domingo, 9 de dezembro de 2018

Ciro critica Lula e o PT

‘A maior força política do Brasil é o anti-petismo’, afirma Ciro Gomes em vídeo polêmico


ciro gomes 1 - VEJA VÍDEO: 'A maior força política do Brasil é o anti-petismo', afirma Ciro Gomes em vídeo polêmico
O ex-ministro e candidato a presidência da República, Ciro Gomes(PDT), lançou nesta semana um vídeo em que comenta seu relacionamento com o Partido dos Trabalhadores e critica as decisões do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva(PT) e da cúpula petista durante a composição partidária para as eleições presidenciais deste ano. Segundo Ciro o partido usou de notícias falsas, e grupos nas redes sociais voltadas a atacar sua campanha, o ex-governador do Ceará afirmou que o PT quem o escolheu como adversário durante todo o primeiro turno e que não haveria a possibilidade dele no segundo turno curvar-se ao partido que mais o atacou.
”A minha questão é que vocês não sabem nem o começo da missa com o PT”, inicia o vídeo em que Ciro primeiro fala da sua caminhada política que se construiu por 20 anos juntamente com o ex-presidente Lula. ”Até as pedras do caminho sabiam que o Lula estava inelegível”, afirma antes de iniciar as críticas ao partido e chamar Fernando Haddad (PT) de poste e Dilma Rousseff (PT) de candidata inexperiente.
Fonte: Polêmica Paraíba 

Relacionamento poliamoroso

Trisal: “Durmo na mesma cama com a minha namorada e a nossa ex”


2 - RELACIONAMENTO POLIAMOROSO: “Durmo na mesma cama com a minha namorada e a nossa ex”
Elas formavam o trisal “Happy in Three” (Feliz em Três, em tradução livre). Além de um blog, um canal no YouTube e um perfil conjunto no Instagram, as três compartilhavam detalhes da experiência poliamorista em um grupo de WhatsApp com os fãs. E são milhares. Para se ter uma ideia, são mais de 22 mil inscritos no YouTube e mais de 13 mil no Instagram, que agora acompanham uma nova rotina, a da separação.
4 - RELACIONAMENTO POLIAMOROSO: “Durmo na mesma cama com a minha namorada e a nossa ex”
“Faz menos de um mês que a gente terminou. A Thaís resolveu que quer seguir sozinha, então ficamos eu e a Cláudia, porém a gente ainda mora junto. A primeira semana foi muito complicada. Cada uma ficava num canto, tentando segurar o choro, mas agora a gente tá tentando manter um comportamento que não deixe nenhuma das três desconfortável. Quando eu fico sozinha com a Thaís bate aquela saudade, aquela vontade de agarrar, de beijar, de pedir pra voltar – até porque como foi ela que terminou, ainda tem um sentimento da minha parte. Acho que da parte da Cláudia também, afinal foram dez anos de relacionamento”, revela Adriane, que repaginou o canal e as mídias sociais do trio, transformando o que antes era “Happy in Three” em “Apartamento 26”. O novo conteúdo, a youtuber cria e apresenta sozinha: sai a rotina, entram os temas ligados a sexo e relacionamento.
1 - RELACIONAMENTO POLIAMOROSO: “Durmo na mesma cama com a minha namorada e a nossa ex”
O começo
Thaís e Cláudia estavam juntas há nove anos quando conheceram Adriane numa festa. “Achei a Thaís muito bonita e começamos a conversar. Ela falou que tinha um relacionamento ‘semi-aberto’ e explicou que, juntas, gostavam de ficar com outras pessoas. Eu ‘tava’ solteira, elas chamaram pro apartamento, e me interessei muito pelas duas, elas tinham um papo muito bom… E a gente conversou a noite inteira.”
“Era só pra rolar putaria, mas…”
Adriane, que já namorou rapazes, mas se identifica como lésbica, só tinha vivido relacionamentos monogâmicos até então. “Nunca tinha participado de nenhum ménage ou me envolvido com nenhum tipo de casal. Era só pra rolar putaria mesmo, fetiche, mas acabou que rolou um pouco mais. A gente se interessou muito uma pela outra e isso se repetiu umas duas, três, quatro vezes, e a gente se apaixonou, as três, ao mesmo tempo! Quando eu vi, metade das minhas coisas já estavam no apartamento e elas me fizeram um pedido oficial de namoro, me entregaram uma aliança e a gente ficou um ano e meio juntas.”
3 - RELACIONAMENTO POLIAMOROSO: “Durmo na mesma cama com a minha namorada e a nossa ex”
“A Thaís ainda dorme com a gente, mas ela pretende montar outro quarto pra ela – temos dois. Tudo depende do que ela vai decidir ainda, está meio incerto se ela vai ficar no apartamento, morando conosco, ou vai pra Portugal, onde a família dela mora. O mais importante de tudo num relacionamento, seja ele trisal, casal, o que seja, é o diálogo. Diálogo e respeito. Respeitando o parceiro e o espaço do parceiro, não tem como dar errado. A não ser que outros fatores aconteçam. Normalmente, ao fim de um relacionamento, as pessoas tendem a enaltecer os defeitos das outras, e a parte boa do que foi vivido é enterrada. Acho que se as pessoas se lembrassem da parte boa, não existiria tanto ódio quando se fala de ex”, conclui.
Fonte: UOL

'Exemplo de cidadania, empatia e compaixão'

‘Só queria ser tratado bem’: a história do morador de rua que almoçou em restaurante nobre


‘Só queria ser tratado bem’: a história do morador de rua que almoçou em restaurante nobre

Um morador de rua, grisalho, chegou a um restaurante no Lourdes, bairro nobre de Belo Horizonte, em Minas Gerais, para almoçar. Mas, ao contrário do que muitos pudessem imaginar, ele queria pagar tudo o que consumisse. Para isso, ele carregava na mão uma nota de R$ 50 – talvez seu único dinheiro.
Acomodado, o homem pediu ao garçom uma entrada com frango, um filé, uma garrafa de vinho e um refrigerante, e foi prontamente atendido. Ao final, pediu a conta. O total cobrado foi de R$ 10.
Na verdade, deu R$ 115, como contou Thaís Alessandra, funcionária do restaurante. Mas a administração do local decidiu cobrar apenas o refrigerante, já que o homem fez questão de pagar o que devia. “Ele só queria ser tratado bem”, pontuou.
Atitude repercutiu na internet
Um grupo de mulher que almoçava no restaurante tirou uma foto do morador de rua almoçando no local e postou em uma rede social. Rapidamente a história viralizou. Até o começo da tarde de quarta-feira (5), a foto tinha mais de 7,5 mil curtidas no Instagram pessoal de Letícia Junger e 26 mil no perfil @razoesparaacreditar.
Na publicação, Leticia contou que ela e duas amigas, Daniela Zapata e Tatiana Motta, estavam sentadas quando o homem entrou no restaurante com uma nota de R$ 50 na mão. “Ele estava feliz e parecia que aquele momento era só dele”, relatou a mulher na publicação. De acordo com ela, assistir tudo foi um grande exemplo de cidadania, empatia e compaixão.


Fonte: O Viral - Publicado por: Larissa Freitas

Condenado à prisão perpétua

Marido mata mulher com sacola plástica de supermercado para fugir com o namorado


jessica patel sabia da orientacao sexual do marido mas queria ter um filho com ele 1544107562014 v2 900x506 1 - Marido mata mulher com sacola plástica para fugir com o namorado
Mitesh Patel dizia ao seu namorado que se casou com Jessica Patel apenas para ocultar sua verdadeira orientação sexual.
Ele planejava ter um filho com ela, por meio de fecundação in vitro, fugir com o bebê para a Austrália e formar uma família com o parceiro. Mas os planos de Mitesh não deram certo. Ele acaba de ser condenado à prisão perpétua pelo assassinado de Jessica, ocorrido no dia 14 de maio deste ano.
Segundo os promotores, Mitesh injetou insulina na esposa de 34 anos e a asfixiou até a morte com uma sacola de supermercado. O crime ocorreu na casa onde os dois moravam em Middlesbrough, no norte da Inglaterra.
Em seguida, Mitesh amarrou a mulher com fita adesiva, bagunçou a casa inteira e tirou de lá alguns objetos para que a morte parecesse consequência de um assalto.
Depois, saiu de casa para comprar uma pizza. Ao retornar, ligou para o serviço de emergência dizendo que a esposa havia sido atacada por bandidos. Nos quatro minutos e meio de telefonema, até a chegada dos policiais, Mitesh finge desespero ao deparar com o corpo da mulher e relata que ela está “com a mão fria”, pés e mãos amarrados, uma cor escura no pescoço e sangue no nariz.
Mas as câmeras de segurança da casa registraram Jessica chegando lá às 19h. Mitesh aparece deixando a residência 40 minutos depois. A essa altura, ele já havia matado a esposa. O homem retorna à casa após comprar a pizza e chama a polícia.
Segundo os investigadores, Mitesh tinha a intenção de receber um seguro de vida da esposa no valor de US$ 2,5 milhões (R$ 9,7 milhões) antes de se mudar para a Austrália para viver com o amante, identificado como Amit Patel.
“Ele poderia ter se divorciado dela e levado o que quisesse. Não precisava tirar a vida dela. Ele não tinha o direito de dar esse passo cruel”, disse Divya Patel, irmã de Jéssica.
“Carente e cruel”
Ao condenar Mitesh Patel, o juiz James Goss disse que ele nitidamente não sentia arrependimento.
Goss afirmou que a vítima “claramente” amava o marido e foi fiel a ele durante nove anos. “Ela não queria nada mais além de ter filhos e viver uma vida familiar normal. Mas o réu não tinha atração sexual por ela. Ele se sentia atraído por homens”, disse o juiz.
Jessica tinha, segundo o juiz, consciência da sexualidade do marido e estava “solitária, triste e sob seu controle (de Mitesh)”.
O juiz destacou que mensagens enviadas por Mitesh revelaram que ele era alguém “emocionalmente carente e cruel” e que usava a mulher enquanto “satisfazia aos seus próprios desejos e caprichos”.
Nas duas semanas de julgamento, foi revelado que Mitesh, que era dono de uma farmácia com a esposa, teve uma série de aventuras amorosas com homens que conhecia por meio de um aplicativo de namoro.
mitesh namorado 1544107617624 v2 750x421 300x168 - Marido mata mulher com sacola plástica para fugir com o namorado
"Apodrecer no inferno"
Ao ler uma declaração em nome das irmãs e primas de Jessica, a irmã mais nova dela, Divya, disse: “A única coisa que esperamos é que ela não tenha sofrido nos seus últimos momentos (de vida)”.
“A cruel realidade é que ela sofreu, sim. Sabia exatamente quem era seu assassino e ele ignorou sem piedade as tentativas dela de lutar pela vida”, disse. “Imaginamos o medo e o pânico que ela deve ter sentido ao saber o que aconteceria. Pensar nesse momento nos entristece enormemente.”
Divya Patel também se dirigiu diretamente ao cunhado: “Sabemos que ela está livre de você para sempre. Enquanto ela descansa no céu, você vai apodrecer no inferno”.
A vítima havia se submetido a três ciclos de fecundações in vitro para tentar ter um filho com o marido. No último, foram produzidos três embriões, mas ela foi assassinada antes que fossem implantados.
Fonte: UOL

Cantor gera polêmica

Eduardo Costa cria polêmica ao comentar morte de cadela em supermercado


eduardocosta - Eduardo Costa cria polêmica ao comentar morte de cadela em supermercado

O cantor sertanejo mineiro Eduardo Costa, de 38 anos, gerou nova polêmica no Instagram – onde possui 6,5 milhões de seguidores – na última quinta-feira  (6/12). O artista fez uma publicação em que critica a repercussão da morte de cadela no supermercado Carrefour de Osasco (SP) em 28 de novembro.
Ele compartilhou uma imagem que compara a comoção pública dos maus-tratos contra o animal à falta de repercussão do assassinato da idosa Antônia Conceição da Silva, de 106 anos, que foi morta a pauladas no município de Feira Nova do Maranhão, a 783 km de São Luís, no dia 17 de novembro.
“Não estou aqui defendendo quem matou o cachorro. Ambos os crimes são inadmissíveis, covardes e os autores deveriam ser exemplarmente punidos no rigor da lei. Mas não há como negar que há algo errado numa sociedade que se indigna mais com um crime contra o animal do que com o cometido contra um ser humano e, o que é pior: contra uma senhora de 106 anos”, diz o texto da imagem compartilhada por Eduardo Costa no Instagram.
Além disso, o sertanejo fez questão de deixar outra opinião no post que acompanha a figura na rede social: “É como eu penso e vou continuar pensando”. Publicado na tarde de quinta (6/12), o post do artista já contava com mais de 85 mil curtidas e 11 mil comentários. Mas horas depois e com a repercusão negativa, o artista apagou o post.
Muitos usuários da rede social se mostraram indignados com a opinião do músico belo-horizontino. “Esse aí quer mídia de qualquer jeito”, diz o perfil intitulado Debora_oliveerr. “Por que você não começa a sair na rua como a voz dela, então?”, questiona o usuário Friendwalker. “Ainda bem que cada um pensa como quer né? Eu, particularmente, sofri mais com a morte do cachorrinho. Que não pode falar, gritar, pedir ajuda. Que não tem como se defender da crueldade humana”, afirma a internauta Renattassantana. “Não vejop diferença entre os dois casos. Para mim deveria ter pena de morte pros [sic] dois”, comenta a usuária Claudetebairle. “Não lembro de você fazendo campanha pra [sic] essa senhora… Preste atenção!”, reclama a usuária Thalita.magalhaes.794, no Instagram.
Novo post
Já na madrugada de sexta-feira (7/12), Eduardo postou uma novo foto. Desta vez, ele está com um cachorrinho e não tem a foto da idosa. Mas ele repete que um animal não pode ser equiparado ao ser humano.

Fonte: Diário de Pernambuco - Créditos: Estado de Minas - Publicado por: Anderson Costa

Atriz diz que perdeu virgindade com namorado da irmã

Claudia Raia revela como perdeu a virgindade e que deseja ser mãe novamente


claudia raia - Claudia Raia revela como perdeu a virgindade e que deseja ser mãe novamente
Claudia Raia
Na última quinta-feira (6), a atriz Claudia Raia participou de um bate-papo com Matheus Mazzafera no ‘Vídeo Show’ e mostrou que não tem “papas na língua” ao falar de sua vida pessoal.
Na atração, a estrela contou como perdeu a virgindade: ”Foi incrível, foi com o namorado da minha irmã. É porque ele era bailarino, ele dançava comigo e eu me apaixonei. E ela nem dava muita bola para ele, namorava porque não tinha mais o que fazer. E aí foi horrível, eu não faria isso de novo. Foi horrível com ela, mas foi maravilhoso com ele”, disparou.
Namorando o ator Jarbas Homem de Mello desde que se separou de Edson Celulari, a artista disse que vai casar em breve. “Tenho marido, é o terceiro marido. Sou realizada. Três casamentos maravilhosos, com dois filhos lindos”, disse ela que também já foi casada com o deputado Alexandre Frota.
Na entrevista, Claudia também disse que quer ser mãe e avó: “Ainda tenho útero, tem óvulo. Não tô na menopausa, quem falou que não pode?”.
Fonte: Stars Insider

Registro histórico

Antônio Mariz abespinhou os Cunha Lima ao exonerar aliados logo após a posse

Acervo de Josélio Carneiro
O registro é histórico: a frase de um marizista exaltado, num restaurante da orla marítima de João Pessoa, em abril de 1995, pontuando: “Agora, sim, o governo Antônio Mariz tomou posse”. Referia-se a uma “canetada explosiva” que foi desaguar no Diário Oficial do Estado, carregado de atos de exoneração e nomeações para cargos influentes do segundo e terceiro escalões. Alguns dos atos atingiram de chofre o grupo Cunha Lima, causando reações de abespinhamento e rumores de rompimento. Uma das vítimas do “jamegão” de Mariz foi Savigny Cunha Lima, filho do ex-governador Ronaldo, na época eleito senador, então presidente da PB-TUR. Savigny foi surpreendido com a designação de três novos diretores daquela estatal, especialmente a de um deles, Heitor Cabral, que havia liderado movimento junto ao trade turístico para desalojar o filho de Ronaldo da presidência.
Heitor conseguiu o objetivo por vias oblíquas: com sua nomeação, levou Savigny a pedir exoneração do cargo. O governador Antônio Mariz, conforme as versões que circularam durante o “imbróglio”, teria rasgado a carta de exoneração que Savigny lhe entregou numa audiência na granja Santana, asseverando que desejava a sua permanência. Savigny manteve-se irredutível mas o pai e poeta Ronaldo, embora negando rompimento com Mariz, ironizou num trocadilho: “Do governo não espero nomeações. Espero que ele nomeie ações”. Além de Savigny, outra figura então ligada ao “clã” Cunha Lima fora abatida pela “canetada” e de forma até deselegante: o então presidente da Fundação Espaço Cultural, Antonio Alcântara. Soube da exoneração pelo “Diário Oficial”, quando se dirigiu normalmente à mesa de trabalho. Já tinha lido o ato no “Diário” quando foi alcançado por uma ligação do chefe de gabinete do Palácio, Cláudio de Paiva Leite.
Trocaram, então, um prosaico diálogo:
– Antonio, algumas mudanças deverão ser feitas no Espaço Cultural.
– Doutor Cláudio, eu já estou com o “Diário Oficial” nas mãos.
Houve um silêncio constrangedor, com pedidos formais de desculpas e o assunto morreu aí. De resto, o substituto de Alcântara já estava chegando ao Espaço para assumir a vaga – o professor Itapuan BottoTargino. Além de Alcântara fora exonerada a vice-presidente do Espaço, Ana Elvira Raposo, substituída por Gilson Gondim, filho do ex-governador Pedro Gondim. O “Exocet” marizista fez estragos, também, na Saúde, em quiproquó envolvendo Paulo Montenegro, indicado pelo grupo Pereira, e o deputado Gervásio Maia, adversário histórico dos Pereira na região de Catolé do Rocha. Na PB-TUR, além de Heitor Cabral, foram nomeados Geraldo Medeiros e Carlos Meira Trigueiro. Entrou na pendenga o secretário de Indústria e Comércio, Arlindo Almeida. O “Correio da Paraíba” insinuou que Savigny caíra por omissão de Arlindo, que não teria comunicado ao governador a rusga entre o filho e Heitor Cabral. A figura de maior destaque do “clã” Cunha Lima permanecia no governo – o secretário de Administração, Arthur Cunha Lima, remanescente do período Ronaldo-Cícero Lucena. Em meio ao vendaval sobressaíam duas constatações: a formação do secretariado de Mariz tornara-se um parto laborioso por ter de contemplar grupos políticos. Mariz socorreu-se de “paciência chinesa” para administrar o contencioso. O rompimento dos Cunha Lima em alto estilo com o governo veio a se dar com a investidura de José Maranhão, no vácuo da morte de Antônio Mariz. Mas este é outro capítulo.
Polêmica Paraíba - Nonato Guedes - Publicado por Lenilson Guedes 

Medida protetiva contra prefeito paraibano

Para não ser preso prefeito de Sousa pede que irmão fale com vítima de agressão




Polêmico jornalista da Paraíba quer que Fábio Tyrone seja preso. “Se fosse um pobre já tava na cadeia” – VEJA VÍDEO
O prefeito de Sousa, Fabio Tyrone, agrediu sua ex-companheira e a justiça concedeu a advogada Miriam Pires Benevides Gadelha uma medida protetiva.
De acordo com o documento, Tyrone não pode se aproximar (raio de 300 mts), não pode ligar, nem mandar mensagens de texto para a ex namorada.
Caso o prefeito descumpra a medida protetiva despachada pelo desembargados Ricardo Vital Almeida, será preso. Mesmo assim o prefeito pediu a seu irmão, Abel, que entrasse em contato com a vítima para conversar sobre a situação. Contactada pela redação do Polêmica Paraíba Miriam disse ainda não conseguir falar sobre o acontecido, mas confirmou a tentativa de contato.
A denúncia veio a público por meio de fotos nas redes sociais. Nas fotos, a advogada filha do ex-prefeito de Sousa, Salomão Gadelha (já falecido), e sobrinha do ex-senador Marcondes Gadelha (atualmente deputado federal), aparece cheia de hematomas por todo o corpo, e tem um olho machucado.
No relato feito ao desembargador, Miriam afirma que estava em uma festa na Capital Paraibana com o prefeito Fábio Tyrone e ele estava bebendo demais e a viu a conversar com outros convidados da festa. No trajeto para a residência, Tyrone começou a discutir com Miriam e já começou a agredi-la com um “tapa” no rosto. Em casa, Fabio Tyrone voltou a agredir a vítima com mais “tapas”, empurrões e chutes”, além de tachá-la de “puta, vadia e louca” e socá-la no olho.
Veja mais imagens da agressão:
WhatsApp Image 2018 12 08 at 22.20.40 - CASO TYRONE: Para não ser preso prefeito pede que irmão fale com vítima de agressão WhatsApp Image 2018 12 08 at 22.20.40 1 - CASO TYRONE: Para não ser preso prefeito pede que irmão fale com vítima de agressão WhatsApp Image 2018 12 09 at 1.59.34 PM - CASO TYRONE: Para não ser preso prefeito pede que irmão fale com vítima de agressão
Fonte: Polêmica Paraíba - Publicado por: Amara Alcântara

Filho de vereadora é executado a tiros na Paraíba

Filho de vereadora de São Bento, no Serão paraibano,  é executado à tiros quando chegava do trabalho 


tiros 1 - VIOLÊNCIA: Filho de vereadora de São Bento é executado à tiros
O filho de uma vereadora da cidade de São Bento, no Sertão do Estado, foi assassinado a tiros no final da noite deste sábado (08). Leonardo Dantas dos Santos, de 29 anos, tinha acabado de chegar do trabalho quando foi surpreendido pelos criminosos.
Segundo as primeiras informações, Leonardo estava estacionando seu carro quando foi abordado pelos homens que o executaram a tiros. A Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência e ficou no local até a chegada da perícia.
O corpo da vítima foi removido para o Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) em Patos para a realização de necrópsia. Até o momento não há informações sobre a autoria do crime ou as motivações do homicídio.
O caso passará a ser investigado pela Polícia Civil.
Fonte: Com ClickPB - Publicado por: Amara Alcântara

'Sumiço de famosos' nas visitas a Lula

Policial relata 'sumiço de famosos' nas visitas a Lula

Ex-presidente recebeu fundador de partido político espanhol após dois meses sem visitantes internacionais


Policial relata 'sumiço de famosos' nas visitas a Lula
Preso desde abril na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, o ex-presidente Lula teve agenda cheia até o período eleitoral no que se refere a visitantes nacionais e internacionais.
Tanto que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, tem dito a pessoas próximas querer a transferência do petista para uma prisão do exército a fim de diminuir o fluxo.
Após as eleições, porém, o fluxo já vem diminuindo.
Desde outubro, os encontros têm ficado restritos a lideranças petistas e pessoas próximas ao PT.
Ao jornal O Globo, um policial relatou ter havido um "sumiço de famosos" - entre eles estiveram o ator norte-americano Danny Glover e o ex-presidente do Uruguai Pepe Mujica.
Lula recebeu na última quinta-feira (6) o fundador do partido espanhol Podemos, Juan Monedero, após dois meses sem visitantes internacionais.
O PT afirma que as visitas minguaram devido às festas de final de ano, mas que há uma lista com mais de 50 nomes de pessoas interessadas em estar com o ex-presidente.
Notícias ao Minuto

Briga no PSL

Bolsonaro sobre briga entre os deputados eleitos do PSL: 'Fica difícil aprovar o que interessa'

Presidente eleito também afirmou que Ministério do Meio Ambiente deve conciliar os interesses da agropecuária e da infraestrutura


Bolsonaro sobre briga no PSL: 'Fica difícil aprovar o que interessa'
O conflito envolve de um lado Joice Hasselman e do outro Eduardo Bolsonaro, filho do presidente eleito, e o senador eleito major Olímpio.
"O PSL é um partido bastante novo. Dos 52 deputados, 48 são novos. Estão brigando por espaço. Lamento isso daí. Vou tentar acalmá-los. Se começarmos desunidos, fica difícil a gente conseguir maioria no parlamento para aprovar aquilo que interessa ao Brasil", afirmou Bolsonaro, após um evento na Escola Naval.
Na conversa de WhatsApp, Eduardo Bolsonaro, atual líder da bancada na Câmara, acusa a deputada de "atropelar" os correligionários, a chama de "sonsa" e diz que ela tem "fama de louca".
A deputada rebateu afirmando que o fato de o atual líder da bancada ser filho do presidente é uma "vidraça" e pode prejudicar o partido. Joice chegou a dizer que o correligionário deveria se colocar em seu lugar e insinuou que, em matéria de fama, a de Eduardo pode ser pior.
MEIO AMBIENTE
Bolsonaro não quis dizer quando anunciará o futuro ministro do Meio Ambiente. Ele disse que o titular da pasta deve conciliar os interesses da agropecuária e da infraestrutura.
"Não pode uma licença para uma PCH [pequena hidrelétrica] levar dez anos. Para duplicar uma estrada levar uma década. Não queremos pressa nem ferir o meio ambiente. Mas essa demora está bastante...", disse o presidente eleito. 
Politica ao Minuto com informações da Folhapress

Filho de Bolsonaro pede mão de namorada ao vivo

Cúpula Conservadora acaba com pedido de casamento de Eduardo Bolsonaro

Evento foi organizado por Eduardo Bolsonaro e o 'príncipe' Luiz Philippe de Orleans e Bragança


Cúpula Conservadora acaba com pedido de casamento de Eduardo Bolsonaro
Do outro lado da linha está seu terceiro filho, o "03", Eduardo Bolsonaro, e a plateia da primeira Cúpula Conservadora das Américas, realizada neste sábado (8) num hotel em Foz do Iguaçu (PR).
É importante saber quantos anos ele tem, diz Bolsonaro por Skype. "Pois [mostra] há quanto tempo eu luto contra essa ideologia no Brasil."
"O que vocês fazem aí eu dou os parabéns. Há preocupação, sim, de manter viva a chama da liberdade", afirma o presidente eleito.
Essa ideologia tão perversa, no caso, é a esquerdista, tratada como causa de todos os males da América Latina no evento – que intercalou a oratória inflamada com um pedido de casamento. Eduardo pediu a mão da namorada, a psicóloga Heloísa Wolf, ao vivo após a fala do pai. Ela disse sim.
O encontro foi organizado pelos futuros colegas de Câmara Eduardo e Luiz Philippe de Orleans e Bragança, conhecido como "o príncipe", ambos do PSL, mais o advogado do partido Gustavo Kfouri.
O público, cerca de um terço dos 1.500 inscritos, não chegou a lotar o auditório de um hotel local. Viajar para a cidade paranaense na tríplice fronteira com Brasil, Argentina e Paraguai sai caro, Eduardo ponderaria depois a jornalistas.
Os que foram se refastelaram com um corolário de declarações antiesquerda, com especial carinho pela participação de Olavo de Carvalho via videoconferência.
Entre assoadas de nariz e goles de um trago, a figura de proa do bolsonarismo disparou frases contra o polo progressista. A Comissão da Verdade, por exemplo, rebatizou de "Começão da Verdade".
Ao comparar o certame ideológico na América Latina com uma "guerra espiritual" entre "o bem e o mal", a senadora colombiana María Fernanda Cabal Molina, do direitista Centro Democrático, fundado pelo ex-presidente Álvaro Uribe, deu o discurso que melhor sintetizou a quarta e última mesa do evento.
Não faltou um afago ao pai de um dos idealizadores do evento, o deputado eleito Eduardo Bolsonaro (PSL). "O triunfo de Jair Bolsonaro é o resgate rumo à civilização ocidental e à liberdade."
Com frases de efeito, como "não há nada mais capitalista do que um comunista" e "um comunista no poder significa milhões de mortos numa sociedade", María Fernanda recuperou o interesse de uma plateia que foi se esvaziando ao longo do dia, que acabou com várias cadeiras vagas no pavilhão que sediou a conferência.
A cúpula terminou com uma carta com "anseios populares aos representantes do povo", que incluiu tópicos como "combater a cultura do vitimismo" e "fortalecimento dos valores da cultura ocidental". 
Política ao Minuto com informações da Folhapress

Desconfiança no sistema eleitoral brasileiro

Jair Bolsonaro sugere reforma eleitoral: 'Ou PT volta com muito mais força'

Presidente eleito diz que sistema eleitoral brasileiro precisa ser aperfeiçoado


Bolsonaro sugere reforma eleitoral: 'Ou PT volta com muito mais força'
Ele reforçou a desconfiança no sistema eleitoral brasileiro, que, na visão dele, precisa ser aperfeiçoado. "Ou mudamos agora, ou o PT volta, com muito mais força do que tinha", afirmou, segundo o Uol.
"Não estou aqui fazendo uma afirmativa, a desconfiança da possibilidade de fraude é uma coisa na cabeça de muita gente aqui no Brasil. Não é porque nós ganhamos agora que devemos confiar nesse processo de votação. Queremos é aperfeiçoá-lo", complementou.
"Nós pretendemos então no primeiro semestre [fazer] uma boa proposta de mudança do sistema de votação no Brasil, porque eu e muitos entendem que nós só ganhamos a vitória porque tínhamos muito, mas muito mais votos do que eles. E tivemos uma situação parecida, de um certo equilíbrio."
Bolsonaro obteve cerca de 57 milhões de votos nas eleições de outubro, 10 milhões a mais do que o petista Fernando Haddad.
Política ao Minuto