sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Bancadas

Prefeitos eleitos têm maioria nas Câmaras e devem governar com tranquilidade

Se depender do apoio do Poder Legislativo, os prefeitos eleitos nos 20 maiores colégios eleitorais na Paraíba não terão dificuldades para administrar seus municípios a partir de 1º de janeiro. É que, na maioria deles, além de vencer a disputa eleitoral para prefeitura, conseguiram eleger o maior número de vereadores para as câmaras municipais pelos partidos que integraram a coligação majoritária.
Em João Pessoa, o prefeito reeleito Luciano Cartaxo (PSD), conseguiu eleger entre os partidos que integraram sua coligação, 16 dos 27 vereadores que vão integrar a Câmara da Capital na nova legislatura. Já o prefeito reeleito de Campina Grande, Romero Rodrigues, fez pelas legendas de sua coligação, 15 dos 23 vereadores campinenses.
O prefeito Leto Viana (PRP), reeleito em Cabedelo, elegeu 11 dos 15 parlamentares que vão integrar a Câmara Municipal. Em Sousa, Fábio Tyrone conseguiu eleger oito dos 15. O prefeito reeleito de Sapé, Roberto Feliciano (PSB), elegeu nove dos 15 vereadores.
Em Patos, a bancada eleita pelo na coligação do deputado estadual Dinaldinho (PSDB), prefeito eleito, conta com nove dos 17 vereadores eleitos.
Já o prefeito eleito de Sousa, Fábio Tyrone (PSB), elegeu nove dos 15 parlamentares. Em Queimadas, o prefeito eleito Carlinhos de Tião (PSB) conseguiu eleger sete dos 13 integrantes da Câmara.
Entre os que não conseguiram eleger a maioria da banca na Câmara, estão a prefeita eleita do Conde, Márcia Lucena (PSB) e o prefeito eleito de Alagoa Grande, Sobrinho (PSD), que só conseguiram eleger, dois dos 11 vereadores que integram as respectivas Casas Legislativas. O prefeito eleito de Bayeux, Berg Lima (PTN), só conseguiu eleger três dos 17 vereadores. Como também o de Santa Rita, Emerson Panta (PSDB), só elegeu seis dos 19 futuros parlamentares.
Outro eleito que fez minoria na Câmara foi o de Cajazeira, José Aldemir Meireles (PP), que só elegeu quatro dos 15 que integrarão a próxima legislatura. Em Guarabira, o prefeito reeleito Zenóbio Toscano (PSDB), também fez minoria, já que dos 15, sete foram eleitos pela sua coligação.

Um comentário:

  1. Quer dizer,vão roubar com mais tranquilidade,esta é verdade !!!!

    ResponderExcluir