo duplo do procurador Marcelo Miller, que recebeu R$ 700 mil para orientar a JBS – levaram o próprio Janot a pedir que o acordo fosse rescindido.
A denúncia do sítio já estava pronta para ser apresentada em 17 de maio de 2017, dia em que o jornal O Globo publicou reportagem acusando Temer de dar aval a Joesley para a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, do MDB. Diante da notícia, que caiu como uma bomba em Brasília, o coordenador das investigações no Paraná, Deltan Dallagnol, decidiu adiar o oferecimento e a divulgação da acusação contra Lula, inicialmente programadas para o dia seguinte.
O então procurador Carlos Fernando dos Santos Lima, à época o decano da Lava Jato em Curitiba, escreveu aos colegas que a acusação que atribui a Lula a propriedade de um sítio em Atibaia poderia “criar distração” sobre a possível edição da conversa gravada entre o ex-presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, dono da JBS.
Mais tarde, de acordo com o The Intercept, o diálogo seria um dos pilares da primeira denúncia que a PGR fez contra Temer, mas o que dominava o debate público até então eram suspeitas sobre a integridade da gravação.
lula 2 - Defesa de Lula pede ao TRF-4 que analise mensagens divulgadas pela Vaza Jato
Fonte: Revista Fórum - Publicado por: Gerlane Neto

Tentativa de assassinato teria sido armação de prefeito paraibano

Homem acusado de tentar matar prefeito de Curral de Cima, na Paraíba, diz ser vítima de armação


whatsapp image 2019 10 10 at 1946563 620x310 - Homem acusado de tentar matar prefeito de Curral de Cima diz ser vítima de armação
O agricultor acusado de tentar matar o prefeito de Curral de Cima, Totó Ribeiro, disse que está sendo vitima de uma “armação para tentar incriminá-lo. Pedro José dos Santos, popularmente conhecido como “Pedrinho”,  relata que apenas pediu para tirar uma foto com o prefeito Totó.
“Falei com o assessor de Fabiano Pedro e pedi para tirar uma foto. Ele, humildemente, foi e disse: ‘bora’ e tirou uma foto comigo. Totó Ribeiro quando viu fez um aceno para os seguranças, que me arrodearam, algemaram e me tiraram de perto dele”, afirmou.
Pedrinho diz que foi liberado, mas logo foi imobilizado novamente e algemado, enquanto Totó Ribeiro acionava a polícia. Foi aí que, segundo ele, a faca teria sido “plantada” para incriminá-lo.
“Inventaram uma faca, caçaram e disseram que eu tava [Sic] ameaçando Totó, sendo mentira. Fui para a delegacia algemado, dentro da viatura, para a Delegacia de Mamanguape”, prosseguiu.
Ele conta que o delegado o liberou após constatar a falta de materialidade na acusação do prefeito e que, após isso, foi para o Hospital Geral de Mamanguape fazer exame de corpo de delito.
Não é a primeira vez que os dois se desentendem. Pedrinho diz que tudo começou quando o prefeito, Totó Ribeiro, o acusou de mandar áudio em um grupo o chamando de ladrão, fato este que Pedrinho nega com veemência, explicando que se o mesmo existisse, ele já teria sido processado pelo gestor.
Fonte: Polêmica Paraíba - Publicado por: Gerlane Neto

Veto a cantora Márcia Felipe na Festa da Luz

População de Guarabira, na Paraíba, pede que prefeitura cancele show de Márcia Fellipe após cantora criticar canonização de Irmã Dulce 


Capturar 26 - Festa da Luz: população de Guarabira pede que prefeitura cancele show de Márcia Fellipe após cantora criticar canonização de Irmã Dulce 
Moradores da cidade de Guarabira se uniram na internet para pedir que o show da cantora Márcia Fellipe seja vetado da Festa da Luz, na Paraíba, a população está revoltada com o comentário que a cantora fez em uma de suas redes sociais sobre a canonização da Irmã Dulce, realizada no último domingo (13),  pelo Papa Francisco, no Vaticano. “Santa Dulce dos Pobres” é a primeira brasileira a ser canonizada.
A cantora criticou a canonização da freira dizendo que “Santo é só o senhor Jesus Cristo”
“Ajudar o próximo, sim! Mas não faz nenhum ser humano ser ‘santo’. Santo só o senhor Jesus Cristo. Não se deixem enganar (leiam a Bíblia). ‘E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará’. João 8:32”, disse Márcia sobre a santificação da freira baiana.
A festa é um evento católico tradicional no estado, em celebração à padroeira da Diocese de Guarabira, Nossa Senhora da Luz. “ATENÇÃO PREFEITURA DE GUARABIRA, ATENÇÃO Prefeito Marcus Diogo, A festa da Luz é do povo. Não queremos Márcia Fellipe na festa da luz de Guarabira”, diz o post.
A festa acontece de 29 de Janeiro a 1º de Fevereiro de 2020.
dulce - Festa da Luz: população de Guarabira pede que prefeitura cancele show de Márcia Fellipe após cantora criticar canonização de Irmã Dulce 
O comentário de Márcia Fellipe também gerou revolta nas redes sociais e internautas responderam a cantora.
“Ridícula, que falta de respeito. Quem é você para dizer o que é certo e o que é errado? Lê a bíblia inteira e não sabe o significado de cada palavra. Sua leitura foi em vão. Leia novamente e compreenda as suas palavras, você não é digna de dizer nada. Respeite a religião dos outros. Não nos metemos na sua”, disse uma pessoa.
“Cadê o respeito pela religião dos outros?”, enfatizou outro. “Você só tem e diz que lê a Bíblia por conta dos católicos. Então, linda, não só leia e decore. Estude cada palavra”, sugeriu mais um internauta. Apesar disso, a postagem da cantora também recebeu algumas curtidas.
marciafellipe 1 - Festa da Luz: população de Guarabira pede que prefeitura cancele show de Márcia Fellipe após cantora criticar canonização de Irmã Dulce 
Fonte: Polêmica Paraíba - Publicado por: Gerlane Neto

Dinheiro que enche os olhos da União, estados e municípios

Paraíba pode perder R$ 131 milhões de recursos do pré-sal com novo critério de distribuição


09122008 plataforma p 51 da petrobras petroleo pre sal combustiveis 1537815396478 v2 1920x1279 - LEILÃO: Paraíba pode perder R$ 131 mi de recursos do pré-sal com novo critério de distribuição

Se o Senado aprovar o acordo costurado entre governadores, senadores e deputados sobre a divisão dos R$ 10,9 bilhões do bônus de assinatura pela exploração do petróleo que cabem aos estados, a Paraíba terá uma perda de R$ 131,4 milhões. No critério de distribuição pela PEC 98/2019, o Estado receberia R$ 443 milhões. Agora, no critério de distribuição pelo Projeto de Lei 5478/2019, a Paraíba terá direito a R$ 312 milhões. Uma perda de R$ 131 milhões.
Minas Gerais vai ser o maior beneficiário dos recursos, recebendo R$ 849 milhões. O estado será seguido por Mato Grosso, com R$ 665 milhões. No outro extremo, Santa Catarina ficará com a menor fatia, de R$ 189 milhões, além do Distrito Federal, que levará R$ 64 milhões.
A divisão dos recursos do petróleo direcionados a cada estado é resultado de um grande embate entre as bancadas estaduais, tanto na Câmara quanto no Senado, e colocou de um lado os estados do Norte e do outro, os do Sul.
A princípio, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 98/2019 previa que estados e municípios receberiam os recursos segundo os critérios do Fundo de Participação dos Estados e do Fundo de Participação dos Municípios, respectivamente. Esses fundos levam em conta, por exemplo, a desigualdade regional e a renda per capita para beneficiar as populações com menor índice de desenvolvimento. Por isso, agradam aos estados mais pobres que recebem um rateio proporcionalmente bem maior em razão da tentativa de se equalizar as distorções regionais. A PEC gerou a Emenda Constitucional 102, de 2019.
A ideia de ratear segundo o FPE prosperou no Senado porque, como Casa da Federação, todos os estados têm apenas três representantes. Nordeste e Norte somam mais estados que Sudeste, Sul, Centro-Oeste e o DF juntos.
Caso a divisão fosse inteiramente feita pelo FPE, Roraima faturaria R$ 610 do bônus de assinatura por habitante, contra os R$ 32 pagos por habitante de São Paulo. Para o Distrito Federal, iriam R$ 28 por habitante, enquanto o Acre deveria receber R$ 548 per capita. Na prática, os estados mais pobres (e menos populosos) receberiam uma fatia proporcionalmente maior.
Ao chegar à Câmara com esse critério (FPE e FPM), a PEC não agradou aos estados mais ricos — exatamente os que mais perdem com as desonerações de exportações previstas pela Lei Kandir. Como o número de deputados de cada estado depende do tamanho da população, e esses estados, além de mais ricos, estão entre os mais populosos, começou a luta para derrubar o critério do FPE em nome de um que levasse em conta também os prejuízos pela não cobrança do ICMS nas exportações.
Acordo
O resultado foi o PL 5478/2019, que divide os R$ 10,9 bilhões em três partes, colocando dois terços no critério do FPE e um terço no critério de reposições por perdas da Lei Kandir. O primeiro critério agrada os estados mais pobres, o segundo, os estados exportadores, e por consequência, mais ricos. O projeto foi aprovado na Câmara na quarta-feira e chegou ao Senado na quinta-feira (10).
– Havia uma discordância quanto à utilização direta dos coeficientes do FPE, que estava no texto da PEC aprovada no Senado. Nesse contexto, o projeto de lei foi uma solução política mais célere para regulamentar a distribuição desses recursos — explica Flávio Luz, consultor de Orçamento do Senado.
Pelos cálculos da Consultoria de Orçamento do Senado, o PL diminui a margem de 17 estados — todos do Norte e Nordeste — e do DF. Por outro lado, o critério misto — de FPE mais Lei Kandir — aumenta os valores pagos a Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. Este último estado, inclusive, deu um salto grande da PEC para o PL 5478/2019: de R$ 94 milhões, ele passa a receber R$ 633 milhões, proporcionalmente o maior aumento entre todos os estados.
O senador Carlos Viana (PSD-MG) comemorou em suas redes sociais os novos termos do acordo, que destinará a Minas Gerais R$ 300 milhões a mais do que o previsto pela PEC anterior.
– Estamos recuperando um espaço político, fazendo justiça para Minas Gerais, que desde o marco do petróleo foi prejudicada e colocada em segundo plano.
De onde vem o dinheiro?
O dinheiro que enche os olhos da União, estados e municípios é uma previsão de venda do direito de explorar petróleo na camada do pré-sal. Estima-se que R$ 73 bilhões podem ser arrecadados pela União no megaleilão do petróleo, marcado para o dia 6 de novembro, já descontados os R$ 33,6 bilhões que a União deve à Petrobrás.
Se o PL 5.478/2019 for aprovado, a União terá direito a R$ 48,9 bilhões (ou 67%). Outros 30% serão divididos igualmente entre estados e municípios (R$ 21,9 bilhões, sendo metade para o FPE e metade para o FPM). Por fim, os estados produtores receberão cerca de R$ 2,19 bilhões, ou 3% do montante, por causa de uma emenda emplacada em favor dos estados confrontantes à plataforma continental, mar territorial ou zona econômica exclusiva onde estejam geograficamente localizadas as jazidas de petróleo, gás natural e outros hidrocarbonetos fluidos.
Fonte: ClikPB