terça-feira, 1 de agosto de 2017

Conflito da cúpula da OAB-PB

Indicação ao Iphaep gera novo embate entre presidente e vice da Ordem dos Advogados do Brasil


O conflito da cúpula da OAB na Paraíba só se agrava.
A indicação da Ordem ao assento do Iphaep é o novo motivo para a discórdia.
O presidente Paulo Maia indicou e o governador nomeou o advogado Welisson Araújo Silveira (foto), ex-superintendente do Patrimônio da União na Paraíba.
Em seguida, o Conselho Estadual, inspirado em discordância do vice Raoni Vita, suspendeu o ato do presidente.
A alegação é que este tipo de indicação tem que passar pelo crivo do Conselho, como ficara combinado ano passado com Paulo Maia.
Compromisso que fora ignorado pelo presidente, segundo seus opositores.
Interlocutores de Paulo, porém, apresentam outo entendimento.
Em linhas gerais, acentuam: o Conselho não anulou o ato, porque este não atentou contra nenhuma norma da OAB. O que houve foi mais uma manobra “golpista” da Oposição interna.
“Foi mais uma questão política”, resumem os aliados de Paulo.
O Conselho se reúne novamente na próxima sexta-feira em sessão extraordinária.
E assim caminha a queda de braço na OAB…

Nenhum comentário:

Postar um comentário