quarta-feira, 20 de julho de 2022

Muito obrigado, Benilton, pelo verdadeiro amigo que você foi de Dota!

Se no nosso convívio ainda estivesse, com certeza Dota diria que quem tem um amigo verdadeiro como Benilton Barbosa, tem tudo


O tempo pode levar tudo embora, Benilton, menos uma verdadeira amizade, pois os amigos são como o vento: às vezes perto, outras longe, mas eternos em nossos corações! 

Por Geraldo Luiz

Nesta quarta-feira, 20 de julho, data em que se comemora o Dia do Amigo, faço um breve comentário sobre a origem desta data para falar sobre a grandeza do sentimento de fraternidade mútua partilhado entre duas pessoas: Benilton e Dota.

A ideia de criar o Dia do Amigo surgiu com a chegada do homem à Lua, pois este fato significava que juntos, os povos poderiam conseguir superar desafios quase impossíveis. Para o criador da data, o argentino Enrique Ernesto Febbraro, esse evento representava um símbolo de união entre todos os seres humanos.

Foi através das campanhas de divulgação realizadas por Febbraro a partir de 1999 na Argentina, que aos poucos, o Dia do Amigo passou a ser comemorado oficialmente no dia 20 de julho em outras partes do mundo. Hoje, quase todos os países festejam esta data, inclusive o Brasil, embora aqui não seja estabelecida por lei.

Apesar do Dia do Amigo ter sido criado para mostrar como juntas as pessoas eram capazes de superar desafios, Benilton, infelizmente no dia 1º de março o seu amigo/irmão foi vencido por uma terrível e avassaladora doença que ainda não encontrou a cura. Não que faltasse a sua confortadora companhia, pois você estava sempre presente na via crucis dele para Campina Grande onde fazia sessões de quimioterapia, sempre as quartas-feiras, durante quase um ano.

Não foi diferente no momento da interrupção definitiva da vida do meu irmão, você estava ao seu lado durante as seis noites de sofrimento dele no hospital em Princesa Isabel.

Enquanto Dota lutava contra a morte, Benilton, graças a sua especial companhia a vida para ele se tornou mais leve, tinha você para chamar de amigo. Portanto, em nome de todos os meus familiares, muito obrigado por tudo que você fez e por ser essa pessoa com quem ele sempre podia contar. Guardaremos você no canto mais especial do nosso coração, pois os verdadeiros amigos são poucos e devem ser tratados como pedras preciosas.

"Para conhecermos os amigos é necessário passar pelo sucesso e pela desgraça. No sucesso, verificamos a quantidade e, na desgraça, a qualidade", já dizia o pensador e filósofo chinês Confúcio. 

Somos, pois, eternamente gratos, amigo Benilton!

Não existe sentimento mais puro e verdadeiro do que a verdadeira amizade, qualidade demonstrada por você, Benilton, quando o meu irmão mais precisou.  

2 comentários:

  1. Vai ficar em nossos corações saudades eternas do grande amigo irmão dota

    ResponderExcluir