sexta-feira, 3 de fevereiro de 2023

Causas da morte da jornalista Glória Maria

Câncer no pulmão, tumor no cérebro e metástase: entenda morte da jornalista e apresentadora Glória Maria

Jornalista e apresentadora morreu, nesta quinta-feira (2/2), no Rio de Janeiro. Ela estava internada em um hospital na capital fluminense, em tratamento de metástases

Francisco Artur e Estado de Minas
 (crédito: Reprodução)
(Crédito: Reprodução)

A apresentadora do programa Globo Repórter, da TV Globo, a jornalista Glória Maria morreu nesta quinta-feira (02/02), no Rio de Janeiro. Os últimos quatro anos da jornalista foram marcados pelos tratamentos de problemas de saúde como câncer no pulmão, tumor no cérebro e metástases.

Em 2019, a jornalista foi diagnosticada com o câncer pulmonar. O problema foi tratado pelos médicos por meio do procedimento de imunoterapia. A doença, no entanto, se espalhou pelo organismo e formou um tumor no cérebro.

A apresentadora, então, fez uma cirurgia, também bem-sucedida. Mas, ela precisou voltar a se tratar no ano passado, já que haviam sido constatadas metástases no cérebro.

Diferente dos tratamentos anteriores, Glória Maria não resistiu à continuidade das sessões de imunoterapia para combater essas metástases. "Em 2019, Glória foi diagnosticada com um câncer de pulmão, tratado com sucesso com imunoterapia. Sofreu metástase no cérebro, tratada em cirurgia, também com êxito inicialmente. Em meados do ano passado, Glória Maria começou uma nova fase do tratamento para combater novas metástases cerebrais que, infelizmente, deixou de fazer efeito nos últimos dias, e Glória morreu esta manhã”, diz comunicado da emissora.

O que é metástase

A metástase ocorre quando células cancerígenas se desprendem do local onde localiza-se a patologia e se espalham para a corrente sanguínea ou linfática. Segundo o neurocirurgião do Hospital Sírio libanês Henrique Lira, metástases são oriundas de tumores malignos. No caso de Glória Maria, esse tumor foi no cérebro.

"Os mais comuns tumores malignos são as metástases cerebrais, que surgem a partir de um câncer localizado em outra região do corpo. Isso ocorre porque as células cancerígenas acabam migrando por corrente sanguínea nas maioria das vezes, e se implantam em outra região do nosso corpo, como o cérebro. O tratamento de tumores malignos pode ser feito por meio de cirurgias aliadas aos procedimentos de radioterapia e quimioterapia", explicou o médico.

Além das patologias malignas, os tumores no cérebro podem ser benignos. O especialista mestre em neurociências pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) contou que, neste caso, a manifestação mais comum é a lesão conhecida como meningioma.

"Também é muito comum e, às vezes, as pessoas descobrem a lesão por acaso, ao fazer uma investigação alternativa de qualquer outro tipo de sintoma e aí, descobre o quadro de meningioma, que não apresenta nenhum sintoma", esclareceu.

Suspeitas de tumor cerebral

O médico também indicou sintomas aparentemente corriqueiros que podem levantar suspeitas sobre a presença de um tumor cerebral. "A suspeita da presença de um tumor cerebral ocorre quando o paciente apresenta algum sintoma neurológico novo, que é atípico e progressivo, como uma dor de cabeça que a pessoa nunca tinha e veio a ter todos os dias, síndromes epiléticas, como uma crise de convulsão que o paciente nunca teve antes, alguma alteração motora, uma fraqueza para mexer braço e mexer a perna", acrescentou Henrique Lira.

Como se prevenir

Casos extremos de cânceres podem assustar, mas existem formas de prevenir o aparecimento da doença. Isso porque atitudes relacionadas ao autocuidado e à prática de exercícios físicos podem contribuir na profilaxia.

O oncologista Luis Eugênio, do grupo Oncoclínicas, listou uma série de dicas para viver bem: “Primeiramente, sempre viva bem. Estado físico e mental. Pratique atividades físicas, boa alimentação, bom sono e alimente-se bem. Fique atento a sintomas como dor de cabeça, diferente das usuais e que não melhoram com analgésicos. Sintomas como formigamento contínuos e alterações de memória frequentes podem ser o primeiro alerta de tumores cerebrais, principalmente em idosos”, finaliza.

Cânceres agressivos

Segundo o Oncoguia, o câncer de pulmão pode começar nas células que revestem os brônquios e partes do pulmão, como os bronquíolos e alvéolos. Ele se desenvolve a partir do crescimento desordenado das células provocando o aparecimento de um tumor que tem a capacidade de se disseminar para outras partes do corpo. É um tumor agressivo.

Sobre o câncer de cérebro, o Oncoguia também informa que é importante entender a diferença entre os tumores que se iniciam no cérebro (tumores cerebrais primários) e os tumores que se iniciam em outros órgãos, como pulmão ou mama, e se disseminaram para o cérebro (tumores cerebrais metastáticos). Em adultos, os tumores cerebrais metastáticos são mais frequentes que os tumores cerebrais primários.

E diferente dos cânceres que começam em outras partes do corpo, os tumores que começam no cérebro ou na medula espinhal raramente se disseminam para outros órgãos. Entretanto, os tumores cerebrais ou da medula espinhal raramente são considerados benignos. Eles ainda podem provocar lesões importantes ao crescer e se espalhar para áreas adjacente, onde podem destruir o tecido cerebral normal. 

Correio Braziliense

Filhas adotivas de Glória Maria

Jornalista e apresentadora da Rede Globo Glória Maria deixa duas filhas adolescentes, Maria, de 15 anos de idade, e Laura, de 14

Glória Maria morreu nesta quinta-feira (02/02) no Rio de Janeiro; causa da morte ainda não foi revelada

Jéssica Andrade
Gloria Maria e filhas  -  (crédito: Instagram/ reprodução )
Glória Maria e filhas - (Crédito: Instagram/Reprodução)

A jornalista e apresentadora Glória Maria morreu nesta quinta-feira (02/02). Ela deixa duas filhas adolescentes. A repórter, pioneira na TV brasileira, era mãe de Maria, de 15 anos, e Laura, de 14.

As irmãs foram adotadas em 2009, após uma temporada na Bahia. “Eu nunca quis ser mãe. O trabalho me preenchia, minha vida era perfeita. Elas surgiram por acaso. Eu nunca tinha pensado em ter filhos até que vi as duas pela primeira vez e tive certeza que elas eram minhas filhas. Isso é uma coisa que não sei explicar” afirmou Glória em entrevista ao programa Encontro, da TV Globo. 

Em 2009, Glória Maria adotou as duas filhas, Maria e Laura, após temporada na Bahia
Em 2009, Glória Maria adotou as duas filhas, Maria e Laura, após temporada na Bahia - (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O processo de adoção durou 11 meses e levou Glória a mudar de estado para estar mais perto das meninas enquanto a documentação era analisada. Em uma reportagem da TV Globo, ela falou sobre as filhas. "A minha felicidade é olhar para as duas, é brincar, o abraço, o beijo, é a necessidade delas ficarem comigo", disse.

    A mãe adorava postar fotos das meninas e disse que só não publicava mais porque elas não gostavam. Segundo ela, Maria e Laura são discretas. “Bem difícil atualmente conseguir foto com minhas filhas. Acham ridículo. Mas às vezes consigo!!! Meus amores”, disse ela em uma publicação em abril do ano passado.

    Recentemente, a jornalista revelou que pela primeira vez suas filhas foram a um grande evento sem ela, mostrando o quanto as meninas estão crescidas. “Minhas vidas. Meus amores. Primeira vez numa programação tipo Rock In Rio sem mim. Foram com a minha comadre Veronica e a madrinha Júlia. Se divertiram mas se Deus quiser no próximo evento vamos estar juntas. Por enquanto preciso me cuidar. Mas tenho FÉ e logo estarei de volta brilhando”, celebrou.

    Correio Braziliense

    Glória Maria perde luta contra o câncer

    Morre, nesta quinta-feira, 02 de fevereiro, a jornalista da TV Globo Glória Maria, no Rio de Janeiro

    Glória Maria carregava um currículo extenso. Referência no meio jornalístico, apresentou o Fantástico de 1998 a 2007 e, desde 2010, integrava a equipe do Globo Repórter

    Yasmin Rajab
     (crédito: Globo/Ramón Vasconcelos)
    (Crédito: Globo/Ramón Vasconcelos)

    Morreu, nesta quinta-feira (02/02), a jornalista Glória Maria, ícone do jornalismo nacional. A informação foi confirmada pelo portal de notícias G1. A carioca atuava na rede Globo desde 1971 e foi a primeira repórter a entrar ao vivo e, em cores, no Jornal Nacional

    Glória carrega um currículo extenso. Referência no meio jornalístico, apresentou o Fantástico de 1998 a 2007 e, desde 2010, integrava a equipe do Globo Repórter. A causa da morte ainda não foi informada. 

    Glória Maria apresentou o Globo Repórter por 12 anos e estava há mais de três meses afastada, por conta do tratamento. O último programa que ela apresentou foi ao ar no dia 05 de agosto de 2022.

    Filha do alfaiate Cosme Braga da Silva e da dona de casa Edna Alves Matta, Glória Maria Matta da Silva nasceu na Vila Isabel, na zona Norte do Rio de Janeiro, e estudou em diversos colégios públicos. Durante a faculdade de jornalismo na Pontifícia Universidade Católica (PUC-Rio), ela chegou a conciliar a graduação com o emprego de telefonista na Embratel. Seu primeiro estágio foi no Programa do Chacrinha, na Globo, ainda nos anos 1960. 

    A experiência dela no jornalismo começou em 1970, quando foi radioescuta da Globo no Rio de Janeiro. Em 1971, já estreava como repórter na cobertura do desabamento do Elevado Paulo de Frontin. Na época, os jornalistas ainda não apareciam no vídeo. 

    Glória também trabalhou no Jornal Hoje e no Jornal Nacional, sendo a primeira repórter a aparecer ao vivo. A jornalista chegou a cobrir a posse de Jimmy Carter em Washington e entrevistar chefes de estado durante o período militar. 

    Glória Maria no Fantástico 

    Em 1986, Glória passou a fazer parte da equipe do Fantástico, programa em que fez história. A carioca foi apresentadora de 1998 a 2007, onde colecionou viagens pelo mundo, entrevistas inéditas e histórias únicas. Ela chegou a entrevistar celebridades como Michael Jackson, Nicole Kidman, Leonardo Di Caprio e Madonna. 

    Glória também cobriu a guerra das Malvinas em 1982, a invasão da embaixada brasileira do Peru por um grupo terrorista em 1996, os Jogos Olímpicos de Atlanta também em 1996 e a Copa do Mundo na França em 1998. 

    Luta contra o câncer 

    Glória Maria foi internada no início de janeiro deste ano para dar sequência a um tratamento de saúde. A jornalista havia retirado um tumor no cérebro em 2019 e, em 2022, precisou colocar um dreno no pulmão por conta de uma sequela da Covid-19. 

    Inicialmente, Glória lutou contra um câncer no pulmão que, depois, atingiu o cérebro. Em dezembro de 2022, a Globo havia informado que o tratamento estava previsto há alguns meses e que a apresentadora do Globo Repórter retornaria as atividades na emissora. 

    Glória deixa duas filhas adolescentes, Laura Matta da Silva e Maria Matta da Silva.

    Correio Braziliense

    quinta-feira, 2 de fevereiro de 2023

    Senador Rodrigo Pacheco é reeleito presidente do Senado

    Com 49 votos, Rodrigo Pacheco é reeleito presidente do Senado Federal; paraibano Veneziano Vital do Rêgo é o vice-presidente

    Pacheco conquista 49 votos e consagra reeleição; Marinho soma 32
    © Getty

    O senador Rodrigo Pacheco (PSD) foi reeleito, nesta quarta-feira (01), como presidente da Mesa Diretora do Senado para o biênio 2023-2024. Ele venceu a disputa com 49 votos contra 32 de Rogério Marinho (PL), que era apoiado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

    Aos 46 anos, Pacheco está em seu primeiro mandato no Senado. Antes, foi deputado federal e, na Câmara dos Deputados, presidiu a comissão de Constituição e Justiça. O senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB), da Paraíba, foi eleito vice-presidente da Casa.

    Em discurso antes da votação, Pacheco pregou o fim da radicalização na política, defendeu a harmonia entre os Poderes e a aprovação de legislação para regular as mídias sociais. Ele também afirmou que trabalhará pela autonomia do Senado e pelo estado democrático de direito.

    Da Paraíba, os senadores Veneziano Vital do Rêgo (MDB) e Daniella Ribeiro (PSD) declararam voto em Pacheco, enquanto o recém-empossado Efraim Filho (União) não divulgou seu posicionamento.

    O Senado é composto por 81 parlamentares. Cada estado têm três representantes na Casa — assim como o Distrito Federal. As bancadas são renovadas de quatro em quatro anos, de forma alternada: em uma eleição são escolhidos 27 senadores (um terço do total) e, na seguinte, 54 parlamentares (dois terços).

    Agenda Política

    Susto

    Pai de Arthur Lira passar mal e sessão de posse dos deputados é interrompida na Câmara Federal

    Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

    A sessão de posse dos deputados federais na Câmara foi interrompida nesta quarta-feira (1º) após o ex-senador e atual prefeito de Barra de São Miguel (AL), Benedito de Lira (PP), passar mal. Ele é pai do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e acompanhava a solenidade.

    Ex-senador e atual prefeito de Barra de São Miguel (AL), Benedito de Lira acompanhava a sessão no plenário da Câmara quando se sentiu mal. Ele foi atendido pela equipe médica da Câmara.

    Ele foi socorrido por brigadistas e atendido pela equipe médica da Casa.

    MaisPB

    Arthur Lira é reeleito presidente da Câmara dos Deputados com 464 votos

    Com votação recorde, Arthur Lira é reeleito presidente da Câmara dos Deputados

    Capturar 3 - Com votação recorde, Arthur Lira é reeleito presidente da Câmara dos Deputados
    Foto: Pablo Valadares/ Câmara dos Deputados

    Com 464 votos, o atual presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), foi reconduzido para mais um mandato no biênio 2023-2024. Os deputados elegeram ainda os demais membros da Mesa Diretora: 1º e 2º vices, 1º a 4º secretários e quatro suplências.

    Lira foi apoiado por um único bloco parlamentar reunindo 20 partidos, incluindo duas federações. Ele obteve a maior votação absoluta de um candidato à Presidência da Câmara, considerados os registros dos últimos 50 anos.

    Em seu discurso de agradecimento, Lira afirmou que não há mais espaço no Brasil para aqueles que atentam contra os Poderes que simbolizam a democracia. “Esta Casa não acolherá, defenderá ou referendará nenhum ato, discurso ou manifestação que atente contra a democracia. Quem assim atuar terá a repulsa deste Parlamento, a rejeição do povo brasileiro e os rigores da lei. Para aqueles que depredaram, vandalizaram e envergonharam o povo brasileiro haverá o rigor da lei”, afirmou.

    Outros candidatos

    Na disputa pela Presidência da Câmara, o deputado Chico Alencar (Psol-RJ), lançado pela Federação Psol-Rede, obteve 21 votos; e o deputado Marcel van Hattem (Novo-RS) obteve 19 votos. Houve 5 votos em branco.

    No total, foram registrados 509 votos.

    Bloco parlamentar

    O bloco parlamentar que apoiou Arthur Lira reúne a Federação Brasil da Esperança (PT, do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, PCdoB e PV) e o PL, do ex-presidente Jair Bolsonaro.

    Também integram o bloco: União Brasil, PP, MDB, PSD, Republicanos, Federação PSDB-Cidadania, Podemos, PSC, PDT, PSB, Avante, Solidariedade, Pros, Patriota e PTB.

    Fonte: Polêmica Paraíba - Créditos: Câmara dos Deputados - Publicado por: Gerlane Neto

    Sérias restrições a vestimenta da mulher

    Esposa do craque português Cristiano Ronaldo deve pagar multa por vestimenta inadequada na Arábia Saudita

    cristiano ronaldo georgina rodriguez 2019 1p9jwx26dfazu1pbyfl6sh1696 - Esposa de Cristiano Ronaldo deve pagar multa por vestimenta inadequada na Arábia Saudita
    (Foto: Reprodução)

    O craque Cristiano Ronaldo se transferiu recentemente para o Al-Nassr, clube da Arábia Saudita. Acontece que a família do jogador não parece estar se adaptando muito ao local. A mulher do atleta, Georgina Rodríguez, soma multas por não se vestir de acordo com as recomendações do governo local.

    A Arábia Saudita é um país mulçumano com sérias restrições a vestimenta da mulher. Não acostumada com determinadas normas, a influenciadora tem tido dificuldade para se adaptar a cultura local. A esposa de Cristiano Ronaldo já até chegou a explorar o estilo feminino da região, mas não abre mãos da própria vestimenta.

    Conhecida por sua vaidade, Giorgina não abre mão de usar vestidos decotados, curtos ou com fendas nas pernas. Dessa forma, ela acumula multas que podem chegar a cifras milionárias. Em 2019, a Arábia Saudita aprovou uma lei de decência pública que recomenda que mulheres usem roupas longas que cubram o cotovelo e os joelhos.

    A ousadia da influenciadora pode custar caro se somarmos as multas diárias aplicadas. Por lei, a pessoa que não cumprir as normas será advertida em 100 riais, o que equivale a cerca de 25 euros, caso seja pego apenas uma vez. Se for recorrente o descumprimento da lei, ela sobe para 200 riais, pouco menos de 50 euros.

    No início da temporada europeia, Cristiano Ronaldo deixou o Manchester United para servir o Al-Nassr. O cinco vezes melhor do mundo deixou o clube inglês após passar por problemas internos.

    Fonte: Polêmica Paraíba - Créditos: Terra - Publicado por: Nathalia Souza

    AGU solicita instauração de processos contra jogador de vôlei

    Após incitar tiro no presidente Lula, Advocacia Geral da União (AGU) pede banimento de jogador de vôlei do esporte

    O jogador de vôlei Wallace pode ser banido de esporte após publicar post que sugeria uma incitação de violência ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. A Advocacia-Geral da União (AGU) solicitou ao Conselho de Ética do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) a instauração de processos contra do oposto do Cruzeiro.

    Além do banimento do esporte, o órgão pede o cumprimento de uma multa no valor de R$ 100 mil. O anúncio ocorreu em nota oficial divulgada nesta quarta-feira (1º), e segue um pedido semelhante da COB anunciado anteriormente. Por outro lado, a CBV apenas encaminhou o caso para o Superior Tribunal de Justiça Desportiva da entidade.

    Após a publicação, Wallace de Souza recebeu diversas críticas e notas de repúdio, além de uma suspensão do Cruzeiro. O atleta se retratou nas redes sociais horas depois, afirmando que não tinha intenção de incitar a violência.

    “Quem me conhece sabe que eu jamais incitaria violência em hipótese alguma, principalmente ao nosso Presidente. Então, venho aqui pedir desculpas, foi um post infeliz que eu acabei fazendo. Errei”, desabafou o jogador, que apoiou o ex-presidente Jair Bolsonaro nas eleições passadas.

    Confira a nota oficial da AGU

    A Advocacia-Geral da União (AGU) apresentou representações em desfavor do jogador de vôlei Wallace Leandro de Souza ao Conselho de Ética do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Em seu perfil na rede social Instagram, o atleta promoveu enquete indagando se alguém “daria um tiro na cara” do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

    Na representação endereçada ao COB, a AGU aponta a violação ao artigo 243-D (incitação pública ao ódio ou a violência) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, e aos artigos 8º e 34 do Código de Conduta Ética do COB, respectivamente uso indevido de expressões discriminatórias e incitação a práticas de ato de violência por meio de redes sociais.

    Como consequência, a AGU solicita ao Conselho a instauração de processo disciplinar contra o atleta, e a aplicação das penalidades máximas previstas em ambos os códigos: multa no valor de R$ 100 mil e banimento do esporte olímpico.

    Na representação, a AGU argumenta ainda que a conduta de Wallace configura o delito de incitação ao crime (art. 286 do Código Penal Brasileiro), e que a manifestação de ódio realizada pelo jogador em sua rede social não está protegida pelo direito à liberdade de expressão, “pois a ninguém é autorizado cometer crime invocando essa liberdade fundamental”. Os advogados da União que subscrevem a peça também requerem ao COB a habilitação da AGU para atuar como terceira interessada no processo instaurado pelo Comitê para apurar a conduta do atleta.

    Pelas mesmas razões constantes no documento encaminhado ao COB, a AGU apresentou também outra representação em desfavor do jogador à CBV. Nessa última, a Advocacia-Geral igualmente solicita a instauração de processo disciplinar para apuração da conduta de Wallace.

    Na peça, a AGU sustenta que o Wallace infringiu o art. 43 do Código de Ética e Disciplina da entidade, que estabelece como dever dos atletas “rejeitar com energia” manifestação violenta oriunda de preferência política, tanto no âmbito esportivo como fora dele. E também o artigo 243-D (incitação pública ao ódio ou a violência) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

    A AGU requer à CBV a aplicação das penalidades máximas previstas nas normas de regência, ou seja, a adoção de censura escrita, multa e suspensão.

    MaisPB com GE

    Jogador de vôlei que incitou tiro em Lula 'bate pino'

    Após enquete sobre tiro em Lula, jogador de vôlei Wallace se manifesta e pede desculpa: “Jamais incitaria a violência”

    wallace lula - Após enquete sobre tiro em Lula, Wallace se manifesta e pede desculpa: "Jamais incitaria a violência"
    (Foto: Reprodução)

    Wallace Leandro, jogador de vôlei do Cruzeiro e ex-seleção brasileira, se desculpou, na última terça-feira, (31), após compartilhar uma publicação que sugeria violência contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e que provocou a reação de internautas e autoridades.

    “Quem me conhece sabe muito bem que eu jamais incitaria violência em hipótese alguma, contra qualquer pessoas, principalmente ao nosso presidente. Então, venho aqui pedir desculpas, foi um post infeliz que eu acabei fazendo, errei. Estou aqui pedindo desculpas, porque quando você erra, não tem jeito”, afirmou em vídeo publicado em seu perfil nas redes sociais.

    O atleta havia postado em seus stories do Instagram uma enquete com a pergunta: “Daria um tiro na cara do Lula com essa 12?”, em referência a uma espingarda.

    Na caixa da enquete, Wallace completou: “Alguém faria isso?”, seguido de um emoji de um santo. O jogador apagou a publicação horas depois.

    FnzqmAvWQAUyKop - Após enquete sobre tiro em Lula, Wallace se manifesta e pede desculpa: "Jamais incitaria a violência"
    (Foto: Instagram/Reprodução)

    Em comentários no seu perfil, pessoas revelaram “decepção” com a atitude do atleta, condenaram a “disseminação de ódio” e pediram a “responsabilização” do jogador.

    AGU acionada

    O ministro da Comunicação Social, Paulo Pimenta, disse que acionou a Advocacia-Geral da União (AGU) contra o atleta e que o Palácio do Planalto vai tomar “todas as providências necessárias”, já que “não serão toleradas ameaças feitas por extremistas e golpistas”.

    Com a repercussão do caso, o Cruzeiro emitiu uma nota na qual disse lamentar a publicação e pediu desculpas aos torcedores.

    O atleta, que foi campeão olímpico em 2016, é entusiasta de armas de fogo e faz publicações sobre o tema em seu perfil. Wallace também já fez posts em apoio ao ex-presidente Jair Bolsonaro durante as eleições e com críticas a Lula após o resultado do pleito em outubro.

    Fonte: Polêmica Paraíba - Créditos: Terra - Publicado por: Nathalia Souza

    Questão envolvendo o telemarketing abusivo chega até o STF

    Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) quer solução definitiva para acabar com marketing abusivo

    A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) espera chegar a uma solução definitiva para o problema das chamadas de telemarketing abusivo até o final do ano. A informação foi repassada nesta quarta-feira (1°) durante apresentação do balanço das ações para resolver a questão.

    Desde junho do ano passado, a agência vem adotando medidas cautelares para diminuir o número deste tipo de ligações. Entre elas estão, o bloqueio de usuários e a autorização às prestadoras para que efetuem a cobrança de chamadas curtas de até 3 segundos, que não era permitida.

    “A agência não está só olhando para o Brasil. No mundo inteiro, muitos países estão passando por problemas semelhantes. Estamos estudando as melhores práticas para construir uma solução definitiva para o Brasil”, disse o conselheiro da agência, Arthur Coimbra. “A gente espera que, até o final do ano, tenhamos uma solução definitiva”, afirmou.

    Uma das ações seria a implementação da autenticação de chamadas, que serviria como uma espécie de um selo de garantia da origem da chamada. Por meio dela, a pessoa poderia saber que empresa está ligando e até o motivo da ligação. Além de dar ao usuário a opção de saber quem está querendo entrar em contato, a medida também ajudaria a evitar golpes aplicados por telefone.

    Em fevereiro, a agência deve fazer diversas reuniões com associações de empresas de telemarketing e cobrança para colher sugestões e críticas da implantação de medidas de identificação e autenticação de chamadas. Segundo ao Anatel, o objetivo é identificar “formas de se buscar o equilíbrio entre a atividade legal que desempenham e o uso racional dos serviços de telecomunicações.”

    Chamadas

    Na semana de edição da primeira cautelar promovida pela Anatel, no período de 5 a 11 de junho de 2022, cerca de 4 bilhões de chamadas curtas eram feitas por semana. Na semana de 15 a 21 de janeiro de 2023, o número foi de 2,47 bilhões de chamadas.

    De acordo com a superintendente de Relações com Consumidores da Anatel, Cristiana Camarate, mesmo com as medidas, as redes de telecomunicações ainda têm um número bastante elevado ligações.

    “O que temos de junho até agora é uma redução de 40% do total de chamadas realizadas por semana. Isso representa cerca de 41 bilhões de chamadas curtas de até 3 segundos que deixaram de ser realizadas”, disse. “É como se cada brasileiro deixasse de receber 200 chamadas no período”, disse.

    Portal

    Nesta quarta-feira, a Anatel lançou o  portal Qual Empresa me Ligou para consulta, por meio do número originador da chamada recebida, o nome da empresa que está ligando para telefones fixos ou móveis.

    O superintendente de Outorga e Recursos à Prestação da Anatel, Vinícius Caram, disse que a utilização da ferramenta se dará de forma simples, sem a necessidade de login ou senha.

    “Ela vai dar informação de qual pessoa jurídica fez a ligação. O consumidor, ao receber um numero ele coloca na página e vai identificar qual a empresa está ligando”, disse.

    Segundo a agência, nessa primeira etapa, estão sendo disponibilizadas as informações das seguintes prestadoras de serviços de telecomunicações: Algar, Claro, Oi, Sercomtel, Tim e Vivo. No decorrer dos próximos meses, serão agregadas as informações das demais prestadoras.

    A questão envolvendo o telemarketing abusivo chegou até o Supremo Tribunal Federal (STF), que julgará entre os dias 10 e 17 de fevereiro o agravo regimental apresentado contra decisão do ministro Edson Fachin que rejeitou uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 7166 proposta por entidades do setor contra uma norma da Anatel que obriga o uso do código 0303 nas ligações de telemarketing.

    Agência Brasil

    Início das gravações da série "Mamonas Assassinas"

    Série sobre a vida dos cinco integrantes da banda Mamonas Assassinas antes da fama começa a ser gravada

    A trama vai contar a trajetória da banda que conquistou o Brasil e teve um fim trágico com a morte dos integrantes em um acidente aéreo na volta de um show, em 02 de março de 1996.


    Série sobre os Mamonas Assassinas começa a ser gravada
    © Divulgação

    SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Record anunciou nesta terça-feira (31) o início das gravações da série "Mamonas Assassinas", em parceria com a Sony Channel e Total Filmes. A trama vai contar a trajetória da banda que conquistou o Brasil e teve um fim trágico com a morte dos integrantes em um acidente aéreo na volta de um show, em 2 de março de 1996.

    A série vai mostrar a vida dos cinco integrantes da banda antes da fama, as dificuldades no início da carreira, a formação do grupo e o sucesso meteórico interrompido com o acidente aéreo. O projeto foi criado por Carlos Lombardi, escrito por Carlos Amorim e tem a direção de Edson Spinello.

    Os atores que interpretam os músicos não são conhecidos do grande público da TV, mas isso não quer dizer que não sejam talentosos. Ruy Brissac, que interpreta o vocalista Dinho, ganhou prêmio Bibi Ferreira de ator revelação pelo mesmo papel no "Musical Mamonas" (2016).

    Alberto Hinomoto, sobrinho de Bento, estreia como ator na série interpretando o tio que não conheceu, mas que recebeu o mesmo nome em sua homenagem. Completam o elenco, os atores Adriano Tunes (Samuel Reoli, baixista), Robson Lima (Julio, tecladista) e Rhener Freitas (Sérgio Reoli, baterista). Os pais de Dinho serão interpretados por Jarbas Homem de Mello (Hildebrando) e Guta Ruiz (Célia, mãe do cantor).

    Notícias ao Minuto

    Dívida milionária

    Apóstolo Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, tem três carros penhorados pela Justiça de São Paulo

    01 1 - DÍVIDA MILIONÁRIA: Valdemiro Santiago tem três carros penhorados pela Justiça
    Foto: Reprodução

    O pastor Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus e autointitulado apóstolo, teve três automóveis penhorados pela Justiça de São Paulo. O processo que levou à decisão foi aberto por um credor da igreja na cidade de Amparo, no interior de São Paulo.

    A Rio Negro Empreendimentos imobiliários alega que a instituição de Valdemiro lhe deve R$ 718 mil referentes aos alugueis não pagos de um imóvel de 7.816 metros quadrados na cidade. No local, funcionou um templo da igreja de Valdemiro nos anos de 2017 e 2018.

    Entre os veículos penhorados estão um Troller 2009, um Rover 2011 e um Rover Discovery 2017, não há maiores informações sobre os modelos. A juíza Fabíola Brito do Amaral também determinou o bloqueio de uma aplicação bancaria em renda fixa de Valdemiro e autorizou o uso da força policial para garantir o cumprimento da decisão.

    A defesa de Valdemiro alegou que o réu não deveria ser o alvo da cobrança uma vez que não faria parte do contrato social da igreja e nem teria assinado o contrato de locação do imóvel. No entanto, para o juiz Armando da Silva Júnior, que julgou o processo de execução da dívida e incluiu o apóstolo nele, a igreja utilizaria Valdemiro para “ocultar seu patrimônio” a fim de driblar eventuais ações de cobrança.

    Não cabem mais recursos nem em relação à execução da dívida, e nem sobre a inclusão de Valdemiro na mesma. O que o apóstolo ainda pode questionar é presente decisão que determinou a penhora dos bens, além de poder pedir um cálculo de atualização da dívida.

    A Igreja Mundial do Poder de Deus foi fundada por Valdemiro Santiago, em Sorocaba, no ano de 1998. Na ocasião, o apóstolo se colocava como um dissidente do bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus. Em crise financeira que se agravou após a pandemia, a Igreja Mundial disse à Justiça ser uma instituição sem fins lucrativos e mantida com ajudas voluntárias de fiéis.

    Fonte: Polêmica Paraíba - Créditos: Fórum - Publicado por: Gerlane Neto

    Taxa Selic continua no maior nível desde janeiro de 2017

    Conselho de Política Monetária do Banco Central mantém juros básicos da economia em 13,75% ao ano

    Apesar da alta recente na inflação, o Banco Central (BC) não mexeu nos juros. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a taxa Selic, juros básicos da economia, em 13,75% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros.

    A taxa continua no maior nível desde janeiro de 2017, quando também estava em 13,75% ao ano. Essa foi a quarta vez seguida em que o BC não mexe na taxa, que permanece nesse nível desde agosto. Anteriormente, o Copom tinha elevado a Selic por 12 vezes consecutivas, num ciclo que começou em meio à alta dos preços de alimentos, de energia e de combustíveis.

    De março a junho de 2021, o Copom elevou a taxa em 0,75 ponto percentual em cada encontro. No início de agosto do mesmo ano, o BC passou a aumentar a Selic em 1 ponto a cada reunião. Com a alta da inflação e o agravamento das tensões no mercado financeiro, a Selic foi elevada em 1,5 ponto de outubro de 2021 até fevereiro de 2022. No ano passado, o Copom promoveu dois aumentos de 1 ponto, em março e maio, e dois aumentos de 0,5 ponto, em junho e agosto.

    Antes do início do ciclo de alta, a Selic tinha sido reduzida para 2% ao ano, no nível mais baixo da série histórica iniciada em 1986. Por causa da contração econômica gerada pela pandemia de covid-19, o Banco Central tinha derrubado a taxa para estimular a produção e o consumo. A taxa ficou no menor patamar da história de agosto de 2020 a março de 2021.

    Inflação

    A Selic é o principal instrumento do Banco Central para manter sob controle a inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Em 2022, o indicador fechou em 5,79%. Desde o fim do ano passado, a inflação vem subindo por causa da alta do preço dos alimentos e da reversão parcial das desonerações sobre os combustíveis.

    O índice fechou o ano passado acima do teto da meta de inflação. Para 2022, o Conselho Monetário Nacional (CMN) fixou meta de inflação de 3,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto percentual. O IPCA, portanto, não podia superar 5% nem ficar abaixo de 2% no ano passado. Para 2023, a meta de inflação está em 3,25%, também com margem de 1,5 ponto percentual, o que garantiria um intervalo entre 1,75% e 4,75%.

    No Relatório de Inflação divulgado no fim de dezembro pelo Banco Central, a autoridade monetária estimava que o IPCA fecharia 2023 em 5% no cenário base. A projeção, no entanto, pode ser revista na nova versão do relatório, que será divulgada no fim de março.

    As previsões do mercado estão menos otimistas. De acordo com o boletim Focus, pesquisa semanal com instituições financeiras divulgada pelo BC, a inflação oficial deverá fechar o ano em 5,74%. Há um mês, as estimativas do mercado estavam em 5,31%.

    Crédito mais caro

    A elevação da taxa Selic ajuda a controlar a inflação. Isso porque juros maiores encarecem o crédito e desestimulam a produção e o consumo. Por outro lado, taxas mais altas dificultam a recuperação da economia. No último Relatório de Inflação, o Banco Central projetava crescimento de 1% para a economia em 2023.

    O mercado projeta crescimento menor. Segundo a última edição do boletim Focus, os analistas econômicos preveem expansão de 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos pelo país) neste ano.

    A taxa básica de juros é usada nas negociações de títulos públicos no Sistema Especial de Liquidação e Custódia (Selic) e serve de referência para as demais taxas de juros da economia. Ao reajustá-la para cima, o Banco Central segura o excesso de demanda que pressiona os preços, porque juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança.

    Ao reduzir os juros básicos, o Copom barateia o crédito e incentiva a produção e o consumo, mas enfraquece o controle da inflação. Para cortar a Selic, a autoridade monetária precisa estar segura de que os preços estão sob controle e não correm risco de subir.

    Agência Brasil

    quarta-feira, 1 de fevereiro de 2023

    Ex-juiz de Princesa Isabel assume presidência do Tribunal de Justiça

    Desembargador João Benedito da Silva assume presidência do Tribunal de Justiça da Paraíba, nesta quarta-feira, 1º de fevereiro

    Novo presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador João Benedito da Silva, participou da posse do conselheiro Antônio Nominando Diniz Filho na presidência do Tribunal de Contas da Paraíba 

    Quase 14 anos após tomar posse no Tribunal de Justiça da Paraíba, o desembargador João Benedito da Silva foi empossado nesta quarta-feira (1º) como presidente da Corte para o biênio 2023/2024. “Sozinho, nada conseguiria. Prometo a vocês que continuarei, sempre, a ser João Benedito”, disse o magistrado na ocasião, em 2009, e tendo a simplicidade como característica peculiar, repetiu hoje: “Sozinho, nada conseguiria. Ainda sou e serei sempre o mesmo João Benedito”.

    João Benedito da Silva ingressou no Tribunal de Justiça, como desembargador, em 23 de setembro de 2009, pelo critério de merecimento. Ocupou o cargo de vice-presidente da Corte no biênio 2016/2018. Foi também membro titular do Conselho da Magistratura.

    Com seu jeito discreto, mas observador, atento aos movimentos da sociedade e, sobretudo, às demandas por Justiça, o magistrado mantém seu propósito de somar, estar sempre disposto a ouvir, e a julgar conforme a sua consciência jurídica. Assim como em 2009, quando foi escolhido por merecimento para integrar a Corte do Poder Judiciário estadual, o desembargador está consciente da grande responsabilidade que o cargo impõe. 

    “Sempre procurei julgar com equilíbrio, prudência e serenidade, de forma que a solução encontrada ao final traduza o espírito de justiça ditado por minha consciência jurídica. Da mesma forma pretendo conduzir a gestão que se inicia, com equilíbrio, prudência e serenidade para tomar as decisões necessárias de modo que ao fim do dia meu espírito esteja em paz e possa dormir com a certeza de quem fez a coisa certa”, declarou o desembargador. A solenidade de posse foi no Teatro Pedra do Reino, no Centro de Convenções de João Pessoa.

    Natural de Aliança, município do interior de Pernambuco, João Benedito da Silva ingressou na magistratura em agosto de 1984, designado para a unidade judiciária de São José de Piranhas (07.08.1984 a 10.07.1984). Atuou, ainda, nas comarcas de Queimadas (11.07.1985 a 13.12.1987) e Princesa Isabel (14.12.1987 a 17.05.1994). 

    O desembargador passou também pelas Comarcas de Campina Grande (6ª Vara Criminal e 5ª Vara Cível) e João Pessoa (5ª Vara da Família e 13ª Vara Cível). Atuou como juiz corregedor auxiliar do TJPB (biênios 1997/1998 e 1999/2000).

    Por diversas vezes substituiu, no Tribunal Pleno, os desembargadores Plínio Leite Fontes, Antônio de Pádua Lima Montenegro, Genésio Gomes Pereira Filho, Francisco Seráphico da Nóbrega Neto e Saulo Henriques de Sá e Benevides.

    O magistrado foi convocado, também, para integrar a Segunda e Quarta Câmaras Cíveis, órgão fracionários do Tribunal. Ele ainda integrou, a Comissão Dirigente do 50º Concurso de Juiz Substituto do Estado. 

    Na Justiça Eleitoral atuou como juiz eleitoral da 17ª Zona Eleitoral do município de Campina Grande, ocasião em que presidiu as primeiras eleições com o uso de urnas eletrônicas naquele município. Foi juiz eleitoral da 70ª Zona Eleitoral de João Pessoa e membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em 2007,  para o biênio 2007/2009. No TRE atuou como diretor da Escola Judiciária Estadual e como juiz Corregedor Regional.

    O desembargador é casado com a defensora pública do Estado Maria da Glória Oliveira e tem três filhos: João Gustavo, Maria Gabriela e Antônio Manoel.

    Ao prestigiar a posse do conselheiro Antônio Nominando Diniz Filho na presidência do Tribunal de Contas da Paraíba (TRE-PB), o desembargador João Benedito recebeu, com a mesma simplicidade e simpatia de quando foi juiz da Comarca de Princesa Isabel, os cumprimentos dos seus ex-juridicionados da região de Princesa que também participaram do ato solene de posse do ilustre princesense. 

    Blog JURU EM DESTAQUE com Lenilson Guedes