terça-feira, 10 de outubro de 2017

Hoje tem Brasil e Chile pelas eliminatórias

Brasil joga com Chile e Argentina decide vaga no Equador para o Mundial 2018

(Foto: C Nacho Doce/Reuters 
Líder com vaga garantida antecipadamente para o Mundial de 2018, a seleção brasileira de futebol encerra nesta terça-feira (10) sua campanha nas eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo da Rússia.
O Brasil vai jogar contra o Chile, em São Paulo, numa partida em que estarão em jogo a classificação chilena e a vaga da Argentina, que vai decidir sua classificação contra o Equador, já desclassificado, na casa do adversário.
Uma vitória brasileira na Arena Palmeiras ajudará a equipe portenha, desde que o time de Messi vença o jogo em Quito. Quatro vagas estão em disputa, sendo três diretas e uma na repescagem contra a Nova Zelândia, representante da Oceania.
A rodada é a seguinte: Paraguai x Venezuela; Brasil x Chile; Equador x Argentina; Peru x Colômbia e Uruguai x Bolívia. Todas as partidas começarão 20h30, pelo horário de Brasília.
Os argentinos só precisam vencer os equatorianos para garantir a quinta colocação, com direito disputar a repescagem. Isso porque Peru e Colômbia se enfrentam e, com uma vitória, a Argentina passaria pelo menos uma dessas duas seleções, qualquer que seja o resultado dessa partida.
Mas o Chile também só depende de si e garante a vaga se vencer o Brasil, deixando os argentinos na briga pela última vaga direta e a da repescagem contra Colômbia, Peru e Paraguai.
O técnico Tite confirmou a seleção brasileira para enfrentar o Chile, após o treino desta segunda-feira, com Ederson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Alex Sandro; Casemiro, Renato Augusto, Paulinho e Phillipe Coutinho; Gabriel Jesus e Neymar.
Na Europa, Sérvia e Islândia conquistaram suas vagas para o Mundial nesta segunda-feira. A Sérvia derrotou a Geórgia por 1×0 e ficou em primeiro no grupo D. A Islândia venceu Kosovopor 2×0 e terminou em primeiro no grupo I, conquistando pela primeira vez o direito de disputar a Copa do Mundo. Com informações da Agência Brasil
Notícias ao Minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário