quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Tião Lucena critica senadores

Secretário do Estado acusa Lira, Maranhão e Cássio de ‘desculpas esfarrapadas’

O secretário-executivo de Comunicação da Paraíba, Sebastião Lucena, criticou, nesta quarta-feira (18), as justificativas dos três senadores paraibanos no voto que suspendeu o afastamento e as medidas cautelares impostas ao tucano Aécio Neves (PSDB-MG).
Em uma publicação no seu blog, o secretário ironiza o posicionamento e o que foi dito pelos parlamentares.
“E diante disso, amigo leitor, você ainda consegue engolir as desculpas esfarrapadas desses senhores?”, postou.
Sebastião fez ainda uma comparação entre o caso envolvendo o ex-petista Delcídio do Amaral, que teve o mandato cassado e chegou a ser preso.
“Os senadores Zé Maranhão, Raimundo Lira e Cássio Cunha Lima estavam lá e ajudaram a crucificar o senador. Nesse momento, pouco importou a eles a Constituição da República, a independência do Senado ou o raio que o parta”, desabafou, sem poupar Raimundo Lira, aliado do Governo, e nem José Maranhão, com quem o PSB dialoga para as eleições de 2018.
MaisPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário